Mauro Cezar cobra atenção de clubes a sócios-torcedores e destaca ‘estratégias’ além de descontos em ingressos

FOTO: REPRODUÇÃO

Com o futebol brasileiro parado há dois meses, os clubes estão tendo dificuldades para manter os torcedores por perto. Durante participação no podcast Posse de Bola, do UOL, Mauro Cezar criticou os planos de sócio-torcedor dos clubes no país.

Para o jornalista, as diretorias devem tentar mapear estratégias para manter os sócios e também dar vantagens aos torcedores. Mauro destacou a necessidade dos fãs em ter contato com o time do coração.

— Acho que os clubes tinham que começar a mapear, entender e montar estratégias, pensar no sócio-torcedor. Que benefício tem o sócio-torcedor hoje que se associa para ganhar para comprar ingresso? Não vai ter ingresso para jogo. Será que não dá para tentar fazer alguma coisa com ele, em parceria com a televisão ou com outros eventuais parceiros? Enfim, acho que esse é o trabalho que tem que ser desenvolvido, porque as pessoas querem ver seus times, isso é óbvio.


Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!


Mauro afirmou que os clubes precisam aproveitar a demanda de torcedores neste momento. Mesmo com jogos sem a presença de torcedores no recomeço, tem pontos para serem explorados pelas diretorias.

— As pessoas querem ver seus times em ação. É legal ver o Campeonato Alemão? É ótimo poder ver futebol ao vivo novamente, mas é claro que os torcedores dos clubes brasileiros aguardam ansiosamente a volta dos seus times, porque é uma parada fora de hora e grande, longa, mais longa do que as férias dos jogadores, a gente tem aqui um mês e pouquinho e a bola volta a rolar. E estamos aí há dois meses praticamente sem futebol. Então, acho que esse é um ponto importante, existe essa demanda, não vai ter público, mas vai haver um interesse muito grande, talvez a audiência da televisão seja realmente significativa, o pay-per-view, apesar da falta de dinheiro para muita gente.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *