Rede Globo notifica Conmebol para rescindir o contrato de transmissão da Libertadores

FOTO: LUCAS UEBEL

A Rede Globo enviou uma cara para a Conmebol com o objetivo de rescindir o contrato da Libertadores da América. A atitude foi tomada após entidade não aceitar o pedido da redução dos valores de contrato feito pela emissora carioca. Apesar do pedido de rescisão, há uma possibilidade de uma nova negociação para tentar um acordo por um valor menor. A informação foi inicialmente divulgada pelo jornalista Rodrigo Mattos.

O contrato da Libertadores foi definido após uma licitação feita pela Conmebol. Dois dos quatro pacotes comercializados foram adquiridos pela Globo e pelo Sportv. De acordo com isso, a emissora tem um compromisso total de US$ 65 milhões em pagamentos anuais para a entidade.


Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!


A pandemia da Covid-19 gerou uma crise financeira em todos os setores, não foi diferente no futebol brasileiro. Por isso, a Rede Globo começou a renegociar os pagamentos que estavam previstos. Além da tentativa de negociação com a Conmebol, a emissora negociou com a FIFA a suspensão do pagamento das parcelas referentes à Copa do Mundo.

O contrato da Rede Globo com a Conmebol representa um valor significativo nas receitas da competição, que são em torno de US$ 300 milhões. Para suprir o baque financeiro que seria causado pela rescisão de contrato, a entidade sul-americana precisaria procurar novos interessados nesses direitos.

Vale destacar que nesta temporada a Globo teve alguns problemas nos direitos de transmissão. Devido à Medida Provisória 984, que muda o processo de negociação das transmissões da partida, a emissora rescindiu de forma unilateral o contrato do Campeonato Carioca com a FERJ e com os clubes.

 

 

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • kkkkkkkkkkkkkkse fufu

  • A cara (carta*) da Globo não deve ter sido legal não… kkkk.

  • Parece que ta difícil do grupo Globo honrar com seus compromissos após o presidente acabar com os privilégios de seus jornais e da emissora junto ao governo federal. A MP ainda vem pra tirar o monopólio do grupo, será que vão aguentar sem a fonte milionária do futebol?