Arão fala de mudanças feitas por Jorge Jesus e revela episódios curiosos do treinador no Flamengo

FOTO: ALEXANDRE CASSIANO / O GLOBO

Willian Arão se tornou um dos principais jogadores do atual elenco do Flamengo. Antes muito criticado por parte da imprensa e da torcida, o volante agora é exaltado por todos. Jorge Jesus é o principal responsável por essa mudança. Inclusive, o treinador mudou a posição do jogador, que antes atuava como uma espécie de meio-campista – segundo volante com bastante liberdade -, e passou a atuar mais fixo na frente dos zagueiros. O atleta comentou sobre as alterações feitas pelo comandante.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Primeiro, a posição. Eu tinha mais liberdade para sair, fazia gols e dava mais assistência. Com ele, eu não tenho tanta liberdade para sair. Quem faz mais isso é o Gerson. Então hoje eu estou mais de primeiro volante, dando mais cobertura, fazendo o equilíbrio. E depois, nessa parte tática de entendimento do jogo, de como entender, como se posicionar – apesar de eu jogar minha vida toda, até o botafogo, de primeiro volante -, muitas coisas eu não sabia. Muitas coisas ele queria que eu fizesse que a gente não sabe, que eu não sabia. Então, ele queria o movimento eu falo “po, isso aí eu não sei se vai dar certo -, disse, em entrevista ao programa Bem, Amigos!, do SporTV, antes de prosseguir:

Eu nunca fiz isso, eu nunca vi isso. já tive um monte de treinador e nunca ninguém me explicou isso”. E depois você faz, claro, porque ele é o treinador. E aí você vê que dá certo você fala “caramba, nunca pensei dessa forma, ele tem razão”. Então, não só eu (porque apesar da minha mudança, talvez eu tenha sido um dos jogadores com mais característica da mudança do Flamengo), mas é um todo. Eu não jogo sozinho. Não aianta eu estar marcando e pressionando o cara bem, se tem um acatante que está sobrando do lado. Então, não vai adiantar nada. Quando o time todo está focado e ciente do que tem que fazer dentro de campo, não só o meu trabalho, como o de todo mundo fica mais fácil -, comentou.

Um dos episódios que mais marcou o início de Jorge Jesus no Flamengo, foi o jogo-treino diante do Madureira, na Gávea. Naquela partida, ainda no começo do primeiro tempo, o técnico gritou por diversas vezes “Está mal, Arão”. Fato que é lembrado até hoje. O volante comentou sobre o ocorrido e também disse que isso foi um dos mais leves que aconteceu entre elenco e comandante. Um pouco reticente, Willian Arão tentou contar outras situações que aconteceram nos bastidores, mas sem se prolongar muito.

(jogo-treino contra o Madureira) Não só o jogo, mas antes, depois (risos). Por causa do equilíbrio. Na época, acho que era o Caio estava saindo pela esquerda, aí saiu com a bola, era para eu fazer o equilíbrio, e como a gente estava treinando há 10 dias, era um movimento que poucos treinadores fazem aqui no Brasil e que ele me cobrava muito. E aí, eu demorei a fazer o movimento e depois acabou que eu não fiz. Esse daí foi o famoso ‘está mal, Arão’ que ele gritou… Aí ele falou ‘tá mal’, mas não falou que eu estava jogando mal, ele quis dizer que eu estava mal em campo, mal posicionado. E, a partir daí, todo mundo falou “tá vendo, até o Mister está dizendo que o Arão está mal”. E foi um gancho que a torcida pegou. Ai depois ele teve que explicar… -, contou, e concluiu:

Essa daí foi a mais fraca (risos). Já teve pergunta para jogador, se estava pensando que aquilo ali era vídeo-game. Já teve de tudo ali. Já perguntou para jogador se o cara tinha dormido bem – isso no intervalo do jogo -, o ‘está mal, Arão’ foi uma das menores… Os laterais ali sofrem. O Filipe, o Rafinha também sofrem, mas a gente já acostumou. Quando ele chegou, a gente já sabia que ele era um treinador que gostava de cobrar muito, que era bastante intenso. E a gente também se acostumou. Depois a gente vai conversando, a gente vai explicando pra ele que algumas palavras que ele usa no cotidiano português, para nós aqui, é muito ofensivo. E ele aceita. Ele é um cara que escuta bastante. Coisa de jogo é uma coisa normal. Às vezes é um pouco mais explosivo, mas é o jeito dele -, encerrou.

Willian Arão desfalca o Flamengo na partida desta quarta-feira (04), contra o Junior Barranquilla, em partida válida pela primeira rodada da fase de grupos da Copa Conmebol Libertadores. O volante foi expulso na final da Recopa Sul-Americana e cumpre suspensão. O duelo terá início às 21h30 (horário de Brasília) e vai ser disputado no Estádio Metropolitano Barranquilla.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • E O JÚNIOR CONTINUA QUERENDO DESMERECER O TRABALHO DO MISTER. TÁ BEM JÚNIOR, O MISTER NÃO FEZ NADA POR ARÃO FOI O ABEL QUE FEZ. TÁ CERTO JÚNIOR.

  • DESBLOQUEAMOS OS CANAIS PREMIERE, TELECINE, COMBATE E CANAIS ADULTTOS PARA ASSINANTES DE TV POR ASSINATURA DE QUALQUER LUGAR DO BRASIL E TAMBÉM REDUZIMOS O VALOR DA FATURA. SÓ PAGA DEPOIS QUE O SERVIÇO FOR FEITO..
    WHATSAPP 11957540287