PVC sugere anulação dos estaduais em 2020: “É o caminho sóbrio a seguir”

FOTO: REPRODUÇÃO

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) deixou clara a sua vontade de retomar todos os torneios paralisados devido ao surto do novo coronavírus para, só então, começar o Brasileirão. O objetivo da entidade é ajustar o calendário do futebol brasileiro, de uma forma que não prejudique a temporada de 2021 e, ao mesmo tempo, que preserve os estaduais. No entanto, o jornalista Paulo Vinícius Coelho, o PVC, discorda dessa decisão. Para ele, a “única saída possível será declarar estaduais nulos e começar Brasileirão”.

No que depender da entidade, não haverá a menor possibilidade de definir datas que invadam a temporada de 2021. Pois o maior desejo da CBF, no momento, é preservar o próximo ano de forma integral. A confederação ainda disse que, assim que a bola voltar a rolar em 2020, os estaduais e a Copa do Brasil serão suas prioridades, pois já estavam em andamento.

PVC destacou que existem duas questões: “As datas e a política. Pelas datas, se o calendário recomeçar em maio ou em junho ou julho ou até em setembro, o único caminho sóbrio a seguir é fazer o Brasileirão e anular os estaduais deste ano”, disse antes de prosseguir:

Se começar em agosto e terminar em fevereiro, sem inversão de calendário, é possível encontrar datas para fazer o Brasileirão corretamente e ainda colocar algumas quartas-feiras de estaduais de 2021 no início do ano que vem. Mas deve haver um asterisco, como tantos nas listas de campeões do Brasil, e dizer que a temporada estadual de 2020 foi anulada devido ao coronavírus. Não houve campeão –, concluiu o jornalista, em seu blog no Globoesporte.com.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Um dos motivos da CBF descartar que a temporada deste ano invada a próxima, são os acordos fixos com os patrocinadores e as emissoras envolvidas nas realizações e transmissões dos campeonatos. Por isso, para a entidade, qualquer adaptação que se aproxime do calendário europeu, levaria prejuízos aos envolvidos. Para PVC, é só manter o mesmo dinheiro dos contratos de Brasileirão, com os mesmos elencos que terminaram antes da parada.

Entretanto, a entidade ainda estuda quais são as opções viáveis para que o Brasileirão seja realizado, porém, sem descartar a possibilidade de cancelamento. Caso seja necessário que a paralisação das atividades esportivas dure até o segundo semestre deste ano, a CBF acha inviável iniciá-lo ainda em 2020. Para PVC, o ideal seria justamente o contrário: começar o Brasileiro e cancelar os estaduais.

O momento, porém, é de cuidado. O COVID-19 está espalhado pelo Brasil – e pelo mundo. A principal recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde, é que as pessoas fiquem em casa. A quarentena voluntária é a única maneira de evitar que a doença se espalhe ainda mais. A higiene das mãos também pode contribuir para frear o número de pessoas infectadas.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Libero todos os canais de televisão (DAZN, esportes, combate, discoverys, telecines, todos os jogos do Premiere, e muito mais), + 3000 filmes, + 300 séries, por apenas R$ 35 mensais. Teste grátis. Basta ter, pelo menos, 15 mega de internet. Me chama no WhatsApp 21988788640

  • Era a oportunidade de se adequar o calendário brasileiro ao europeu.
    Mas é óbvio que as federações vão optar pela continuidade dessas porcarias de campeonatos.
    São as sanguessugas dos clubes, juntamente com a cbf.
    Os clubes investem na formação de jogadores, em instalações, em contratações de profissionais qualificados (medicina do esporte, fisioterapeutas, nutricionistas, etc.) e de jogadores já formados e estão quase todos a caminho da falência, enquanto essas entidades, que não gastam um centavo sequer para o desenvolvimento do esporte enchem os cofres às custas dos clubes.

  • As garotas mais quentes esperando por você no — Hotsial.Com

  • Melhor comentário dos últimos meses entre a cruz e a espada, de um lado a grana do br2020 — 38 rodadas, grana da tv e rendas de 38 jogos DO OUTRO LADO estaduais falidos renda,,,,,,,, PORCARIA, sem tv, ou seja quase NADA. De um lado a sobrevivência financeira dos clubes,,,,, DO OUTRO LADO a sobrevivência financeira dos bolsos dos presidentes das federações e ,,,,, POR VIA DE CONSEQUÊNCIA a eleição do Rogério Caboclo para presidir a cbf(são os donos – DAS FEDERAÇÕES que elegem o presidente da cbf meu prezado PVC quem você acha que, QUE GANHA ESSA PARADA, eu aposto no bolso da turma das federações, o estadual segue.

  • Campeonato carioca já está a quase na reta final e o Flamengo perto de ser campeão todos os títulos são importantes se for pra acabar da o título para o campeão do primeiro turno, e já se aproxima do segundo.

  • Eu discordo TOTALMENTE.
    1° que 4 ou 5 rodadas rodadas são suficientes para findar os campeonatos. Os que não derem, muda-se o regulamento para serem concluídos em no máximo 6 rodadas, o que serve como treinamentos e ajustes para o campeonato brasileiro.

  • ESSE FOI O COMENTÁRIO MAIS INTELIGENTE APRESENTADO PELA COLUNA NOS ÚLTIMOS MESES, ENTRE A CRUZ E A ESPADA, ENTRE A GRANA E OS INTERESSES POLITICOS DAS FEDERAÇÕES, DE UM LADO, OS CLUBES PRECISANDO DA GRANA DO BRASILEIRO, 38 RODADAS, COM TV E RENDAS, DO OUTRO LADO ESTADUAIS FALIDOS SEM RENDA E TV, MAS, COM OS VOTOS DOS PRESIDENTES DAS FEDERAÇÕES PARA ELEGER O PRESIDENTE DA CBF(POLITICA), É ISSO AI, O QUE VAI VENCER, A SOBREVIVÊNCIA DOS CLUBES OU A GRANA NO BOLSO DOS PRESIDENTES DAS FEDERAÇÕES E A ELEIÇÃO DO ROGÉRIO CABOCLO PARA A CBF, PVC, VOCÊ CLARO, JÁ SABE QUEM GANHA.

  • DESBLOQUEAMOS OS CANAIS PREMIERE, TELECINE, COMBATE E CANAIS ADULTTOS PARA ASSINANTES DE TV POR ASSINATURA DE QUALQUER LUGAR DO BRASIL E TAMBÉM REDUZIMOS O VALOR DA FATURA. SÓ PAGA DEPOIS QUE O SERVIÇO FOR FEITO. WHATSAPP 11.957540287