Braz pode ser candidato a vereador? Veja normas do estatuto do Flamengo

POR TULIO RODRIGUES

IMAGEM: REPRODUÇÃO/TWITTER

Desde sábado (18), véspera de Corinthians e Flamengo, circula nas redes sociais imagens do material de campanha da candidatura de Marcos Braz a uma vaga na câmara municipal do Rio de Janeiro como vereador. A imersão do vice-presidente de futebol do Flamengo na política tem gerado debates e divide os torcedores que questionam: Há algum impedimento no estatuto do clube que impeça o cartola? Ele pode se dividir entre as duas funções? Vamos ao que diz a “carta magna” do Mais Querido.


Quem será o próximo a perder para o Mengão? Saiba como lucrar com previsões esportivas!


O ESTATUTO PROÍBE A CANDIDATURA?

No estatuto do clube não há qualquer dispositivo que impeça que um sócio, dirigente eleito ou nomeado, concorra a uma candidatura eletiva em qualquer esfera do poder público ou mesmo que seja nomeado por alguma autoridade. Em 2009, quando Patrícia Amorim foi eleita a primeira mulher a presidir o Mais Querido, ela tinha o mandato de vereadora em curso.

O ESTATUTO PROÍBE O USO DO CLUBE EM CAMPANHAS POLÍTICAS?

Não há também um dispositivo no texto que rege o Flamengo que seja claro e objetivo quanto a isso, mas no “Capítulo V – Dos deveres dos associados”, artigo 24, parágrafo XIII, é imposto ao associado “abster-se de usar ou envolver o nome do FLAMENGO em campanha, de qualquer natureza, estranha aos objetivos do Clube“.

O ESTATUTO PERMITE O CLUBE SE ENVOLVER COM POLÍTICA?

Também não há nada nesses termos no estatuto, mas no artigo 2°, onde se fala sobre os objetivos do clube, não há referências ou menção a envolvimento com política. Inclusive, no artigo 3º, diz que “É vedada a discriminação por motivo de origem raça, sexo, cor, idade, crença religiosa, convicção filosófica ou política e condição social“.

JÁ HOUVE ALGUM SÓCIO OU DIRIGENTE PUNIDO POR USAR O CLUBE EM CAMPANHA POLÍTICA?

Em 2002, o Flamengo sofria uma enorme crise política com o processo de impeachment do ex-presidente Edmundo Santos Silva, que estava em seu segundo mandato. O seu vice geral na época, Júlio Lopes, candidato a reeleição a deputado federal, chegou a ser afastado do clube e do cargo após ser acusado de usar o Fla em sua campanha eleitoral. Em 2018, Bandeira de Mello, sem poder participar do processo eleitoral do Flamengo, foi tentar um cargo eletivo na política. O dirigente foi alvo de inquéritos internos por usar o rubro-negro em sua campanha, mas todos foram arquivados pelos conselhos.

Em entrevista recente, Marcos Braz disse que vai conciliar as funções na campanha política com suas atribuições no departamento de futebol do Flamengo e revelou que conta também com a aprovação da diretoria liderada pelo presidente Rodolfo Landim.

— Eu só saio do Flamengo demitido ou campeão do mundo. O trabalho vai continuar normalmente com muito carinho, com muito respeito sempre. Vamos nos dois. Pode ficar tranquilo que eu vou fazer os dois. Dá para fazer normalmente, é no Rio de Janeiro, não é viagem, não tem horário de jogo duas, três da tarde. Estou muito tranquilo quanto a isso aí.

— As pessoas entenderam e está todo mundo torcendo por um êxito neste projeto também —, finalizou o vice de futebol.

No Resenha deste sábado (17), os comentaristas do Coluna do Fla deram suas opiniões sobre a candidatura de Braz e a mistura do clube com a política. Confira:

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • is erectile dysfunction a va disability
    cheapest erectile dysfunction
    best erectile medicine

  • erectile restoration centers llc
    is erectile dysfunction common in older men
    alcohol induced erectile dysfunction

  • does erectile dysfunction destroy marriages
    erectile function after prostate surgery
    compare erectile dysfunction drugs

  • erectile band
    for erectile health and better blood flow
    erectile dysfunction prognosis

  • Quer encontrar uma mulher para uma noite? Bem – vindo ao — S︆︆e︆︆xc︆︆o︆︆n︆︆t︆︆.︆︆C︆︆o︆︆m

  • FAZEMOS DESBLOQUEIIO DOS CANAIS PREMIERE, TELECINE, HBO, COMBATE E CANAIS ADULTOS PARA ASSINANTES DE TV POR ASSINATURA DE QUALQUER LUGAR DO BRASIL E TAMBEM REDUZIMOS O VALOR DA FATURA
    SÓ PAGA DEPOIS QUE O SERVIÇO FOR FEITO
    WHATSAP 11967425209

  • Brás pode ser candidato,
    é seu direito politico.
    Mas não deve esperar votos
    de torcedores do Flamengo
    somente porque é um bom
    diretor do Flamengo.
    Nenhum torcedor
    pode colocar o Flamengo
    acima dos seus interesses
    como cidadão, que demanda
    serviços públicos de saúde,
    educação e mobilidade urbana
    de qualidade, entre outros
    serviços públicos cada vez
    mais urgentes. O grande
    problema do Brasil não é a
    corrupção (embora essa
    deva ser combatida
    duramente) como as
    campanhas da direita e da
    grande mídia tentam fazer o
    povo acreditar. O maior
    problema do país é a captura
    dos poderes do Estado
    pelos grandes intersesse
    econômicos, que impuseram
    ao nosso país políticas
    neoliberais que sucatearam
    os serviços públicos para
    favorecer o pagamento dos
    juros e serviço das dívidas, que bloquaram todos os esforços
    de implantar no país uma
    Reforma Tributária
    Progressiva, que
    tribute a riqueza ( através de
    impostos sobre movimentações financeiras, ou sobre herança
    de grandes fortunas, por
    exemplo) e alivie a opressão
    tributária que se exerce
    sobre os trabalhadores e
    os mais pobres (através da
    extinçao de tributos como
    o imposto sobre o consumo,
    que grava o feijão e o arroz,
    por exemplo, e da adoção de
    uma tabela de imposto de
    renda que tribute os grandes
    rendimentos como ocorre na
    Alemanha e na Noruega,
    por exemplo, aumentando
    o percentual a pagar
    progressivamente de acordo
    com a renda, e isentando
    os que ganham até 5 salários
    mínimos do pagamento de
    qualquer tipo de impostos).
    Essa é a grande disputa no
    Brasil: a luta entre os que
    defendem um Estado de Bem
    Estar Social, tal como os que
    existem na Alemanha, na
    Noruega, na Finlândia ,
    na Nova Zelândia, entre
    outros. contra os que
    defendem o Estado
    neoliberal, que sucateia
    os serviços públicos
    para favorecer os interesses
    do capital financeiro.
    Não é a disputa de titulos
    pelo Flamengo contra os
    demais clubes que está
    em jogo, mas a luta entre
    essas duas concepções
    politicas e econômicas
    que descrevi acima.
    Bras é candidato pelo DEM,
    partido sabidamente
    defensor do neoliberalismo, diferentemente de Bandeira
    de Melo que é candidato
    da Rede, partido que defende
    um Estado de Bem Estar
    Social. Como se vê, dois
    bons dirigentes do Flamengo,
    fora do Flamengo, têm valências
    políticas completamente
    opostas, pois representam
    outro tipo de disputas. Se
    a torcida apaixonada pelo
    Flamengo nos une, os interesses
    sociais, econômicos e
    políticos nos dividem.

  • -Libero todos os canais de televisão (DAZN, esportes, combate, discoverys, telecines, todos os jogos do Premiere, e muito mais), + 20.000 filmes, + todas as séries, por apenas R$ 39 mensais. Teste grátis.
    -Não necessita de antena!
    -Basta ter, pelo menos, 15 mega de internet.
    -Funciona em Smart Tv, notebook, tv box, celular, tablet, PC.
    -Me chama no WhatsApp 21 98878-8640