fbpx

Raul Mareco: “Seria Jorge Jesus um mestre do ‘poker face’ do futebol?”

Um mistério passou a rondar o Ninho do Urubu, horas antes da primeira partida válida pelas quartas de final da Libertadores, contra o Internacional. Um mistério ao estilo dos filmes noir, de investigação policial, que Mister Jesus deixou no ar após o anúncio do corte do goleador do Flamengo, o centroavante Gabigol.

Muito mais do que um filme noir, o lusitano, segundo constam reportagens de periódicos da terra do Rio Tejo, seria um ótimo mestre das cartas, daqueles do blefe perfeito para vencer uma partida crucial de pôquer.

Em vários jogos decisivos, quando treinava o Benfica, Jesus fez os famoso ‘poker face’, ou, como conhecemos comumente, “cara de paisagem”, perante os adversários, quando anunciou o time relacionado e acabou, minutos antes das pelejas, divulgando outro, com jogadores que, obviamente, antes, não jogariam por conta de supostas lesões.

Jesus com Saviola, à época do Benfica. Em algumas partidas decisivas, a estratégia do blefe lusitano deu certo. Foto: Fábio Lima/Jornal Record

Isso ocorreu com o ex-atacante argentino Javier Saviola, em 28 de novembro de 2009, contra o Sporting. Dias antes ao clássico, Jesus, o mestre das cartas, afirmou aos jornalistas que o hermano não havia treinado e, portanto, não jogaria.

Voltemos a Gabigol. “Com dores musculares, o atleta seguirá fazendo trabalhos individualizados no CT“. Foi o que a imprensa recebeu a seu respeito, ontem, 20.

Este texto não pretende fazer você, rubro-negro, ser blefado. Pelo contrário. Sabemos que Jorge Jesus têm suas maneiras peculiares de treinar os seus e de pensar o Flamengo de uma forma diferente. Porém, não podemos deixar passar fatos, como os do Benfica. Gabigol não está relacionado para o jogo de logo mais. Fato!

Se o ‘poker face’ estratégico de Jesus virá à tona no jogo contra o Inter, logo mais, ninguém sabe. Mas, se ocorrer, que tenha gol do Gabigol. Foto: André Durão/Globo Esporte

Agora, se a estratégia ‘poker face’ de Jesus retornar do outro lado do Atlântico, quem sabe o nome do goleador platinado não surge na lista dos relacionados e deixa o técnico Odair Hellmann em situação muito complicada na mesa do pôquer futebolístico de mais tarde… Por enquanto, nada de Lady Gaga!

Que o todo rubro-negro sempre esteja contigo e que Scyra sempre nos proteja de mares revoltos!


Raul Cláudio Martins Mareco é graduado em Comunicação há 14 anos.

Especialista em Comunicação Política e Jornalismo Gonzo. Adepto da Cultura Cyberpunk e da Antipoesia. Consultor e assessor de órgãos públicos, campanhas políticas, mandatos legislativos e executivos. Produtor cultural. Colunista de esportes e cinema. Futuro Mestre na Universidade de Coimbra – Portugal. Apaixonado por cerveja pura, rock n’ roll, bossa nova e música clássica. Fã do Los Angeles Lakers. Flamengo desde a barriga da mamãe.

Bora bater um papo no Twitter? —> @RaulMareco

8 Comentários

  • O técnico do Inter pode ficar confuso…pq pode montar a equipe com a marcação voltada para outros jogadores ( Gérson , Arrasca e ER ), como BH não tem a especialidade como centroavante , podem escalar um volante pra grudar nele.

    Agora se o Gabriel entrar no último momento logo mais a noite , a defesa do Inter levará tempo pra que armem um novo “briefing” em campo e dar a chance do Flamengo ter uma vantagem estratégica. Acontecendo isso será uma cartada boa ( ainda mais Gabriel rendendo gols). Esperar pra ver…

  • Acho que tudo é válido pra se ganhar o jogo, desde que seja lícito. De repente isso coloca uma dúvida na cabeça do treinador deles, que em vez de treinar uma estratégia apenas, tem que treinar duas. É uma carta na manga que JJ tem e não irá deixar de usar. Tem muita coisa em jogo, portanto é algo perfeitamente válido. Se fizermos um bom resultado hj, pode até pensar em poupar Gabigol pro segundo jogo. O que não pode, de jeito nenhum, é tomar gol. Que nossa defesa esteja inspirada, e nosso “bracinho de T-Rex” no dia dele.

  • Gozado, durante um tempo fui leitor do jornal A BOLA, justamente no período em que o mister estava levando o Benfica para um patamar melhor,(quando ele assumiu o Benfica estava bem abaixo do Porto e Sporting), e não me lembro do Mister jogando poker ou coisa parecida com mudança de escalação de time na hora do jogo, muito pelo contrário, ele mantinha o mesmo time sempre que podia. De qualquer sorte dois comentáristas,(um da fox e Raul), acham que ele vai entrar com Gabigol na hora do jogo, tomara que somente escale o jogador se estiver 100%, arriscar estourar o músculo e perder um mês ou mais é pura estupidez, não esquecendo que há menos de um mês ele ficou fora de vários jogos por problemas musculares.

  • Se BLEFE EM RELACAO AO GAB GOL SERIA UMA ESTRATÉGIA DEMASIADAMENTE INFANTIL.OBVIAMENTE O COMANDANTE COLORADO TRABALHOU AS DUAS POSSIBILIDADES, COM O GABRIEL E SEM ELE. Repito, se PASSARMOS PELO INTER SEREMOS CAMPEÕES DA AMERICA. MEU MAIOR RECEIO É O DIEGO ALVES.

  • Pessoal,
    tô lendo um monte de besteira aqui no seguinte sentido: “não pode é tomar gol”.
    Isto é uma besteira, o que não podemos fazer é deixar de ganhar. Deixar de ganhar significa ir pra PA no desespero.
    Vejam bem: se ganha de 2×1, de todo modo o inter vai ter que jogar em Porto Alegre, e pra buscar gol tem que se expor. Quem se expõe contra o Fla leva fumo. Nosso ataque é muito perigoso.
    Ganhando hoje, sei que a classificação virá. O que não podemos fazer é depender de resultado em PA.

  • Criação de sites e aplicativos para celular