Leandro Damião vê como natural sucesso do Flamengo e aponta: “Um modelo a ser seguido”

FOTO: DIVULGAÇÃO

O Flamengo suspendeu todas as atividades tanto na sede da Gávea quanto no Centro de Treinamento do Ninho do Urubu, por conta do novo coronavírus. O Rubro-Negro vinha obtendo bons resultados na temporada. Não à toa, levantou três troféus em apenas dois meses em 2020: Taça Guanabara, Supercopa do Brasil e Recopa Sul-Americana. Leandro Damião, ex-Fla, comentou sobre o assunto.


Qual será a próxima vítima do Flamengo? Saiba como lucrar com previsões esportivas!


Em 2019, o Flamengo conquistou o Campeonato Carioca, o Campeonato Brasileiro e a Copa Conmebol Libertadores, além de ter sido vice no Mundial de Clubes. O atual momento vivido pelo Rubro-Negro não é surpresa para o ex-atacante do Fla, que agora defende o Kawasaki Frontale, do Japão. Para o centroavante, o Mais Querido se tornou referência no futebol brasileiro, assim como era São Paulo e Internacional há alguns anos.

O Flamengo é um grande clube e tem uma torcida que apoia muito. Com uma gestão bem organizada e com o tamanho do clube, era natural que atingisse esse patamar. Hoje, com grandes nomes, grande treinador e uma gestão qualificada, o Flamengo se torna um modelo a ser seguido, assim como em outros anos eram o Inter e o São Paulo, por exemplo -, disse o centroavante, em entrevista ao Uol Esporte.

Leandro Damião foi contratado pelo Flamengo por empréstimo de 12 meses em julho de 2016. Na época, Paolo Guerrero e Felipe Vizeu viviam bom momento no clube. Damião, no entanto, não deu o resultado esperado. Ao todo, ele participou 39 partidas e marcou 10 gols. Na primeira temporada no Fla, ele entrou em campo 16 vezes e balançou as redes em apenas duas ocasiões. Em 2017, no entanto, jogou 23 jogos e fizera oito gols, sendo quatro no carioca, três no Brasileirão e um na Copa Sul-Americana.

Veja também