Flamengo define estratégia para negociar Lincoln

FOTO: MARCELO CORTES / FLAMENGO

No início deste ano, o Flamengo contratou grandes nomes para reforçar o plantel rubro-negro e ir em busca de mais conquistas e, com isso, está negociando com jogadores que tem menos oportunidade. Dos sete reforços anunciados pelo Mais Querido, quatro chegaram para dar força ao ataque: a compra efetiva de Gabigol, e as contratações de Pedro, Pedro Rocha e Michael.

Com os novos atacantes, Lincoln, Berrío e Lucas Silva, por exemplo, perderam espaço e, aos poucos, estão sendo negociados: Berrío acertou a transferência para o futebol árabe e, Lucas Silva, das categorias de base, está de malas prontas para Portugal. Agora, o Rubro-Negro estuda uma maneira de negociar Lincoln, que também é cria do clube e ocupa o último lugar na fila de centroavantes.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Conforme divulgado pelo jornal Extra, o Flamengo estuda negociar Lincoln com algum clube estrangeiro, por empréstimo e com opção de compra fixada em, no mínimo, cinco milhões de euros. O veículo destacou ainda, que o Mais Querido tentou dobrar o valor da compra, mas como o atacante não se destacou no profissional, o Mengo considerou o aumento como ‘não interessante’.

Pela equipe profissional do Flamengo, Lincoln realizou 30 partidas, marcou três gols e deu duas assistências. Cria do Fla, o jogador tem contrato até dezembro de 2023 e multa rescisória de 50 milhões de euros.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Poderia emprestar sem valor fixado. Nem que ceda em algum outro ponto. Não é possível que ele seja tão ruim assim. Eu acompanhei muito o último ano dele na base e era extremamente promissor.

  • Glória a Deuxxxxx

  • Teve muito destaque na base. Pode despontar um pouco mais velho. Emprestar é a melhor saída.

  • Lincoln não joga nada desfaz logo entra caixa.