Após adiar prazo para votação, Rodrigo Maia deve deixar MP do mandante caducar

Foto: Reprodução/Câmara dos Deputados

Depois de adiar por 60 dias  o prazo para discutir e votar a Medida Provisória (MP) n° 984/2020, Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados, voltou a sinalizar que não pretende colocar o texto para votação. A informação foi divulgada primeiramente pelo UOL Esportes e confirmada pela reportagem do Coluna do Fla. Assinada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em junho, a MP dá ao clube mandante do jogo os direitos de transmissão.

Na última semana, os clubes interessados na aprovação da medida fizeram manifestações para que a ‘MP do mandante’ seja colocada em pauta no plenário da Câmara. Na Série A do Campeonato Brasileiro, 16 dos 20 times são favoráveis ao texto. O Flamengo, um dos líderes no apoio à proposta esteve entre os clubes que se posicionaram. Por meio das redes sociais, o Mais Querido fez postagens em apoio ao movimento. (veja postagem abaixo).


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


No Congresso o tema parece ter a atenção de deputados e senadores. No período definido para sugerir alterações na MP, os parlamentares enviaram 91 propostas de emenda. Mesmo assim, Rodrigo Maia deve deixar o texto caducar. Na opinião do presidente da Câmara, o assunto necessita de mais tempo para ser debatido. Quando assinou a MP, o governo federal não havia consultado clubes, profissionais do futebol e nem políticos.

 

Até o momento, os efeitos da Medida Provisória 984/2020 estão válidos. Mas para se transformar em lei, oficialmente, precisa ser aprovada pelo Congresso Nacional. O prazo de vigência de uma MP é de 60 dias, prorrogável uma vez pelo mesmo período. Se não houver votação após este total de 120 dias, a Medida Provisória é caducada.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Esse cara é um Câncer. Vide o pai dele. Mal de família

  • Rodrigo botafogo Maia é o inimigo número 01 do Brasil! Corrupto e lavador de dinheiro, só vota pro seu próprio benefício!!! É um sem caráter!

  • Todos os torcedores devem encher as caixas de mensagens em todas as suas modalidades de comunicação, inclusos watts appe, etc. dos deputados federais e senado e pressionar para colocar a mp em votação e ser aprovada sim porque é uma boa ideia pra mudar esse monopólio de transmissão. Não é critica a TV e sim a Lei que garante o direito aos dois clubes e quando um não quer não há transmissão. Esse dispositivo legal tem que acabar para que os clubes possam ter essa oportunidade de como mandante, postular pelos seus direitos.

  • Nhonho fdp. Falar em democracia só dá boca pra fora, DEMAGOGO ESCROTO.

  • Por aquilo que mostraram no Carioca, melhor ficar com o modelo antigo mesmo.
    Aplicativo ridículo; Nem suporte pra SmartTV tinha;
    Planejamento 0 e total desconhecimento da área de streaming;
    10 reais por jogo de ESTADUAL (lembrando que nosso presidente disse que estava barato e o correto seria cobrar mais), imagine uma Liberta;
    Narrações patéticas e clubistas. Ninguém merece a falta de profissionalismo dos narradores puxando o saco dos próprios clubes. (tanto a do Flamengo, mas principalmente a do Fluminense, que foi uma aberração).
    Se fosse algo tão simples e lucrativo, todos os clubes europeus teriam algum modelo parecido, porém isso ñ ocorre. Quem dirá no Brasil onde a infraestrutura de todo serviço é medíocre. Sem planejamento por parte da diretoria, torço pra essa ideia nao ir pra frente. Tiro no pé.

  • Esse presidente da Câmara nunca mais ganha nem eleição pra síndico se fizer uma merda dessa. Canalha!