Gelo no sangue! Marcos Braz comenta saída de Jorge Jesus e ressalta: “Não tem lamento”

FOTO: REPRODUÇÃO

Chegou ao fim a vitoriosa era de Jorge Jesus à frente do Flamengo. Nesta sexta-feira (17), o Mister se reuniu com dirigentes do Mais Querido para informar sobre a sua saída do clube e, nesta noite, o Rubro-Negro comunicou, oficialmente, o desligamento do treinador e sua comissão técnica do Mengão. Após a rescisão, Marcos Braz conversou com jornalistas e comentou sobre o assunto.

Não tem lamento, estamos (o Flamengo) com 125 anos. Passa o Jorge, passa a diretoria, passam os ídolos. A gente está triste porque não é o que queríamos, tanto que renovamos. Mas agora, nesse 2º momento, teve um outro entendimento que eu vou respeitar -, disse o vice-presidente de futebol, em contato com o GE.


Aproveite a oferta e garanta o novo Manto Sagrado do Mengão!


Nas últimas semanas, especulações sobre a saída de Jorge Jesus do Flamengo tomaram conta das mídias sociais, e a imprensa portuguesa cravava o acordo entre o Mister e o Benfica. Nesta sexta, o português quebrou o silêncio e comunicou o Flamengo sobre a decisão.

Em um ano e um mês à frente do Mais Querido, Jorge Jesus conquistou seis títulos e escreveu o seu nome como um dos maiores treinadores da história do clube, ao erguer os troféus da Copa Libertadores da América e do Campeonato Brasileiro, em 2019, e venceu todas as finais que disputou em 2020, se consagrando, também, campeão da Taça Guanabara, Supercopa do Brasil, Recopa Sul-Americana e Campeonato Carioca.

 

Veja também