“O clube nunca me procurou, mas me coloco à disposição”, afirma personal que gerou mal-estar com preparador físico do Fla

FOTO: REPRODUÇÃO

Apesar da bola seguir parada devido à pandemia do novo coronavírus, o Flamengo não se viu livre de polêmicas nos últimos dias. Isso porque o preparador físico do Mais Querido, Roberto de Oliveira, o Betinho, demonstrou incômodo com a atuação do personal trainer Rafael Winicki, que não é funcionário do clube, mas atende muitos atletas em suas casas. A postura do personal ganhou evidência, sobretudo, neste momento em que os jogadores cumprem quarentena, mas tentam manter a boa forma física.

Após Winicki participar de uma live com o jornalista Fabio Azevedo, o preparador físico do Rubro-Negro, se manifestou em seu perfil no Instagram e relatou o que pensa sobre a situação. Na ocasião, Betinho chegou a dizer que: “Eu achei que já tivesse visto de tudo nessa vida. Agora, personal que nunca trabalhou com futebol, dizer data que jogador poderá atuar após a pandemia e garantir que o atleta estará de volta em “duas semanas”. Gostaria de ver esass pessoas se explicando, se promovendo, fazendo live quando seus alunos se lesionam, pois não existe integração nenhuma […]”, declarou.


Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!


Agora, essa ‘novela’ ganhou mais um capítulo, porquê Winicki, em entrevista ao Uol Esporte, negou que o Flamengo tenha o procurado para saber e se aprofundar sobre as atividades individualizadas que ele vem realizando com os atletas. O personal, todavia, se colocou à disposição do clube e seus profissionais para esclarecer qualquer relatório ou feedback sobre o trabalho feito com os jogadores que ele atende.

Não quero gerar desconforto ou mal-entendido, me coloco à disposição dos profissionais do clube que queiram ter qualquer feedback ou relatório, sigo fazendo o que o clube programou para os atletas, só acompanho e oriento. O clube nunca me procurou, me coloco à disposição –, disse.

O personal atende nomes como Diego, Gustavo Henrique, Rodrigo Caio, Bruno Henrique, Everton Ribeiro, Vitinho, Filipe Luis e até alguns jovens da base. Winicki chegou a comemorar o título da Libertadores dentro de campo com os jogadores. Já seus treinamentos junto aos atletas é, por muitas vezes, compartilhado em suas redes sociais.

Veja também

  • Até onde eu sei, o Flamengo desenvolveu um software para acompanhar cada atleta, o que faz, como faz, o que come, como tem dormido, etc.. Ou os jogadores não passaram nada pra ele ou esse cara tá mentindo e não enviando os relatórios! Com o tanto que saiu na mídia sobre este software, acho difícil ele não ter tido conhecimento….

  • Mais um Zé ruela querendo um minuto de fama… brincadeira esses mal caráter

Comentários não são permitidos.