Flamengo estipula prazo para pagamento de multa rescisória de Jorge Jesus; setor jurídico pode ser acionado

FOTO: PAULA REIS / FLAMENGO

Jorge Jesus fez história no Flamengo. O treinador ficou no Rubro-Negro durante 13 meses, com apenas quatro derrotas e cinco títulos: Campeonato Carioca, Supercopa do Brasil, Campeonato Brasileiro, Libertadores da América e Recopa Sul-Americana. Porém, o Mister se despediu do Fla para voltar ao Benfica, mas a multa rescisória ainda não foi paga ao Mais Querido.

O Flamengo definiu que vai aguardar até sexta-feira (07) para que a multa rescisória, que gira em torno de 1 milhão de euros (cerca de R$ 6 milhões na cotação atual), seja depositada pelo Benfica. Caso isso não seja feito, o Rubro-Negro vai acionar o departamento jurídico do clube, para que possa agir visando receber o que é de direito do Fla. A informação foi divulgada primeiramente pelo jornalista Venê Casagrande, do jornal O Dia.


Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!


Como quem rompeu o contrato fora Jorge Jesus, o técnico seria o responsável pelo pagamento da multa rescisória. No entanto, o Benfica, em meio à negociação com o treinador, assumiu a responsabilidade pelo depósito e enviou uma carta ao Flamengo, com a assinatura do presidente benfiquista Luis Filipe Vieira, informando que o valor seria pago logo após a assinatura do contrato.

Jorge Jesus, no entanto, encontra-se há mais de duas semanas em Portugal e foi apresentado oficialmente pelo Benfica na última segunda-feira (03). Até então, a quantia ainda não foi depositada, e o Flamengo promete aguardar até sexta (07) antes de tomar medidas mais drásticas. Enquanto isso, Domènec Torrent já se encontra no Rio de Janeiro e estreia no comando do Fla no próximo domingo (09), contra o Atlético-MG, no Maracanã. A partida é válida pela primeira rodada do Brasileirão e terá início às 16h (horário de Brasília).

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *