Athletico-PR x Flamengo: dupla se encontra pela quarta vez em 2019 e duelo reedita estreia de Mister

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO

Em 2019, Flamengo e Athletico vão se encontrar pelo dobro de vezes dos tradicionais duelos marcados pelos turnos do Brasileirão. Neste domingo (13), o quarto e último confronto entre primeiro e décimo colocado. O retrospecto, porém, não é favorável para nenhum dos rubro-negros. Isto porque, neste ano, o Furacão ainda não venceu (durante o tempo regulamentar) seu adversário carioca. Por outro lado, o Mais Querido nunca somou três pontos na Arena da Baixada, pelo Campeonato Brasileiro. A partida marca também o retorno de Jorge Jesus ao seu local de estreia pela equipe da Gávea.


Um banco sem tarifas! Venha para o BS2, aqui cuidamos de seu dinheiro, e você ainda ajuda seu time do coração!


O Mister, marca exclusiva de Jorge Jesus no Brasil, precisou de apenas três meses para fazer história e levar seu elenco ao topo entre os times de melhor campanha na era dos pontos corridos do Campeonato Brasileiro. Certamente o pior momento de sua passagem até aqui foi justamente contra o Athletico, no Maracanã – eliminação na Copa do Brasil nos pênaltis. Apesar da saída precoce do torneio, o Flamengo empatou os dois confrontos decisivos com o adversário (1 a 1 na ida e na volta).

Em seu primeiro jogo, o português se deparou com a decepção – o empate em 1 a 1 contra o Athletico, no Maracanã, custou a eliminação dos donos da casa nos pênaltis. Sobrou inspiração para Santos, goleiro do CAP, e faltou para os batedores cariocas. Diego Ribas, Vitinho e Everton Ribeiro desperdiçaram suas cobranças e a festa foi de outro rubro-negro no Rio de Janeiro. O Flamengo, sem algumas peças atuais, foi a campo com:

  • Diego Alves; Rafinha (substituído por Rodinei), Léo Duarte, Rodrigo Caio e Renê; Cuéllar, Everton Ribeiro, Diego, Arrascaeta (substituído por Vitinho) e Lincoln (substituído por Berrío); Gabriel Barbosa (autor do gol durante tempo regulamentar).

O momento, porém, é distinto para as duas equipes. O Athletico ainda saboreia sua primeira conquista da Copa do Brasil e venceu dois dos últimos cinco jogos pelo Brasileirão – empatou os outros três. Já o Flamengo vivia uma situação conturbada com a saída de Abel Braga. O técnico não resistiu a pressão de grande parte da torcida e pediu demissão. De julho para cá, Jorge Jesus acumula vitórias e desempenhos imbatíveis – são quatro saldos positivos e uma igualdade, nas últimas cinco rodadas.

Flamengo e Athletico se enfrentam neste domingo (13), às 16h, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. Se vencer, o Rubro-Negro Carioca mantém oito pontos de vantagem do Palmeiras (vencedor no duelo contra o Botafogo).

Veja também

  • Acho que deveria ser proibido jogo em grama sintética pois assim ficaria qual pra todos os times.

  • Vamos pra cima deles Mengo!!!
    Só achei que o Mister ficou devendo em sair pelo portão de carga do aeroporto de Curitiba .Deixando nos torcedores dentro do aeroporto de braços abertos esperando o time famílias , crianças e até cadeirantes

  • Athletico tem a sétima melhor campanha como visitante e nona como mandante nesse Brasileirão mas a culpa é da grama sintética

  • Fernandel Walker sua visão foi perfeita, concordo plenamente contigo. É só isolar o principal jogador deles que a vitória é do mengão.

  • Hiei, concordo plenamente. Joguinho chato, pois é no capim falso que só eles tem no Brasil, mas agora é outra história. E só perdemos a vaga para a Copa do Brasil pois o time vinha de uma mudança complicada de treinador, sem saber ainda quem era o Mister e ainda sofrendo com a falta de confiança. A prova é que algum tempo depois, eliminamos o Emelec nos pênaltis sem perder nenhum. O Mister agora está bem e o nosso time arrumado e com padrão de jogo, com todo mundo bem adaptado. Vai ser osso pra eles ter que nos enfrentar tb cheio de desfalques. Basta isolar o ligeirinho deles, como fizemos com o Cebolinha, que dá pra ganhar lá.

  • Jogo complicado, mas Fla tem time pra vencer o sintético nessa grama maldita.

Comentários não são permitidos.