Flamengo bate o CSA no Maracanã e mantém boa distância na liderança do Brasileirão

FOTO: MARCELO CORTES / FLAMENGO

Não foi uma atuação impecável tecnicamente, mas os três pontos foram conquistados. O Flamengo voltou a vencer no Brasileirão, por 1 a 0, em cima do CSA, depois de atuação abaixo do esperado. A equipe comandada por Jorge Jesus ainda perdeu muitas chances ao longo do jogo, mas se manteve à frente do placar até o fim.

Com a vitória conquistada no Maracanã, com quase 70 mil torcedores presentes, o Rubro-Negro chegou 67 pontos na tabela e mantém a distância de dez pontos na liderança em relação ao Palmeiras, segundo colocado. O clube da Gávea volta a campo na próxima quinta-feira (31) para enfrentar o Goiás.

O JOGO

Como já era de se esperar, o Flamengo ditou o ritmo da partida nos primeiros minutos, encurralando o CSA em seu campo de defesa, para sair à frente no placar logo no início.

Pressionando bastante, a equipe carioca abriu o marcador logo aos oito minutos. Everton Ribeiro dominou no meio, se livrou da marcação e tocou na área para Arrascaeta. O uruguaio dominou, deixou o zagueiro adversário caído após cortar para a perna esquerda e bateu no cantinho, não dando chances ao goleiro do CSA.


Como cuidar do seu dinheiro e ajudar o Flamengo ao mesmo tempo? Isso é fácil, com o Banco BS2!


O Fla teve chance de ampliar aos 28, com Everton Ribeiro. O meia dominou pela direita, invadiu a área e bateu rasteiro de perna esquerda, mas a bola passou próximo da trave defendida por João Carlos.

Após tirar o pé do acelerador, o Rubro-Negro acabou sofrendo duas vezes em ótimas chegadas da equipe alagoana. Diego Alves, porém, entrou em cena e evitou o empate. Em uma das chances, aos 40, Dawhan conseguiu tirar Thuler com um drible na área e bateu forte, mas o goleiro do Fla se sobressaiu e fez defesa fantástica.

Depois de susto do CSA, o Flamengo pareceu ter acordado nos últimos minutos do primeiro tempo e perdeu duas grandes chances, com Arrascaeta e com Bruno Henrique. No lance do camisa 14, aos 42 minutos, a bola passou raspando à trave adversária depois de o meia receber passe açucarado de Bruno Henrique na área.

O Rubro-Negro voltou para a etapa complementar e permaneceu errando no último passe, perdendo boas oportunidades para ampliar a partida. Em contrapartida, o CSA começava a gostar do jogo, saía bem nos contra-ataques, mas também não conseguia definir.

Percebendo o placar “perigoso” no duelo, o técnico Jorge Jesus sacou os meias Everton Ribeiro e Arrascaeta e lançou Vitinho e Reinier, aos 24 minutos. Mas foi Gabigol quem teve a melhor chance nos minutos finais do segundo tempo, mas o goleiro do CSA voltou a salvar a equipe, e o placar se manteve em 1 a 0.

Veja também

  • Aos soberbos de plantão, que não conhecem futebol e/ou nunca pisaram em um Gramado, informo que foi 1 x 0 e o Diego Alves foi o melhor em campo. Já sei: ele está lá para isso mesmo !
    Espero que tenhamos um melhor dissernimento e que tenhamos respeito jogo a jogo, manter a humildade, o foco e muita garra.
    Temos duas belas competições para conquistar nossos objetivos: ser campeões. Só é campeão depois que ganha matemáticamente.
    Aos infiltrados, vão ver se eu estou lá na esquina !

Comentários não são permitidos.