Após comentários considerados homofóbicos na transmissão do Fla-Flu, narrador rubro-negro se retrata; veja posicionamento do clube

FOTO: REPRODUÇÃO/FLATV

O Flamengo venceu o Fluminense por 3 a 2 e garantiu vaga na decisão da Taça Guanabara, mas a partida da última quarta-feira ainda está dando o que falar. Durante a transmissão do duelo, o narrador Emerson Santos fez comentários considerados homofóbicos na hora de se referir aos atletas rivais. A ação foi reprovada pelo clube, que se posicionou sobre o assunto.

O time do Fluminense está tendo um ataque show das poderosas. Que loucura, todo mundo em cima do árbitro – disse Emerson Santos.

O comentarista Alexandre Tavares seguiu no embalo do narrador e também soltou um comentário ironizado os jogadores do Fluminense que reclamavam com o árbitro da partida: “Arrasou, querida”.


Veja Flamengo x Del Valle, pela final da Recopa, onde você estiver, inteiramente de graça!


Emerson Santos usou as suas redes sociais para pedir desculpas sobre o comentário feito durante o Fla-Flu da semifinal da Taça Guanabara. O narrador ainda afirmou que o equívoco não reflete nos pensamentos da FlaTV e do clube em geral.

Em seu perfil oficial no Twitter, o Flamengo repudiou as atitudes do narrador e do comentarista durante a transmissão. O clube pediu desculpas aos torcedores do Fluminense e garantiu que não irá tolerar mais nenhuma situação parecida.

Veja o posicionamento do narrador sobre o caso:

Confira o comunicado do Flamengo sobre o caso:

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Libero todos os canais de TV (TELECINE, PREMIERE FC, COMBATE, HBO, DISCOVERY, INFANTIS, ADULTOS, ETC) e coloco 3.000 filmes e 280 séries completas por apenas R$ 35 mensais. Teste de 2 horas grátis. Sem antena! Basta ter internet! Pare de pagar entre 200 e 400 para ter bons canais de TV. Meu WhatsApp: 21 988788640

  • Se não pode mais chamar de “Viado”na próxima vez só muda o nome e grita…” TIME DE DELICADOS” pronto aí a patrulha do mimimi fica perdida!!!kkkkkkkkk

  • Fernanda Elmer, você está muito errado. MUITO ERRADO. MUITO ERRADO. ERRADÍCIMO. ERRADO DEMAIS.

  • UÉ, TIRAR UM SARRO NOS PEDERASTAS, AGORA É HOMOFOBIA ?

  • Chega de mi mi mi da era ptralha que tinha como objetivo dividir e confrontar os brasileiros!!!! CHEGA DE MI MI MI!!!!

  • Ridículo! Ninguém deveria pedir desculpas. Não houve ofendido. Não se pode pedir desculpas ao vento. Ninguém foi citado. Usando essa régua da babaquice, feira que proibir o “mulambo”, “silêncio na favela”, “urubu”, etc
    Deixem o futebol em paz.
    Essa esquerda calhorda tomou conta de tudo

  • Fica pono apelido ni nós, mais agora isso e crime urubu

  • Que mí mi mi do caralho…futebol está próximo do fim

  • DESBLOQUEAMOS OS CANAIS PREMIERE, TELECINE, COMBATE E CANAIS ADULTTOS PARA ASSINANTES DE TV POR ASSINATURA DE QUALQUER LUGAR DO BRASIL E TAMBÉM REDUZIMOS O VALOR DA FATURA. SÓ PAGA DEPOIS QUE O SERVIÇO FOR FEITO. WHATSAPP 11957540287..

  • O narrador só se retratou pq existe uma onda de babaquice hj em dia, e é muito melhor se retratar do que ter uma dor de cabeça eterna com esses babacas. É como me encontro hj, depois de alguns anos vivendo nesse mundo cão: “prefiro ter paz a ter razão”. A torcida do Vasco, mesmo o clube “se orgulhando” de nunca ter tido preconceitos, “se orgulha” de ter sido o primeiro clube brasileiro a contratar jogadores negros, repito, a torcida do Vasco deu de chamar os torcedores do Flamengo de “urubus”, fazendo, naturalmente, alusão à cor da pele da maioria dos torcedores do Flamengo, no ver deles. A Nação transformou a ingerência preconceituosa em símbolo do clube. Em tom jocoso e depreciativo, chamavam os rubronegros de “favelados”. A Nação adotou a “favela”, e o que era feito para ofender perdeu completamente a graça. Agora deram de chamar os rubronegros de “mulambos”, num notório preconceito social, como o “favelado”, aludindo que a Nação é feita de gente sem-teto, gente suja, maltrapilha, sem eira nem beira, mendigos, miseráveis, etc. Eu não vi até agora nenhuma diretoria de clube se manifestar quanto a isso. Qualquer merda que falem do Flamengo é tolerada. Quando chamamos os viadinhos de VIADINHOS, aí é homofobia? Virou crime? É TIME DE VIADOS MESMO! Foda-se toda essa celeuma! Não somos “urubus”, “favelados” e “mulambos”? Então tricolor é viado mesmo! E vem dizer que eu estou errado, vem…. Vai levar um “VAI TOMAR NO OLHO DO CÚ” muito bem dado pelas fuças.

  • Putz!!! Daqui uns dias acontece igual ao filme Minority Report…

  • Povinho chato, daqui a pouco vão exigir cota de jogadores gays por time, negócio sem sentido. Isso acontece no mundo inteiro, fica cada vez mais claro que se trata de ação orquestrada, patrocinada, dinheiro de George Soros, fundações Ford, Rockefeller, turminha da ONU, não falta gente doida e desocupada pra patrocinar essas chatices e forçar a todos a aceitarem essa coisa sem noção. O que cada um faz entre 4 paredes é problema de cada um, mas não me venha encher a paciência com essa maluquice de ideologia de gênero e coisas do tipo. Viram que essa maluquice não vai avançar na “normalidade”, então “compram” dirigentes e congressistas para criarem leis malucas que forçam as pessoas a se calarem. Pior ainda foi quando um conhecido foi buscar ajuda com psicólogo, pois estava infeliz com sua tendência homossexual, queria entender e mudar este comportamento, daí teve como resposta que criaram uma lei que proíbe os psicólogos de tratarem casos como este, cancelam o registro do profissional que tentar ajudar alguém mesmo que a pessoa queira de vontade própria … lamentável, a coisa só tende a piorar!

  • Palhaçada isso. Não podemos mais rir nas transmissões pq não pode ter brincadeira.

    E a parte que o Calheiros chamou o Egídio de Alegídio? Não ofende às pessoas com deficiência?

    Vtnc essa porra de patrulhar brincadeiras como essas…Vão acabar com a graça do futebol.

  • Chamar um hétero de gay ou outra coisa nesse sentido nunca que será preconceito. É apenas zuada. Agora achar ruim ser chamado de viado, achando que ser viado é uma ofensa é onde está o verdadeiro preconceito.

  • Estão todos furiosos porque não deixaram o Vasco ganhar acreditando que bateriam de frente com o flamengo, perderam mais de 2 milhões e ainda tem que pagar a propina da arbitragem. Claro, pois nem uma arbitragem de várzea cometeria um erro grotesco igual o do segundo gol validado.

  • Nossa agora nao pode mais falar nada.
    Isso foi só zuação total, acho que tao levando para um plano mto extremo.
    Daqui a pouco nao vao poder chamar o fla de mulambo, ou o flu de poderosas… enfim.

    Isto é totalmente diferente do que brincar com uma situação como os meninos mortos, vira um humor negro.

  • A polarização que a sociedade brasileira sofre nos últimos anos vem desagregando famílias e amigos.
    Julgo que o comentário foi homofóbico porque o comentarista se retratou, reconhecendo seu preconceito.
    Agora, vamos pensar: a quem o comentário ofendeu? Os homo-afetivos? Não! Os tricolores? Os flamenguistas? Seja quem for, os ofendidos é que são os reais homofóbicos. Se o comentário fosse simplesmente desprezado, a polêmica não existiria.

    Homosexuais existem em todo lugar, todas as torcidas, na do Flamengo não é diferente. No carnaval, é comum homens se travestirem para participar dos “blocos das piranhas”, uma das diversões carnavalescas mais respeitadoras que já presenciei com a minha família.

    Portanto, também condeno o comentarista porque ele se acusou, mas não vejo motivos para comoção, já que a diversidade é uma realidade, uma normalidade e com normalidade deve ser tratada e considerada.

  • Tudo viado…jogar contra viado é foda.

  • Cara, esta bagaça do “politicamente correto” tá matando a zoação! é uma palhaçada! acho que quem se ofende com uma zoação destas é pq se sente mesmo do que está sendo zoado e que ser respeitado por isso! saudade do tempo que não existia essa frescura e nem este absurdo conceito de esquerda “alto nível de consciência de classe”.