Braz relata agressão de gerente de futebol do Vasco a Gabigol: “Foi na frente de todo mundo”

FOTO: REPRODUÇÃO

O Flamengo ficou apenas no empate em 4 a 4 com o Vasco na noite desta quarta-feira (13), no Maracanã. Os ânimos ficaram mais exaltas após o apito final do árbitro e, em entrevista na zona mista, o vice de futebol Marcos Braz relatou uma agressão de um integrante da comissão técnica do Vasco a Gabigol.

A confusão foi dentro do campo. Aqui fora não teve praticamente nada, só o deixa disso. Foi o que eu falei ali atrás: “entre os jogadores ter discussão, entrar um pouco mais duro e depois sair abraços é normal do jogo”. O que não pode acontecer é um integrante da comissão técnica do Vasco agredir um jogador do Flamengo (Gabigol) pós-jogo. Aí, quando acontece um fato desse que não é plausível do jogo, a gente tem que chegar e questionar pra ver o que está acontecendo. Isso aí foi na frente de todo mundo -, disse o dirigente, indo além:

Isso aí, pra deixar bem claro, nada tem a ver com os jogadores do Vasco. É o único ponto que não é plausível que aconteça, um integrante da comissão técnica do Vasco agredir um jogador (do Flamengo) -, completou. Após imagens capturadas pelo “Premiere”, foi mostrado que a agressão partiu do gerente de futebol do Vasco, André Souza.


Como cuidar do seu dinheiro e ajudar o Flamengo ao mesmo tempo? Isso é fácil, ative sua conta no Banco BS2!


Com o empate diante do Vasco, o Flamengo chegou a 78 pontos e se mantém na liderança isolada do Campeonato Brasileiro. O próximo compromisso dos comandados de Jorge Jesus acontece diante do Grêmio, neste domingo (17), em Porto Alegre.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *