Wallim explica saída do Flamengo e faz críticas à gestão comandada por Landim

FOTO: DIVULGAÇÃO

Wallim Vasconcelos, ex-vice presidente de finanças do Flamengo, deu um depoimento no twitter para explicar sua renúncia. Ele crítica a forma no qual o clube é gerido: “Na verdade nunca fomos um verdadeiro colegiado, desperdiçando, a meu vê, a oportunidade de um debate de alto nível com todos os participantes”. Segundo ele, “o sucesso no futebol não pode encobrir as deficiências que ainda temos na gestão”. Confira na integra a declaração:

“Como todos já sabem, na última segunda-feira apresentei minha carta de renúncia ao cargo de vice-presidente de finanças do C.R do Flamengo, função que exerci durante o ano de 2019 e que muito me honrou. Neste período, dei a minha contribuição para a construção de um Flamengo sempre melhor e maior, nosso objetivo desde o início dessa jornada, em 2012.


Não perca: Flamengo X Del Valle, na internet, você só vê aqui!


Enquanto estive à frente da pasta de finanças, liderei os seguintes projetos a saber:
– contratação da pioneira da EY, uma das 4 maiores empresas globais de auditoria externa, para auditar as demontrações financeiras do Clube referente ao exercício de 2019. Tal feito representa algo inédito no setor, tornando o CRF o primeiro clube, na América Latina, a contrar com auditoria independente de primeira linha;

– obtenção de relevantes linhas de crédito junto a instituições financeiras, sem garantias, com risco Flamengo, fato também pioneiro no contexto do futebol brasileiro;

– negociação concluída com uma das maiores agências de rating de crédito do mundo, para avaliação do risco de crédito do Flamengo, igualmente de forma inédia e pioneira no Brasil;

– elaboração de estudo envolvendo a estrututa organizacional da área financeira, descrição das funções, das competências e níveis de remuneração.

Assim, entendo ter contribuído para colocar o Flamengo, também no campo das finanças, aonde ele sempre deveria estar – no topo, liderando com boas práticas e inspirando os demais.

Deixo o clube com uma situação financeira equilibrada, taxa de juros mais baixas e dívida com perfil de pagamento no médio e longo prazos, ajustada para o fluxo de caixa projetado.

A minha renúncia deveu-se, sobretudo, às divergências em relação ao estilo de gestão, aonde a maioria dos vice-presidentes possui pouca participação nas discussões de assuntos relevantes e impactantes na vida do clube. Na verdade nunca fomos um verdadeiro colegiado, desperdiçando, ao meu ver, a oportunidade de um debate de alto nível com todos os participantes. Todos nós perdemos, o Flamengo, como instituição, também perde. Mas entendo que o presidente do clube tem o direito de geri-lo da maneira como entender melhor, pois foi eleito legitimamente para isso.

No caso específico da pasta de finanças, a responsabilidade do vice-presidente de um clube do tamanho do Flamengo é imensa e requer a participação na discussão e na decisão dos temas que afetam diretamente o caixa e os compromissos financeiros do clube, o que raramente aconteceu em 2019.

Além disso, tenho a certeza que podemos e temos que melhorar em algumas áreas, alvos de justas críticas por parte dos nossos torcedores e da imprensa. Sem investir em pessoas e contratar empresas muito qualificadas, nosso crescimento estará limitado. Temos uma oportunidade gigantesca de atingirmos um patamar nunca visto no futebol mundial por um clube brasileiro e por um longo tempo, mas, para isso, temos que selecionar bem quem vai nos ajudar a alcançá-lo. Clubes globais necessitam das melhores empresas para assessorá-los em seu crescimento e desenvolvimento,

O sucesso do futebol não pode encobrir as deficiências que ainda temos na gestão.

Portanto, por não ter conseguido sequer ser ouvido, apesar de ter tentado várias vezes, em inúmeras situações, cheguei à conclusão que meu ciclo no Flamengo terminou.

Nos 3,5 anos que participei da gestão do Flamengo, ganhamos quase todos os títulos que sonhávamos no futebol, faltando apenas o mundial, no qual chegamos à final. Em 2019, também voltamos a ganhar todas as competições no remo depois de seis anos e anos destacarmos nas modalidades olímpicas. Em 2012, poucos acreditavam que conseguiríamos recuperar o Flamengo e tirá-lo da pior crise da sua história, resgatando sua reputação, credibilidade e sustentabilidade financeira.

Por isso, sinto-me recompensando e não me arrependo de nada do que fiz e passei. Valeu muito a pena!

Coloquei-me à disposição do Presidente Landim para ajudar sempre que o Flamengo precisar e ele julgar necessário.

Agradeço aos meus colegas Vice-Presidentes, aos Presidentes dos Poderes, associados e funcionários pelo apoio durante os anos que participei da gestão do Flamengo.

Desejo ao Presidente Rodolfo Landim e à sua diretoria todo sucesso no restante do mandato.

Saudações Rubro-Negras!

Wallim Vasconcellos”

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Na boa… esse Wallim é um arregão!

  • Esse tal de BAP, é uma desgraça, um câncer para o Flamengo. Desagregador, EGOCÊNTRICO, INDIVIDUALISTA, E NÃO ENTENDE NADA DE FUTEBOL. #ForaBap

  • Primeiro com Bandeira, agora com Landim. Não duvido que tenham problemas, mas o cara não é resiliente. Estou para conhecer alguma administração que é tudo perfeita. A realidade é que as pessoas pensam diferente, mas se levar tudo para o lado pessoal, as coisas não andam. Quando alguém tem uma ideia diferente, tem que apresentar, e poderá ou não ser aceita, até mesmo sendo a melhor. Quando a pessoa quer, ela segura firme, mesmo sendo difícil.

  • Não precisamos ser como o passado, nem eu falei isto …

    Mas para que pagar só de salario e direito de imagem aos jogadores acima de 300 milhões anuais e aumentar a divida no final de 2020 para 1 Bilhão ?

    Cedemos aos interesses do Gabigol e envolvidos (?) e contratamos pensando como tivéssemos todo o dinheiro do mundo ….

    Repito… torço que não… mas um dia vai chegar a conta …. precisamos ter os pés no chão para que isto não ocorra e continuarmos progredindo ano a ano como fazem os clubes da Europa e não sermos movidos também pela emoção quando o assunto é dinheiro

  • Eu também estou enojado desse Flamengo. Boas eram as administrações do Kleber Leite, Edmundo Santos, Patrícia Amorim, Márcio Braga, Veloso etc. Não vejo a hora de voltar aos bons tempos de brigar só pelo Carioca e tomar lavadas no Brasileirão. Como era bom perder para o Bragantino, Ponte Preta, Paraná Clube etc.

  • Muitas mensagens julgando o Wallin , mas a verdade é que ninguém sabe a verdade…. O que ele estava alertando ????…. o que não estava sendo escutado ???….

    Talvez tenha alertado sobre o aumento significativo da divida do Flamengo… no ano de 2019 a divida aumentou de 500 para 700 milhões e para o fim de 2020 estima-se chegar na casa de 1 Bilhão em divida !!!!!…

    Estamos com um elenco inchado e pagando caro aos jogadores. a folha anual é acima de 300 milhões !!!! e temos 21 jogadores ganhando acima de 400 mil reais e vários acima de 1 milhão dentre eles Vitinho com 1 milhão e Gabigol com 1,6 milhoes mensais !!!!…

    Acontece que para prosperar sempre tem que se ter investimento consciente , para que continue a crescer mesmo que títulos não venham…

    Mas o pensamento é imediatista e leva em consideração que levaremos quase todos os títulos em 2020 e se isto não acontecer tudo começa a se desmoronar como aconteceu com o Corinthias e esta acontecendo com o Palmeiras ….

  • Depois de afirmar em campanha para a presidência que estava acertado com o Sampaoli, e ser completamente desmentido pelo mesmo, eu fiquei com um bom pé atrás com o Wallim. Segue abaixo as aspas do Sampaoli na época:

    “Isso do Flamengo só pode ser uma intenção política. Não conheço esse senhor, eu não tenho representante, ele não me representa em nada. Sempre cuidei sozinho. Falar que tenho algo firmado me parece vergonhoso, não tem nenhuma verdade. É impossível que eu tenha um acordo”.

  • Toda vez que esse cara sai, tem um problema. Quem é que chama? Cara chato!

  • PESSOAL, NÃO SE ENGANE, A VAIDADE SEMPRE CAUSA RUPTURAS.
    UM SEMPRE QUER UM POUCO MAIS DO QUE LHE DÃO.
    OS BASTIDORES É UM AMBIENTE MUITO TÓXICO, E POUCOS RESISTEM.
    OBRIGADO VALIM, VC FOI MUITO ÚTIL PARA NOSSO DESENVOVIMENTO.
    VALE RESSALTAR QUER O BAP ABANDONOU O NOSSO TIME DE BASQUETE COM SUA RUPTURA COM O BANDEIRA DE MELO.
    SE O CARA ESTIVESSE INTERESSADO NO SUCESSO DO FLAMENGO, NÃO TERIA FEITO O QUE FEZ.
    ESTE BAP NÃO ME DEIXO BOA IMPRESSÃO.
    VAMOS SAPECAR AS FLORES HOJE.
    SRN.

  • Esse Valim saiu brigado com Bandeira e agora com o Rodolfo ele quer sentar na cadeira do Prisidente kkkkk

  • Estilo de colaborador gentleman, mas, sensível . Às vezes precisamos ter casco de tatu para lidar com determinadas situações .

  • Se realmente houve mudança na forma de gerir os negócios internos do Flamengo.
    Certamente foi necessário. Os resultados comprovam.
    Pelo visto o Sr Valim, era desde a administração Bandeira,
    a maçã podre do balaio.

  • “O combinado nunca sai caro”, diz o ditado. Mas parece que o combinado mais uma vez não foi cumprido. A ideia de um colegiado decidindo os rumos do clube nunca passou de uma utopia. Primeiro foi o Bandeira, que resolveu centralizar as decisões contrariando seus colegas. Agora o Landin segue o mesmo caminho do antecessor… No mínimo curiosa essa política no Flamengo . Apesar desses detalhes, espero que o clube jamais saia do rumo que tomou.

  • Kd os passadores de pano que ficam defendendo a marionete Landim???

  • Posso estar enganado e deixo aqui esse espaço para ele me corrigir. Para mim tem um choque de Gestão. O que essa equipe costurou desde o início foi um Regime Parlamentarista e tanto o Bandeira quanto o Landim não abre mão do Presidencialismo… Somado a isso as vaidades “gritam”.
    Sei que é a segunda vez, nos dois mandatos desse grupo que o Wallim pede o boné. Sendo que ele era para ser o primeiro presidente desse grupo, daí fica uma dúvida, estaria o senhor preparado ? Ou no caso de Presidente na primeira desavença pediria renuncia?
    A vida é assim. Até num casamento. Nem tudo vai seguir o rumo que queremos. Fico decepcionado com mais esse pedido de saída e creio que deveria fazer uma auto-análise…
    SRN

  • DESBLOQUEAMOS OS CANAIS PREMIERE, TELECINE, COMBATE E CANAIS ADULTTOS PARA ASSINANTES DE TV POR ASSINATURA DE QUALQUER LUGAR DO BRASIL E TAMBÉM REDUZIMOS O VALOR DA FATURA. SÓ PAGA DEPOIS QUE O SERVIÇO FOR FEITO. WHATSAPP 11957540287.

  • Totalmente incoerente esse Walin. Esse discurso Vitimista dele só se justificaria se as finanças tivesse sido um fracasso. Do resto passa a impressão de apenas vaidade desse Wallin que mais uma vez abandona o Vasco. Se tudo foi e está sendo um sucesso porque ele quer mudar?

  • ESTA EXPLICADO PORQUE O GODINHO LÁ NO INÍCIO, FOI O PRIMEIRO A PULAR DO BARCO E, ALEGOU O MESMO MOTIVO, NUNCA HOUVE CONSENSO NEM LEALDADE NESSE GRUPO. ALGUÉM ESTÁ FALANDO MAIS ALTO SEM RESPEITAR OS DIREITOS DO OUTRO E, COMO O PRESIDENTE É QUEM TEM A CANETA, ELE FECHA COM AQUELE QUE O INFLUENCIA.
    ISSO É PÉSSIMO, É JUSTAMENTE O QUE OS “CONTRA” SEMPRE ESPERARAM, UM RACHA PRA ELES APROVEITAREM A BRECHA E VOLTAREM PARA DESTRUIR TUDO DE BOM QUE FOI CONSTRUÍDO ATÉ O MOMENTO.
    AS PRÓXIMAS ELEIÇÕES ACABA DE GANHAR MAIS UM CANDIDATO…

  • Osvaldo Leite, você deve ser flamenguista modinha. Lave a boca para falar do Bap seu babaca. Ele é o idealizador de tudo isso que transformou o flamengo no que é hoje, de 2013 para cá. Bap é um excelente estrategista, muito inteligente e utiliza uma técnica agressiva de administração, assim como fazia na Sky. Já o Wallim nunca foi isso tudo… Acho que ele queria é abrir as pernas para a Globo, aí ficou putinho… Tem que ser assim. Se um dia virarmos um clube empresa será ainda mais rigido. Mengão Sempre! GloboLixo que se foda!

  • Acho que o Sr Wallim estava querendo meter o dedo em outras áreas, além da pasta de Finanças, à qual ele foi designado. Daí cortaram as asinhas e ele ficou magoadinho. Simples assim.

  • Tá alegando as mesmas coisas que alegou quando abandonou o barco na gestão do Bandeira, e tem iludidos achando que esse senhor que deveria ser o presidente do Flamengo no lugar do Bandeira na época. Resumindo: Se o presidente tivesse sido o Wallin o Fla não seria a potência que é hoje! Fim!!! SRN7

  • O orgulho dele pode estar ferido, mais uma vez esse Bap fez a merda agora, a maioria vai dar razão ao Bandeira de Mello. Esse Bap e uma marda!

  • Gozado, NÃO ENTENDI, pelo relato do próprio WALLIM, o setor que lhe cabia exercer, o setor de finanças, (UM DOS MAIS IMPORTANTES EM QUALQUER CLUBE), foi realizado com exímia competência, fluxo de caixa altíssimo, despesas presentes e futuras, completamente sob controle, inclusive com reservas, trabalho na área financeira que deu suporte para vários títulos, futebol, remo, etc. em resumo: SUCESSO ABSOLUTO NO SETOR QUE LHE COUBE ADMINISTRAR, e o cara vem aqui reclamar QUE SAI DO CLUBE PORQUE NÃO ERA OUVIDO.

  • # qualquer

  • Resumindo, ego ferido, o orgulho é uma desgraça para qual instituição.