fbpx

Marcos Vinícius: “Em casa de ferreiro o espeto é de pau”

FOTO: DIVULGAÇÃO/FLAMENGO

Considerado um dos campeonatos mais disputados do mundo, o Brasileiro é, sem dúvida alguma, uma prova de 38 rodadas, onde “resistir” é o xis da questão. Não adianta largar na frente dos demais concorrentes e depois não ter fôlego suficiente para cruzar à linha de chegada em primeiro lugar.

Faz toda diferença ter um bom time, uma torcida que encha os estádios, o peso da camisa, um bom elenco, treinador que domine táticas mirabolantes e simplifique as coisas, mas acima de tudo não se ganha campeonato sem somar pontos em casa. É crucial vencer seus jogos como mandante ou seguir à risca o velho jargão no futebol: fazer o dever de casa.

E nesse quesito, até o momento, o Flamengo tem feito direitinho o dever de casa que o professor JJ tem passado: vencer, vencer, vencer. O clube carioca é o único com 100% de aproveitamento entre os quatro primeiros colocados. O Rubro-negro conseguiu 21 dos 27 pontos, jogando a favor da torcida. Assim sendo, Cruzeiro, Chapecoense, Athletico Paranaense, Fortaleza, Goiás, Botafogo e Grêmio, sentiram na pele o que é enfrentar o Mais Querido no Maracanã.

O Santos, atual líder da competição com 32 pontos e jogando na Vila Belmiro, foi quase perfeito, pois venceu Fluminense, Vasco, Atlético Mineiro, Corinthians, Avaí, Goiás e empatou com o Internacional na 6ª rodada.

Já o Palmeiras, vice-lider, com 29 pontos, jogando na Allianz Parque, venceu Fortaleza, Internacional, Santos, Athletico Paranaense, Avaí e empatou com o Vasco e Bahia.

No Morumbi, o São Paulo despachou o Botafogo, Chapecoense e Santos, empatou com Flamengo, Bahia, Cruzeiro e Palmeiras.

Acredito que no returno, por volta da sétima ou oitava rodada, alguns vão começar a pintar como postulantes ao título. Estamos ainda na 14ª rodada (só teremos jogos da 15ª no sábado) e é impossível cravar um (futuro) campeão por agora. Porém, depois disso, arrisco em dizer que o destino da Taça de Campeão Brasileiro de 2019, deve ser mesmo à sala de troféus na Vila Belmiro, ou ser mais uma entre tantas no Palestra Itália, ou enfeitar a Gávea ou ir para o Morumbi, ou seja, respectivamente Santos, Palmeiras, Flamengo e São Paulo.

Se a equipe comandada do JJ mantiver esse aproveitamento em casa, dificilmente o torcedor rubro-negro não viverá a expectativa de no dia 08 de dezembro, portanto, depois de dez anos do último título nacional, soltar o grito de campeão.

Assim, a Nação aguarda ansiosamente.


Por: Marcos Vinicius
Twitter: @ViniciusCharges


Aqui, expresso minha opinião, e você leitor, tem todo o direito de discordar. Comente, critique sem ofender ou elogie se merecer, mas não deixe de participar.

2 Comentários

  • Esse ano fizemos contratações peças chaves que fizeram falta nos anos anteriores, ganhando no Maraca e passando a pontuar mais fora de casa, chegaremos ao titulo

  • Criação de sites e aplicativos para celular