Flamengo é o time que mais cria grandes chances para o gol no Campeonato Brasileiro

FOTO: DIVULGAÇÃO / FLAMENGO

O Flamengo derrotou o Avaí por 3 a 0, nesse sábado (07), em partida que marcou a 18ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília. O time Rubro-Negro abriu o placar no primeiro tempo com o artilheiro do Brasil, Gabigol. Ainda na primeira etapa, o Mais Querido ampliou a vantagem com Marí, e já nos minutos finais da partida, Reinier estufou a rede do Leão da Ilha e sacramentou a vitória da equipe carioca. Os resultados que o Flamengo tem obtido em campo são consequência de um ótimo desempenho do setor ofensivo, que vem se destacando no torneio de pontos corridos.

No Campeonato Brasileiro, o Flamengo é o time que mais criou grandes chances para o gol, somando 56, de acordo com o portal SofaScore Brazil. Nas últimas cinco partidas que disputou, o time Rubro-Negro venceu o adversário com diferenças de três ou mais gols, contra o Avaí, Palmeiras, Ceará, Vasco e Grêmio. Além disto, o Mais Querido também conta com o artilheiro do Brasil, Gabigol, que nos últimos 14 jogos que esteve em campo, balançou as redes adversárias 15 vezes, e soma 29 gols em 39 confrontos.

Com a vitória sobre o Avaí, o Flamengo continua na liderança do Campeonato Brasileiro com 39 pontos, e acumula dois pontos de diferença do segundo colocado Santos, após o tropeço contra o Athletico Paranaense, na Vila Belmiro. O time Rubro-Negro voltou ao Rio de Janeiro no sábado (07), e iniciou sua preparação para a próxima partida nessa segunda-feira (09). O Mais Querido enfrentará o seu principal rival na tabela do Brasileirão, o Santos, no próximo sábado (14), às 17h, horário de Brasília, 19ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Maracanã.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ótimo comentário do Paulo Calçade EM 2016 na ESPN sobre o processo que vai tornar o Flamengo em única potência no futebol brasileiro.

    Antes, lembrando: as cotas de televisão representam 35% da receita Rubro Negra. Que coloca o clube em 10º nesse quesito. Tem muito time que a televisão representa 60% da receita.

    “Imagina olhando para a grandeza que é o futebol brasileiro e ver que tem dois times. Mas logo logo terá um time, que será o Flamengo. Aí o Flamengo vai obrigar a mudar o debate. Porque o Flamengo já começou esse ano podendo investir um pouco mais e qualificar a equipe, ele já sobe na tabela, você enxerga esse movimento na tabela.

    Hoje o Flamengo controla sua dívida e continua pagando, quando essa dívida tiver ainda mais controlada e o clube tiver mais dinheiro para seguir os dois caminhos: pagamento de dívida e fortalecimento do clube aí vai voltar àquele debate do dinheiro da televisão.

    Porque hoje eles não estão se importando, porque como o Flamengo está pagando dívida, isso hoje não aparece, mas quando ele for muito mais forte do que os outros, e pelo seu poder de venda de todos os direitos e propriedades – já está brigando no campeonato carioca para ter direito, imagina o Flamengo com essa autonomia financeira, podendo não disputar o Carioca e se impor nesta questão?

    E não vai brigar a mudar a divisão do dinheiro da televisão, porque seria uma sacanagem com o Flamengo. Quando usou dinheiro para pagar dívida, estava tudo bem, mas na hora que ele usa o dinheiro para colocar no time, aí a divisão está errada, o Flamengo está errada e tem que ser discutido.

    Só que os outros ficaram ampliando a dívida, os outros recebiam e aumentavam. O Flamengo recebia e pagava a dívida. Por que que o Flamengo tem que mudar agora o cenário em que ele fez o torcedor sofrer até agora?

    E esse debate está próximo, deve começar no ano que vem. E aí vamos ter que falar assim: cada um segue seu caminho, copie o Flamengo, pague as dívidas, e sofra também como ele sofreu”