Histórico na temporada, curiosidades, e mais: confira o ‘Raio-X’ do Al-Hilal, possível adversário do Fla no Mundial

FOTO: DIVULGAÇÃO / FIFA

Por: Marvin Machado

O Flamengo deu fim à sua participação no Campeonato Brasileiro no último domingo (08), porém, diferente das demais equipes nacionais, o Rubro-Negro ainda tem partidas a realizar no ano. Campeão da Libertadores, o Fla disputará o Mundial Interclubes, em Doha, no Catar. Por ser da América do Sul, o clube entra diretamente na fase de semifinal da competição. Enquanto isso, o adversário que vai encarar o Mais Querido será conhecido após o confronto entre Al Hilal, da Arábia Saudita, e Espérance, da Tunísia. Neste embate, que está marcado para o próximo sábado (14), o time árabe chega como favorito, tendo nomes de peso em seu plantel.

CONFIRA ABAIXO O ‘RAIO-X’ DA EQUIPE:

Como se classificou para o Mundial?

O Al-Hilal obteve vaga no Mundial de Clubes ao conquistar o título da Liga dos Campeões da Ásia, após vitória em cima do Urawa Red Diamonds, do Japão, com placar agregado de 3 a 0 (venceu o primeiro jogo por 1 a 0, e na segunda e decisiva partida da final voltou a triunfar, desta vez por 2 a 0).


Como cuidar do seu dinheiro e ajudar o Flamengo ao mesmo tempo? Isso é fácil, ative sua conta no Banco BS2!


Histórico na temporada

  • 2018-2019

Vitórias: 41
Empates: 9
Derrotas: 9
Gols marcados: 125
Gols sofridos: 60
Títulos: 2

  • 2019-2020

Vitórias: 7
Empates: 2
Derrotas: 1
Gols marcados: 26
Gols sofridos: 11
Títulos:

*Dados retirados do portal “oGol”.

Artilheiro

O artilheiro e grande nome da equipe é o francês Bafétimbi Gomis. O atacante balançou as redes 30 vezes em 41 jogos na última temporada pelo time árabe, sendo eleito o melhor jogador da Champions da Ásia. Ele segue em boa fase na equipe, que disputa atualmente a Liga Árabe e está inserida na fase de grupos da próxima Liga dos Campeões da Ásia.

Gomis tem 34 anos e já rodou por Galatasaray, Olympique de Marseille, Lyon, Swansea City e Saint-Étienne, antes de chegar ao Al-Hilal, deixando boa impressão por todos estes clubes. Também atuou pela seleção francesa, mas, devido à grande concorrência na posição, teve poucas oportunidades entre os titulares.

Técnicos recentes

O Al-Hilal é comandado atualmente pelo romeno Razvan Lucescu, mas teve como técnico um nome bastante conhecido pelos rubro-negros. Trata-se do português Jorge Jesus, que esteve no comando da equipe por apenas sete meses, conquistando a Supercopa Saudita. De lá para cá, além de Jesus, passaram pelo clube saudita o argentino Juan Brown, o croata Zoran Mamic e o brasileiro Péricles Chamusca.

Curiosidades

A equipe desponta como um dos principais times da Arábia Saudita. Em sua história, foram 15 títulos de campeonatos nacionais, oito Copas Saudita, duas Supercopas Saudita, além de ter sido o vencedor de três Ligas dos Campeões da Ásia.

No que diz respeito ao poder de investimento, o clube saudita também não deixa a desejar. Os dirigentes investiram pesado para trazer Jorge Jesus, que tinha mercado na Europa, para comandar o time na temporada de 2018/2019, pouco antes de o treinador assumir o Fla.

Na lista de jogadores, além de Gomis, estão nomes conhecidos como Gustavo Cuéllar, que até meados do ano defendia o Rubro-Negro, o italiano Sebastian Giovinco e o peruano André Carrillo, sendo este o reforço mais caro da história do clube, custando 9,5 milhões de euros (cerca de R$ 42 milhões na cotação à época) aos cofres da equipe.