“Amazon entendeu que a manga não era adequada”: dirigente do Fla indica fim de negociações com a empresa

FOTO: DIVULGAÇÃO

Nesta sexta-feira (26), a ESPN divulgou, em seu canal no YouTube, uma entrevista realizada com o vice de relações externas do Flamengo, Luiz Eduardo Baptista, o BAP. Durante a conversa, o dirigente comentou sobre a proposta ofertada pela Amazon para ser a patrocinadora master do clube e destacou o fato da empresa americana se recusar a estampar sua marca nas mangas da camisa.


Aproveite a oferta e garanta o novo Manto Sagrado do Mengão!


— A gente queria construir alguma coisa grande com eles, mas não tinha muita coisa além do que estou te dizendo (ser o patrocinador master). Estávamos muito animados com as possibilidades do que poderíamos fazer futuramente, mas se eu te dissesse que tinha algum plano específico, além de botar a Amazon na camisa do Flamengo, como tem com o BRB, não seria verdade -, revelou o dirigente.

Além disso, Luiz Eduardo Baptista comparou a situação envolvendo a Amazon com uma pessoa que gostaria de morar na Viera Souto, um dos metros quadrados mais valorizados do mundo, pagando condomínio de um cidadão que reside em Botafogo, um bairro mais casual do Rio de Janeiro.

— A Amazon entendeu que a manga não era adequada para ela, e eu concordo, e nós entendemos que o que ela queria para patrocinador master era pouco para o Flamengo. Basicamente eles queriam uma cobertura na Viera Soto (Avenida do Rio de Janeiro), pagando condomínio de quem mora no bairro de Botafogo -, brincou.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *