Pandemia, Copa do Mundo e CBF: Estaduais devem ter datas reduzidas a partir de 2021

FOTO: MARCELO CORTES / FLAMENGO

Não é segredo para ninguém o fato de os Campeonatos Estaduais terem perdido prestígio na Confederação Brasileira de Futebol e também na Rede Globo, emissora que costuma comprar os pacotes de transmissão destas competições regionais. O desejo por diminuir as datas destes torneios vem de longa data, e com a pandemia, a Copa do Mundo de 2022 e com o lobby da CBF, isso pode, enfim, acontecer.

De acordo com o jornalista Marcel Rizzo, do Uol Esporte, a Confederação Brasileira de Futebol pretendia reduzir, em 2022, ainda mais os Estaduais – que perderam duas datas recentemente, saindo de 18 e indo para 16 -, porém, com a pandemia do novo coronavírus, isso deve acontecer já em 2021. Isso porque, o calendário de 2020 terminará em fevereiro do próximo ano, e vai ser necessário fazer estes ajustes nas competições reginais.


Apoie o Mengão! Camisa e outros produtos oficiais em promoção


Outro fator que conta “a favor” da mudança, é o fato de a Copa do Mundo de 2022, no Qatar, por conta do forte calor no Oriente Médio, ser disputado em novembro. A FIFA proíbe que tenham competições acontecendo durante o Mundial, sendo assim, os jogadores terão que se apresentar às seleções até o dia 14 de novembro de 2022. Ou seja, a CBF terá que acabar o calendário antes do principal torneio da federação internacional.

Em 2022, devido à Copa do Mundo, o calendário vai ter que caber entre janeiro e novembro. Com a pandemia bagunçando o calendário deste ano, além do desejo antigo da CBF e da Rede Globo, os Campeonatos Estaduais sofrerão uma espécie de “efeito dominó” e as datas serão diminuídas, mesmo contra a vontade dos presidentes das federações estaduais. Atualmente, existem três propostas para os regionais de 2021:

  • Começar os Estaduais na semana seguinte ao Brasileiro, com os times que estavam na Série A usando atleta de equipes de base;
  • Iniciar os Estaduais ainda em janeiro, intercalando com datas livres do Brasileiro; aqui provavelmente os principais times também usariam a garotada, já que dificilmente topariam cansar suas estrelas na reta final da Série A;
  • Deixar os Estaduais bem reduzidos, de meados de março ao começo de maio, com os times principais em campo.

Em todas as três alternativas, os Estaduais serão diminuídos. Com a mudança em 2021, os regionais seguirão seguindo o mesmo modelo nos próximos anos, fixando assim o torneio no calendário nacional de forma mais enxuta, abrindo espaço para que o Campeonato Brasileiro seja iniciado ainda no início das temporadas.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *