Flamengo emite nota e repudia declarações de ex-presidente Eduardo Bandeira de Mello

FOTO: GILVAN DE SOUZA

Nesta semana, o ex-presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, concedeu uma entrevista ao jornalista Jorge Nicola, e deu declarações sobre o incêndio que atingiu o Ninho do Urubu, culminando na morte de dez jovens das categorias de base. Durante o pronunciamento, Bandeira criticou a gestão da tragédia e afirmou que “se eu ainda fosse presidente, tenho quase certeza que não teria acontecido o incêndio.” Nesta terça-feira (21), o Rubro-Negro quebrou o silêncio e emitiu uma nota de repúdio às falas do ex-mandatário. Veja a fala de Eduardo Bandeira de Mello:

– Se eu ainda fosse presidente, tenho quase certeza que não teria acontecido o incêndio. O que aconteceu ali, eu já não estava mais lá, e sinceramente não sei qual foi a causa. Mas espero que o MP chegue à verdade. Porque é muito desagradável ter inocentes sendo acusados de maneira totalmente injusta. Um deles sou eu”, antes de completar:

– Nada se compara ao sofrimento dos familiares dos meninos ao perder uma criança naquela situação. Na história do Flamengo não tem nada mais triste, nada mais vergonhoso e mais trágico. Acho que quem está junto com as famílias já deveria ter resolvido isso. O Flamengo teve a chance de resolver logo no início, com a defensoria e o MP. Mas eu não estava mais lá, não posso fazer nada”, concluiu o ex-mandatário.


Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!


Confira a nota do Flamengo na íntegra:

Cientes de que o ex-presidente Eduardo Bandeira de Mello prestou declaração à imprensa alegando que, se ainda fosse gestor do clube, não teria havido o incêndio na instalações do Centro de Treinamento George Helal, o Conselho Diretor e os Presidentes de Poder do Flamengo vêm esclarecer, para que não pairem dúvidas, os fatos praticados pelo ex-presidente, enquanto dirigente do clube, nos termos em que foram citados pela autoridade policial, no inquérito que apura a responsabilidade pelo fatídico incêndio ocorrido no “Ninho do Urubu”.

Inicialmente, verificou-se na ação ajuizada pelo MPRJ, na Vara da Infância e da Juventude, que visava obter melhores condições de alojamento para os menores, que o ex-presidente Bandeira de Mello compareceu pessoalmente ao processo para recusar a realização do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) proposto pelo Ministério Público. Consta nesse processo que, 6 (seis) meses antes do trágico episódio, foi feita uma vistoria pelo MPRJ, a qual constatou piora nas condições dos alojamentos. A esse respeito a autoridade policial disse o seguinte:

“A linha de atuação desinteressada do ex-presidente EDUARDO BANDEIRA DE MELLO é corroborada nos autos do inquérito civil instaurado pelo MP em 2015, quando naquela oportunidade se recusou a assinar o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para que fosse regularizada a situação precária dos atletas da base do Flamengo, mesmo tendo admitido o não cumprimento de uma série de condições relacionadas na vistoria.

A conduta do ex-presidente EDUARDO BANDEIRA DE MELLO provocou o ajuizamento de uma ação civil pública pelo MP, no dia 23 de março de 2015, que pretendia a interdição imediata do alojamento dos jogadores da base do clube, quando, em 21 de março de 2017, o clube informou que teria ocorrido a transferência dos atletas da base para novo alojamento. Entretanto, o novo alojamento foi objeto de vistoria pelo GATE/MP, no dia 18 de junho de 2018, onde foi relatada a piora das condições, inclusive, no que se refere à segurança contra incêndio do módulo habitacional.”

Além disso, a autoridade policial constatou que, durante a gestão do ex-presidente Bandeira de Mello, o CT “Ninho do Urubu” não possuía o alvará de funcionamento expedido pela Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro e nem o Certificado de Aprovação emitido por parte do Corpo de Bombeiros. Por conta disso, a gestão Bandeira de Mello recebeu da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro diversas ordens de interdição do CT, as quais não restaram atendidas, motivando vários autos de infração e multas. Sobre esse ponto, a autoridade policial assim constatou e concluiu:

“Durante a gestão do ex-presidente EDUARDO BANDEIRA DE MELLO, a Prefeitura expediu o Edital de Interdição por falta do Alvará de Funcionamento decorrente, dentre outras causas, da ausência do certificado de aprovação do Corpo de Bombeiros, tendo sido lavrados diversos Autos de Infração pelo descumprimento da interdição até a data do incêndio no módulo habitacional.

Não é crível que o ex-presidente EDUARDO BANDEIRA DE MELLO, no período de 24 de outubro de 2017 a 31 de dezembro de 2018, num assunto de extrema relevância para o Flamengo (construção do Ninho do Urubu), considerado estratégico para o futebol profissional e da base, tivesse deixado de tomar conhecimento da interdição do CT e dos consequentes autos de infração, tendo preferido este dirigente com domínio final do fato ignorar as determinações estatais, as quais, caso tivessem sido atendidas, teriam poupado as vidas dos jovens atletas.”

Esses foram os fatos que serviram de base para a autoridade policial indiciar o ex- presidente Bandeira de Mello pelo falecimento dos jovens atletas do Flamengo no dia 8 de fevereiro de 2019.

Vale esclarecer que, em 3 (três) meses, a atual gestão conseguiu obter o alvará provisório de funcionamento do CT “Ninho do Urubu”, a aprovação do Corpo de Bombeiros, e, em 6 (seis) meses, obteve o alvará definitivo. O TAC antes recusado foi devidamente firmado com o Ministério Público em 21 de maio de 2019 e homologado pelo juiz da Vara da Infância e da Juventude, sendo certo que, desde então, o Centro de Treinamento George Helal está totalmente liberado para os atletas e também para utilização por menores.

O mesmo processo de regularização e obtenção de alvará foi realizado na sede da Gávea, que também estava irregular, mas hoje se encontra regularizada, com aprovação dos Bombeiros e alvará.

Por fim, a atual gestão, apoiada por seus Presidentes de Poder, esclarece que não está acusando o ex-presidente Bandeira de Mello de ser o responsável pela tragédia, mas apenas relatando os fatos apurados pela autoridade policial, conforme expostos no processo, para melhor compreensão de suas próprias alegações perante a imprensa carioca, bem como para demonstrar as correções de gestão e as legalizações realizadas pela atual administração.

Rio de janeiro, 21 de abril de 2020

CLUBE DE REGATAS DO FLAMENGO

PRESIDENTE DO CONSELHO DIRETOR RODOLFO LANDIM
PRESIDENTE DO CONSELHO DELIBERATIVO ANTONIO ALCIDES PINHEIRO DA SILVA FREIRE
PRESIDENTE DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO BERNARDO AMARAL DO AMARAL
PRESIDENTE DO CONSELHO DE GRANDES BENEMÉRITOS MOYSÉS SAUL AKERMAN
PRESIDENTE DO CONSELHO FISCAL SEBASTIÃO PEDRAZZI
PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA GERAL MARCELO CONTI BALTAZAR

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Irmãos e irmãs rubro negro venho convidar a vcs a fazerem parte de nossa família Flazapp, grupo de Whatsapp familiar com enquetes, curiosidades, resenhas esportivas, cartola e bolão, ambiente para se descontrair e se atualizar sobre as novidades do Mengão, e um bom bate papo, através desse número (24) 988467179

  • Q mancada EBM! Vc n é flamengo.Fazendo politicagem c/nome do clube, desse jeito vc n volta mais nunca,e nem se elege prefeito.

  • Q mancada EBM! Tinha outra impressa sua.

  • Renan, ao lançar holofote através de uma Nota Oficial, no site do Clube exortando o que o Bandeira deixou de fazer, eles esquecem que estão falando do Flamengo. Isto não é assunto para ficar de bate boca através da internet.
    A Diretoria poderia simplesmente através do presidente Landim, dar um outra entrevista dizendo que isto não tem nada haver e que as autoridades estão investigando.
    No fundo todos possuem sua parcela de culpa.
    Apenas ressuscitaram um assunto que já estava esquecido. É muito EGO e despreparo para um momento tão crítico.

  • Realmente as pessoas aqui tem mais senso de torcedor do que de solidariedade humana, reclamar de que a diretoria assinou confissão de culpa e vai prejudicar o clube é a grande preocupação né, “o flamengo tá acima dessa briga”, fla fla fla… com as vítimas nenhum flamenguista chega e fala, porr@ que se dane os bichos milionários desse jogadores, vamos indenizar as famílias! Não, ficam” ain o Bandeira devia ter ficado quieto”, vai sujar mais a imagem do clube, o que suja o clube são torcedores que tentam proteger o CRF e ocultar a dor das famílias! Ainda falam que quando um não flamenguista crítica é por causa de clubismo, carai várias crianças morrerem não é motivo mais do que suficiente pra vcs!?

  • Ou seja, a atual direção, com os fatos narrados, demonstra a responsabilidade do clube na tragédia. Não foi um acidente, foi uma tragédia evitável, caso medidas mínimas tivessem sido tomadas. Esse mesmo clube, ciente desses fatos, e com toda a condição financeira de tentar reparar minimamente os danos causados, prefere barganhar indenizações e prolongar enormemente o sofrimento das vítimas de sua própria irresponsabilidade. Mesmo diante de fatos tão claros, ninguem ainda foi punido e a imprensa tenta maquiar e evitar o assunto o maximo possivel. Vergonhoso, asqueroso, repugnante, mas nada surpreendente se tratando do clube do mal.

  • BANDEIRA DE MELLO É CANDIDATO A PREFEITO DO RIO E DEVE ESTAR ACHANDO QUE PARA SER ELEITO VALE TUDO -O QUE ACONTECEU NAQUELA NOITE TRÁGICA NO CT DO FLAMENGO FOI UM ACIDENTE CAUSADO POR UM CURTO CIRCUITO NO AR CONDICIONADO A MESMA COISA ACONTECEU MESES DEPOIS NO HOSPITAL ( BARDIM ) DEIXANDO QUASE 20 MORTOS – BANDEIRA DE MELLO LEVANTAR ESSA BOLA PARA O TAL DE NICOLA DA ( ESPN ) A MESMA EMISSORA UM JORNALISTA TEVE UM FANIQUITO E ATACOU FURIOSAMENTE A INSTITUIÇÃO E ESTÁ SENDO DEVIDAMENTE PROCESSADO É UMA VERGONHA – OS CONSELHOS DO FLAMENGO DEVERIAM SE REUNIR E EXPULSAR BANDEIRA DE MELLO DO CLUBE – CHEGA DE TRAIDORES DA NAÇÃO FORNECENDO MUNIÇÃO PARA NOSSOS INIMIGOS – QUANDO O TAL DE ( NICOLA ) PUXOU ESSE ASSUNTO, PORQUE BANDEIRA DE MELLO NÃO PERGUNTOU ? QUEM MATOU KEVIN SAPADA ? PORQUE OS ASSASSINOS FORAM RECEBIDOS COM FESTA PELA IMPRENSA PAULISTA NO AEROPORTO DE PAULISTA MONTOU ACAMPAMENTO NA PORTA DA PENITENCIÁRIA BOLIVIANA ? E A INDENIZAÇAO DO GAROTO KEVIN SPADA ? PARECE ASSUNTO PROIBIDO ? BANDEIRA DE MELLO, SAIBA QUE A TRAIÇÃO É DESEJADA POR MUITOS, MAS O TRAIDOR É DETESTADO POR TODOS – ACHA QUE SERÁ PREFEITO SE ALIANDO AOS NOSSOS INIMIGOS ? SABE QUANTAS PESSOAS MORRERAM NO BRASIL NOS ÚLTIMOS 10 ANOS POR CURTO CIRCUITO EM AR CONDICIONADO, BANDEIRA DE MELLO ? COMO SE NÃO BASTASSE ARMAR NOSSOS INIMIGOS COM MUNIÇÃO DE GROSSO CALIBRE AINDA BOTOU NO CÉU UM OBSCURO REPORTERECO PAULISTA SEM EIRA NEM BEIRA QUE NINGUÉM SABE QUEM É ? VÁ EMBORA DO FLAMENGO , BANDEIRA DE MELLO ! CHEGA DE TRAIDORES RANCOROSOS !

  • Sempre achei o EBM um oportunista. Mais uma vez está usando o Mengão pra seus objetivos políticos. Agora, tem uma galera aí que parece retardada, não vê que o EBM inaugurou o CT sem ter terminado, só o fez porque seu mandato estava terminando e não queria perder a oportunidade de lucar com isso, ou seja, não era para o Flamengo.

  • Pelo que eu vi em entrevista no dia da inalguração do novo módulo para os profissionais, este acidente não ia acontecer, pois foi dito no dia da inalguração que quando os profissionais voltassem das férias já passariam a usar o novo módulo, e a base passava a usar o outro módulo se livrando dos contenhes. Mas a nova diretoria fez como quiz, achando que agora é o dono do FLA. Comprou um monte de jogadores caros sem necessidade e náo idenizou as famílias, agora ta mostrando a cara, levando o FLA ao buraco, nas dívidas…. Depois chamaram o EBM de burro.

  • EBM vacilou feio…. uma lástima, partindo de alguém cuja admiração e apreço sempre foi enorme!!!! E pra piorar ainda proferiu tais declarações à um fofoqueiro travestido de jornalista!!!!

  • A briga de ego é muito grande, isso ainda vai prejudicar o Flamengo, EBM teve culpa assim como o Landim também teve, e pior já poderia ter resolvido e age muito mal, esse pessoal que tá gerindo o Flamengo fez até cartinha pra técnico malhando o Flamengo, tirou patrocínio do basquete, alegando que o time era perdedor sendo o time mais vitorioso do Brasil inclusive campeão do mundo, então não confio também em tá lá

  • Meus prezados, MARCOS, NILO e RENAN, concordo com vocês, numa época dessa
    o Bandeira sair de casa, pra dar entrevista logo pra quem, o sr. Jorge Nicola, será que
    não existe um filho, um amigo, pra dizer pro Bandeira não tocar neste assunto que hoje
    é processo criminal e cível, foi um acidente que a globo utilizou para arrasar o mengão,
    todas as torcidas, até hoje nos chamam de assassinos, inclusive jornalistas ofenderam
    e ofendem até hoje a diretoria e o clube. Meu caro Bandeira, que idéia infeliz, claro que
    Landim e seus pares iriam reagir, o ALEXANDRE está certo, a diretoria detalhou passo a
    passo, todas multas, infrações e notificações que o sr. deixou de cumprir, o silêncio é ouro.

  • Creio que nosso querido EBM deu um tiro no próprio pé, com essas declarações tolas, burras e infelizes. Ele era o Presidente. O incêndio aconteceu com os caras mal assumindo o clube… Às vezes a idolatria sobe à cabeça. Como dizia um amigo meu, “QUEM FALA DEMAIS, DÁ “BOM DIA” A CAVALO”. Perdeu, Bandeirão. Pra Prefeito, jamais votarei, Duas caras.

  • O Eduardo Bandeira de Mello, a quem sempre respeitei como Rubro-Negro que sou, saiu menor desse episódio. Deveria ter ficado quieto. Essa nota de repudio da atual diretoria esta absolutamente correta, baseada em fatos, baseada nos documentos e nas ações recomendadas pelo MP e pelo Corpo de Bombeiros que EBM enquanto presidente do CRF, não cumpriu. Comportamento de um calhorda, agora querer se isentar e jogar a culpa na atual diretoria. Todos são culpados, mas muito mais EBM que teve quase 3 anos para regularizar as exigências do Corpo de Bombeiros e menos ( mas tambem com parcela de culpa) a atual diretoria, cuja tragédia ocorreu 39 dias apos ter tomado
    a posse

  • Alexandre, não esta assinando culpa de nada, só transcreveu oque já esta no inquérito policial, que aponta falha da direção anterior, ninguém precisa concordar, agora ficar calado diante das declarações do Bandeira que não dá, pq ele praticamente acusou a diretoria quando disse que com ele não teria acontecido quando diante da investigação diz o contrario. Pra mim o Bandeira se prejudicou mais ainda com a declaração, no quesito com a torcida, pq com essa declaração fez a diretoria ter que responder, e ficou mais feio para ele.

  • Alexandre, leia tudo novamente, dessa vez com mais atenção.

  • É muita IGNORÂNCIA para uma Diretoria só. O documento é mais que uma carta de confissão do Flamengo perante ao ocorrido.
    O que antes era um suposto acidente (como eu sempre interpretei) com as declarações acima demonstra a plena culpa, em uma briga de ego e num afã de responder ao ex-presidente, a diretoria dá um tiro no pé e assina a carta de confissão para o Flamengo de toda culpa pelo caso.
    Eles esquecem que acima da briga inútil deles está o Flamengo.