Sindicato dos Atletas é contra a volta do futebol e frisa importância de mais tempo para “pré-temporada”

FOTO: ALEXANDRE VIDAL / FLAMENGO

O Flamengo tem sido um dos maiores defensores da volta do futebol, desde que seguindo os protocolos de prevenção ao Covid-19. Porém, nem todos concordam com a atitude do time carioca, como é o caso de Alfredo Sampaio, presidente do Sindicato dos Atletas Profissionais do Rio de Janeiro (SAFERJ).


Quem será o próximo a perder para o Mengão? Saiba como lucrar com previsões esportivas!


Em entrevista ao Esporte Interativo, Alfredo afirmou que o tempo ideal para uma pré-temporada deveria ser entre 20 e 25 dias. O mandatário ainda enfatizou que o retorno precoce pode ocasionar lesões nos jogadores, além de externar ser contra o retorno do esporte no Rio de Janeiro.

A posição do sindicato é que não deve voltar o futebol. Ainda tem muita gente morrendo. Mas vai voltar porque está autorizado. Uma pré-temporada adequada tem de 20 a 25 dias, como na Europa. Mas isso não ocorre no Brasil. Nosso cenário é de 12 dias. Marcando uma data os jogadores precisariam de 10 a 12 dias de preparação já que são 3 meses sem jogar -, disse, antes de prosseguir:

Vai ser um momento de cada um tomar suas responsabilidades. A tendência do cara mal preparado é que ele se lesione. Clubes menores não tem nada disso de preparação. Tem que ter um mínimo da coerência. Uns vão treinar mais outros menos e vão usar o argumento que já liberaram as atividades desde maio. Estamos caminhando para um momento que o clube e todo mundo vai ter que assumir responsabilidade -, finalizou.

No último sábado (06), os clubes se reuniram com a FERJ para definir novas regras e uma possível data para a retomada do futebol. Embora não tenha sido definido uma data, a previsão é de que a bola volte a rolar ainda no mês de junho, mesmo com Fluminense e Botafogo sendo contrários e sem terem voltado aos treinamentos – diferentemente dos outros clubes da Série A do Carioca.

Veja também