Arão relembra origem como primeiro volante e garante que está pronto para a função no Flamengo

FOTO: DIVULGAÇÃO/FLAMENGO

No primeiro semestre deste ano, ainda sob o comando de Abel Braga, o desempenho do Flamengo dentro das quatro linhas era bastante criticado. Não à toa, a pressão aumentou demasiadamente e o ex-técnico do Rubro-Negro pediu demissão. Com isso, Jorge Jesus chegou ao Fla e, assim como o time, uma série de jogadores tiveram suas atuações destacadas, como é o caso de Willian Arão.

Antes bastante criticado, agora o jogador vive um momento de paz e tranquilidade com a torcida do Flamengo. Porém, com a venda de Gustavo Cuéllar para o Al Hilal, dos Emirados Árabes, Arão foi realocado para a função que era do colombiano, a de primeiro volante. O camisa 5 do Rubro-Negro, no entanto, garante que está apto para atuar nesta posição, pois é a de sua origem.

A minha posição de origem sempre foi primeiro volante. Foi assim nas categorias de base do Corinthians e em outros times que joguei. No Botafogo, o Renê Simões me deu uma nova função e passei a jogar de segundo homem. Assim que cheguei ao Flamengo. Mas não é novidade para mim, me sinto à vontade como primeiro -, disse Arão, em entrevista ao site Globoesporte.com.

Willian Arão chegou ao Flamengo em 2016 e realizou 200 jogos com a camisa rubro-negra. Embora seja volante, ele já marcou 22 gols pela equipe carioca. O jogador deve estar em campo no confronto com o Avaí, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. Como o time catarinense vendeu o mando de campo, o duelo vai ser disputado no Mané Garrincha, em Brasília, neste sábado (07). A partida está marcada para ter início às 17h (horário de Brasília).

Veja também

Comentários não são permitidos.