Goleiro do River Plate fala em revanche contra o Flamengo na Libertadores: “Sou exigente comigo mesmo”

FOTO: AFP

A virada épica do Flamengo contra o River Plate, na final da Libertadores 2019, permanece na memória dos torcedores rubro-negros e também dos argentinos. Vítima do clube da Gávea na decisão, o goleiro da equipe de Buenos Aires, Franco Armani, falou sobre o sentimento de revanche com o Fla no torneio sul-americano.

Esses golpes fazem você se levantar e ser mais forte do que já é. Seguir adiante e saber que o futebol dá a sua revanche. Eu sou exigente comigo mesmo. Tenho que estar brigando por ela o mais rápido possível. Pode ser nesse ano (uma possível revanche e conquista da Libertadores), apesar de não saber como as coisas vão acontecer -, disse Armani em entrevista ao diário argentino “Olé”, antes de completar:

Esses golpes servem para nos fortalecer como pessoa e como grupo. Não se conformar. Alguém com duas Copas pode dizer que não dói. Mas dói sim, porque poderiam ser três Copas. E quantos jogadores tem três Libertadores? São poucos. Nunca se pode cruzar os braços -, finalizou.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Na decisão do ano passado, em Lima, no Peru, o Flamengo saiu atrás do placar, mas mostrou a sua força e venceu de virada de forma épica, por 2 a 1, com dois gols marcados por Gabigol, aos 43 e aos 46 minutos do segundo tempo. O atacante Borré foi o autor do único gol do River, aos 14 minutos do primeiro tempo.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *