Melhor ataque, maior público e mais: confira o “resumão” do líder Flamengo no primeiro turno do Brasileiro

Por: Ana Beatriz Zayat

FOTO: ALEXANDRE VIDAL & MARCELO CORTES / FLAMENGO

É notável a sinergia entre Flamengo, Nação, Maracanã e Jorge Jesus. O atual momento impressiona até os mais críticos e reforça aquilo que já foi mostrado em forma de mosaico: a maior torcida do mundo faz (muito) a diferença. A vitória por 1 a 0 sobre o Santos deu fim a um primeiro turno impecável, com 100% de aproveitamento como mandante, e honrou o melhor ataque da competição. Além disso, o Rubro-Negro é a equipe que mais venceu no torneio – são 13 vitórias até aqui.

Quando chegou ao Flamengo, Jorge Jesus tinha a missão de superar a diferença de oito pontos para o Palmeiras, à época líder da competição. Três meses depois, missão cumprida com louvor: hoje, o Mais Querido é o líder e tem três pontos a mais do que o Alviverde.

Confira os números deste primeiro turno em que o Brasil foi pintado de vermelho e preto.

Melhor Ataque
Líder na tabela e em número de vitórias, o Flamengo soma 13 triunfos em 19 rodadas e é a equipe que mais somou pontos. O Rubro-Negro é, hoje, o clube que precisa de menos chutes para marcar um gol e, também, o que mais balançou as redes (já são 42 vezes).

No Campeonato, porém, é o 4º time com mais finalizações – são 259 no total, sendo 115 certas e 144 erradas. A equipe possui uma média de 2,2 gols por jogo.

Gabigol, o artilheiro do Brasileirão, é quem mais finaliza no Flamengo: são 48 em 15 jogos, considerando que 31 são certas e 17 erradas. Bruno Henrique vem na sequência, com 45 finalizações em 17 partidas.

Bruno Henrique se destaca pelos dribles: são 13 certos em 17 partidas.


Como cuidar do seu dinheiro e ajudar o Flamengo ao mesmo tempo? Isso é fácil, com o Banco BS2!


O artilheiro
O melhor atacante do Brasil veste vermelho e preto. Gabriel Barbosa honra o apelido que conquistou e é, com sobras, o jogador com mais gols no país em 2019: já são 30 desde janeiro. No Brasileirão, Gabigol balançou as redes adversárias 16 vezes em 15 atuações – uma média absurda de mais de um gol por partida. O segundo colocado (Gilberto, do Bahia) tem seis gols a menos.

O camisa nove pode conquistar uma marca raríssima no futebol nacional: se mantiver a média e conquistar a artilharia do Brasileirão, será o quarto atleta na história a ser o maior marcador do campeonato em dois anos seguidos. O último a conseguir o feito foi Túlio, em 1994 e 95.


De pé em pé
Não é só na finalização das jogadas que o Flamengo se destaca. O Rubro-Negro tem jogadores que chamam a atenção pela criação de jogadas. Com a qualidade que lhes é característica, Arrascaeta e Everton Ribeiro integram o top 3 de maiores garçons do primeiro turno.

Dudu, do Palmeiras, é o líder no quesito, com sete assistências. O “Arrasca”, porém, tem o mesmo número de passes para gols em sete jogos a menos do que o palmeirense – são 11 contra 18.

O camisa sete do Flamengo é o terceiro jogador com mais assistências no campeonato: são cinco em 16 partidas.

Logo atrás vêm, empatados, um palmeirense e um rubro-negro. Gabriel Barbosa, além de balançar as redes com os próprios pés, já serviu os companheiros em quatro ocasiões. O mesmo número do lateral Marcos Rocha, que precisou de dois jogo a mais para atingir a marca.


O Maraca é nosso
O Flamengo conseguiu uma marca muito impressionante na primeira metade do Brasileirão: 100% de aproveitamento em casa. Considerado fundamental para um time que busca o título, o fundamento é muito valorizado e sempre foi um ponto forte do Mais Querido, mas em 2019 isto chegou a um nível acima: o Fla sequer empatou em casa.

A Nação se acostumou a colocar mais de 60 mil pessoas no Templo do Futebol e os shows da Maior Torcida do Mundo são parte importantíssima deste trajeto – é dela, inclusive, os principais recordes de públicos do país. Rodada após rodada, o Flamengo se firma como time forte em seus próprios domínios. Na última rodada, contra o Santos, a vitória foi festejada por mais de 68 mil pessoas e é, até o momento, o maior número do futebol nacional.

O Rubro-Negro marcou 26 gols e sofreu apenas oito nos nove jogos em que jogou no Rio de Janeiro como mandante.

Relembre a trajetória do Mais Querido em casa:

1ª rodada – Flamengo 3 x 1 Cruzeiro 4ª rodada – Flamengo 2 x 1 Chapecoense
6ª rodada – Flamengo 3 x 2 Athletico-PR
7ª rodada – Flamengo 2 x 0 Fortaleza
10ª rodada – Flamengo 6 x 1 Goiás
12ª rodada – Flamengo 3 x 2 Botafogo
14ª rodada – Flamengo 3 x 1 Grêmio
17ª rodada – Flamengo 3 x 0 Palmeiras
19ª rodada – Flamengo 1 x 0 Santos


Fora de casa (?)

O Fla tem média apenas razoável como visitante: são três derrotas, três empates e quatro vitórias fora de casa – um aproveitamento de 50%.

O que chama a atenção, porém, é a potência da Nação mesmo quando o Flamengo sai do Rio de Janeiro. A “magnética” lotou vários setores visitantes pelo país e “inverteu” o mando de campo contra CSA, Vasco e Avaí, que venderam seus compromissos para Brasília e viram superioridade rubro-negra nas arquibancadas.


Defesa forte sem exageros
O Mais Querido tem na solidez defensiva um dos pilares para a evolução no campeonato. Com as chegadas de Rafinha, Filipe Luís e Pablo Marí na janela do meio do ano, o Flamengo ganhou em qualidade no setor. Assim, o Fla já está há quatro jogos sem ser vazado no Campeonato Brasileiro – e os dois gols sofridos antes foram em cobranças de pênaltis.

Não é por acaso que o Rubro-Negro é o time com mais desarmes certos no Brasileirão: são 352. Willian Arão é o líder no quesito entre os jogadores do Flamengo, com 42 em 17 jogos. Renê, que não é mais titular, também se destaca: são 28 roubadas de bola em 12 atuações.


Cartões Amarelos
A força defensiva não se confunde com violência: o Mais Querido é apenas a quinta equipe com mais advertências no campeonato. São 51 cartões – uma média de 2,7 por jogo. Em 19 rodadas, apenas uma expulsão aconteceu: Berrío, contra o Corinthians, na 11ª rodada.

O jogador mais vezes amarelado é Diego Ribas, que foi advertido cinco vezes em nove partidas. Nenhuma delas, porém, com cartão vermelho.

Veja também

  • CUIDADO NAÇÃO!!
    Muita gente entra nos sites de notícias do Mengão com o único intuito de desestabilizar. Se perder dois jogos seguidos, a mesma imprensa que elogia será a que criticará.
    Tem muito Gremista louco pra impor uma “soberba” no time do Flamengo. Tem muito palmeirense louco pra acabar com o clima do Flamengo. Fiquem de olho! Querem desestabilizar o time e a torcida. Mas a potência acordou, financeiramente e futebolísticamente.
    Pessoas entram nos sites de notícias do flamengo para criticar o Diego, o Gabigol etc.. Vocês acham mesmo que esses bostinhas desses são rubro-negros?? Jamais.
    É o Grêmio que está com soberba. Vejam: foi o Renato Gaúcho que disse que o time dele é o melhor do Brasil, depois a imprensa veio atrás do J. Jesus para comentar. É o Tardelli que deu entrevista falando do Flamengo, o Presidente do Grêmio que falou publicamente. Notem que em nenhum momento um jogador do Mengão, nosso técnico ou dirigente provocou um incidente. Isto tudo é artimanha destes safados que odeiam o Fla.
    Temos que valorizar e apoiar nossos jogadores. O Diego já foi muito importante, por exemplo, vale lembrar que nos classificamos para libertadores há 3 anos, todos com a participação do Diego. Temos que apoiar, é normal um não estar bem, mas temos elenco forte.
    Hoje temos um elenco completo, infelizmente não tínhamos nos últimos anos.
    Vamos manter humildade, o Jesus sabe disso, que é importante manter a concentração. Vamos apoiar.
    Confio no time nos dois campeonatos: Brasileiro e Libertadores.

Comentários não são permitidos.