Braz mantém discurso de ‘pés no chão’ e minimiza ida à final: “Ainda não fomos a lugar nenhum”

FOTO: MARCELO CORTES / FLAMENGO

Atuação de gala, goleada no Maracanã e classificação para a final da Libertadores. O Flamengo tem motivos de sobra para comemorar depois de atropelar o Grêmio, por 5 a 0, e avançar para a grande decisão do torneio continental. O vice de futebol Marcos Braz, porém, prefere manter o discurso de pés no chão, como já vem sido destacado pelos jogadores em entrevistas.

O dirigente rubro-negro foi enfático ao afirmar que o Fla ainda não chegou a lugar nenhum, como forma de destacar que a equipe precisa conquistar os títulos para coroar as boas atuações e tudo o que vem sendo feito na temporada. Além disso, também destacou o trabalho do departamento de futebol e voltou a falar sobre manter os pés no chão.

Primeiro, até agora, a gente ainda não foi a lugar nenhum. Ganhamos o Estadual, estamos bem posicionados no Brasileiro e daqui a um mês tem um jogo na Libertadores. Esse trabalho é um trabalho de equipe. Spindel, Pelaipe, Landim sempre dando os apoios imprescindíveis… O conselho do futebol… Tem toda uma equipe que nos ajudou e nos ajuda no dia a dia para fazer essa equipe estar aí -, disse Braz, completando:

Eu acho que é ter tranquilidade, não acabou o Campeonato Brasileiro. Há 10 anos, o Palmeiras estava com oito pontos na frente e chegou a fazer 12. Vocês sabem o que aconteceu. Temos que ser prudentes, não estou querendo rasgar seda de nada. Acho que tem que ser prudente. O futebol apresenta peças que são muito perigosas -, declarou.

Com a grande vitória sobre o Grêmio de Renato Gaúcho, o Flamengo disputará a final contra o River Plate, da Argentina. A decisão está marcada para acontecer no dia 23 de novembro (sábado), em Santiago, no Chile. Antes disso, o Rubro-Negro enfrenta o CSA, em duelo válido pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Veja também