“A gente tem que ser valorizado quando merece”, dispara Cuéllar sobre saída do Flamengo

FOTO: ALEXANDRE VIDAL / FLAMENGO

Cuéllar defendeu o Manto Sagrado entre os anos de 2016 e 2019, e era um dos jogadores mais queridos pela Maior Torcida do Mundo. Todavia, durante o processo de negociação para a saída do Flamengo, o volante recebeu duras críticas dos torcedores. Nesta segunda-feira (11), em entrevista ao Canal Pilhado, Gustavo falou sobre sua rescisão com o Mais Querido. Sem dar detalhes, Cuéllar afirmou ter avaliado vários aspectos até conseguir tomar a decisão de deixar o clube.

É uma questão (problemas com a diretoria). Acho que depois que eu me aposentar… Eu tomei muito carinho pelo clube, e o momento que estão vivendo, conquistando títulos com o novo treinador, foi muito bonito. Não vou entrar em polêmica sobre o que aconteceu nas negociações. Não é o momento adequado. Foi um momento muito difícil. Foi um momento muito difícil, como foram levadas as negociações, a valorização. Acho que a gente merece ser valorizado quando merece. Mas são vários fatores que analisei. Tive que tomar essa decisão, que não foi fácil -, afirmou o volante, antes de continuar:

Foram vários fatores (que influenciaram para minha saída do Flamengo). Não vou falar agora, mas talvez mais para a frente eu fale o que aconteceu. Mas nada de mágoa com o clube. Tem muitos aspectos que botei na balança, o que seria melhor para mim e para a minha família e foi isso que me levou a tomar a decisão. Não foi fácil, por tudo que eu estava vivendo e pelo que estava construindo, mas não me arrependo do que vivenciei, da torcida que me apoiou nos momentos difíceis. Na verdade, foi uma experiência muito linda, que vai ficar marcada para o resto da minha vida -, afirmou.


Produtos oficiais do Flamengo com descontos incríveis


Em três anos no Flamengo, Cuéllar disputou 171 jogos e esteve presente em 92 vitórias, 45 empates e 34 derrotas, marcando apenas dois gols. No quesito títulos, o volante garantiu o Campeonato Carioca de 2017 e a Taça Guanabara de 2018. Em 2019, conquistou a Florida Cup, a Taça Rio e o Carioca. Gustavo Cuéllar também tem o nome entre os campeões do Brasileiro e da Copa Libertadores da América, ainda que tenha deixado o Rubro-Negro antes do fim das competições.

Confira a entrevista na íntegra:

 

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ser humano é patético, o cara sempre jogou como se fosse o último dia .
    Aí aparece uma dezenas de torcedores falando merda ..
    Se voltar para o FLAMENGO vai ser titular . A diretoria não queria aumentar o salário dele, vocês que estão fazendo essas postagem deveria ter acesso ao acontecimento,,

  • Ser humano é patético, o cara sempre jogou como se fosse o último dia .
    Aí aparece uma dezenas de torcedores falando merda ..
    Se voltar para o FLAMENGO vai ser titular . A diretoria não queria aumentar o salário dele, vocês que estão fazendo essas postagem deveria ter acesso ao acontecimento,,

  • Ser humano é patético, o cara sempre jogou como se fosse o último dia .
    Aí aparece uma dezenas de torcedores falando merda ..
    Se voltar para o FLAMENGO vai ser titular . A diretoria não queria aumentar o salário dele, vocês que estão fazendo essas postagem deveria ter acesso ao acontecimento,,

  • Bundão, segue tua vida, seja feliz, não torre nosso santo saco. Tchau e benção.

  • Mano tú escolheu teu caminho é ovio que tu fez certo. Niguem é obrigado a ficar onde não quer mais. Seja feliz e para de mimi

  • Mercenário