É FINALISTA! Em exibição de gala, Flamengo atropela o Grêmio no Maraca e vai à final da Libertadores

FOTO: FOTO FC

Atuação de gala. Assim pode ser definido o desempenho do Flamengo no atropelo em cima do Grêmio, pelo placar de 5 a 0, na noite desta quarta-feira (23), com quase 70 mil torcedores no Maracanã. A equipe comandada por Jorge Jesus não teve conhecimento do Tricolor, que nada pôde fazer, e vai à final da Libertadores para enfrentar o River Plate, da Argentina. A decisão acontece no dia 23 de novembro, em Santiago, no Chile.

O JOGO

Os primeiros 15 minutos foram marcados por um jogo truncado, principalmente por conta da forte marcação exercida pelo Grêmio. O Flamengo, por sua vez, se mostrava com uma marcação mais baixa e tentava se manter com a posse de bola.

A primeira grande chance foi da equipe comandada por Renato Gaúcho, que precisava do resultado, visto que o 0 a 0 garantiria a classificação para o Rubro-Negro. Everton “Cebolinha” recebeu na ponta esquerda, aos 18 minutos, e cruzou por baixo para a área. Diego Alves conseguiu fazer o corte parcial, a bola sobrou limpa para Maicon, mas Diego voltou a intervir para salvar o clube da Gávea.


Como cuidar do seu dinheiro e ajudar o Flamengo ao mesmo tempo? Isso é fácil, com o Banco BS2!


O Fla acordou e respondeu aos 26, com Bruno Henrique. Rafinha fez lindo cruzamento, e o camisa 27, posicionado na marca do pênalti, subiu pelo alto e conseguiu cabecear com muito perigo ao gol defendido por Paulo Victor. A bola passou à direita do arqueiro.

Melhor na partida, mesmo não exercendo tanta pressão, a equipe carioca voltou a assustar aos 39. Depois de disputa no meio de campo, a bola sobrou para Gabigol na área. O atacante chutou forte, mas o arremate parou nas mãos de Paulo Victor, que não deu rebote.

Se na criação, a equipe de Jorge Jesus chegava pouco, no contra-ataque acabou sendo mortal. Aos 41, Bruno Henrique puxou contra-ataque e lançou Gabigol, que recebeu dentro de área e chutou forte. Paulo Victor defendeu parcialmente, mas a bola sobrou limpa para Bruno Henrique empurrar para o fundo da rede.

O Flamengo voltou do intervalo pressionando o adversário e foi recompensado, logo no primeiro minuto da etapa complementar. Arrascaeta cobrou escanteio pela esquerda, a zaga gremista afastou, mas a bola sobrou na entrada da área para Gabriel, que dominou e acertou um lindo chute, ampliando a vantagem para o Rubro-Negro.

A vantagem se tornou ainda maior aos sete minutos. Bruno Henrique sofreu pênalti de Geromel depois de passar pelo zagueiro na área. Gabigol não deu chances para Paulo Victor, que nem saiu na foto, e o clube da Gávea se encaminhava para uma goleada.

Pablo Marí e Rodrigo Caio ainda tiveram tempo de marcar o quarto e o quinto gol, respectivamente, do Rubro-Negro, deixando a partida ainda mais feia para o “falastrão” Renato Gaúcho. Em exibição da gala, o Fla chegou aos 5 a 0 e, ainda assim, se manteve com a posse. A torcida fez a festa no Maracanã, soltando o grito de “olé” em cada troque de passes do Mais Querido, que pela segunda vez em sua história vai a uma final de Libertadores.

Veja também

  • Parabéns aos torcedores novos que não viram o time de Zico jogar e continuaram firmes sendo Flamenguistas natos. Vcs tem agora a sensação que eu e muitos outros tivemos na geração Zico.

Comentários não são permitidos.