Governo do Rio de Janeiro planeja retomada dos campeonatos de futebol com 50% do público presente

FOTO: PAULA REIS / FLAMENGO

Devido à pandemia do novo coronavírus no Brasil, os campeonatos de futebol foram suspensos por tempo indeterminado. No entanto, os clubes cariocas se articulam para que a retomada das atividades de treino aconteçam, e consequentemente, a volta do Campeonato Estadual o mais rápido possível. Em meio a isto, o governo do Rio de Janeiro elaborou um Pacto Social pela Saúde e pela Economia que inclui o retorno do futebol no estado.

De acordo com informações publicadas pelo UOL, a volta das partidas de futebol no Rio de Janeiro está prevista para acontecer com a presença de 50% de público, de acordo com a capacidade do estádio. A medida prevê um distanciamento mínimo de dois metros para cada pessoa presente na partida, e o uso obrigatório de máscaras de prevenção. Além disso, também há o planejamento para que todas as áreas utilizadas, como arquibancadas, sanitários e áreas comuns, sejam desinfectadas.

Após o retorno das atividades de treino do Flamengo, o governo do Rio de Janeiro flexibilizou sua postura sobre a permissão da volta aos treinos, em meio à pandemia da Covid-19 no estado. O governador Wilson Witzel se manifestou sobre a postura do clube Rubro-Negro em retomar às atividades nessa quinta-feira (21), dizendo que nunca foi contra a volta das atividades. Em entrevista à CNN, o governador reiterou que a responsabilidade pela segurança dos jogadores é do clube.

Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!

— É uma questão que desde o começo gerou polêmica. O que eu disse que sou contra são os treinos sem preocupação dos dirigentes. Da mesma forma como os atletas vão ter a preocupação dos dirigentes, a responsabilidade é deles. Os atletas têm de estar protegidas, a carreira é deles. A decisão tem de ser das entidades associativas. Nunca fui contra, só não pode ter plateia. Nunca fui contra o Flamengo jogar de novo, muito menos o Fluminense, o Vasco e o Botafogo. Responsabilidade é dos clubes com seus atletas. – disse Wilson Witzel à CNN.

Além do governador Wilson Witzel, o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella também deu uma declaração sobre o retorno dos treinos dos clubes cariocas, especialmente o Flamengo. Em entrevista coletiva nesta sexta-feira (22), Crivella revelou que se reunirá com os presidentes das equipes de futebol do estado no domingo (24), e que as atividades de futebol poderão ser retomadas na segunda-feira, dia 25 de maio.

Nós estamos propondo uma estratégia de retorno, os clubes que puderem obedecer isso, então a partir do dia 25 poderão (retornar aos treinos). Reitero o apelo para que as medidas sejam obedecidas.A estratégia é rigorosa, ela é muito rigorosa. No domingo me reúno com os clubes. Agora faço apelo, reitero apelo, porque já fiz antes, para que as medidas sejam obedecidas. Se os clubes que amamos não respeitam, então as pessoas em casa também ficam desalentadas, desestimuladas a respeitar. 

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *