Apesar da queda de receita, Flamengo não procura Goiás para renegociar pagamento por Michael

FOTO: MARCELO CORTES/FLAMENGO

A paralisação do futebol brasileiro gerou uma queda de receita para os clubes e, consequentemente, o Flamengo foi afetado. O clube, inclusive, adotou a postura de renegociar os prazos de pagamentos previstos para 2020. A negociação envolve as transações dos jogadores que chegaram ao clube neste ano.

Quem será o próximo a perder para o Mengão?

Porém, o caso do atacante Michael é diferente. Segundo o jornalista Renan Moura, da Rádio CBN, o rubro-negro não procurou o Goiás para renegociar a compra do atleta. Na época, o acordo foi selado em pagamentos de três parcelas no valor de €2,5 milhões, a serem pagas em fevereiro e julho de 2020 além de janeiro de 2021.

O vice-presidente do Conselho Deliberativo do Goiás e responsável pela transação, Edminho Pinheiro, ainda em contato com a Rádio CBN, afirmou: “O Goiás tem um contrato com o Flamengo e tenho certeza que o Flamengo irá honrar religiosamente”.

Antes da paralisação, Michael vinha sendo muito utilizado por Jorge Jesus nas partidas. Com o Manto Sagrado, o atacante entrou em campo em 11 oportunidades e marcou dois gols.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *