Flamengo amassa o Bangu e se isola na liderança do Cariocão

FOTO: MARCELO CORTES/FLAMENGO

Nesta quarta-feira (31), Flamengo e Bangu entraram em campo pela sétima rodada do Campeonato Carioca. O jogo foi disputado no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, às 21h (horário de Brasília). Com o retorno dos titulares, o Rubro-Negro buscava a sua quinta vitória na competição e visava se manter no topo da tabela.

O JOGO:

Logo no primeiro minuto, o Bangu encontrou uma falta de longa distância e cobrou rumo à meta de Diego Alves, que fez defesa tranquila. Na resposta imediata, o Flamengo teve uma grande chance com Gabigol. O atacante recebeu um passe magistral de Arrascaeta e cabeceou, mas o goleiro do Bangu mandou para escanteio.

Sem sair do campo do adversário, o Flamengo empilhava boas jogadas e, com elas, chances de gols perdidas. Depois de muitas tentativas, quase o primeiro, aos 16. Diego deu um lindo toque de calcanhar e colocou dentro da área. O lateral do Bangu tentou cortar e quase fez um gol contra. Na resposta, o Mengo teve mais uma boa oportunidade de balançar as redes. Gabigol, de trivela, lançou para Bruno Henrique, que subiu bem, pegou por baixo da bola.

Os primeiros 20 minutos foram de amplo domínio do Rubro-Negro, totalmente soberano ao adversário na partida. No entanto, como de costume, o Flamengo não conseguia ajustar o último passe e desperdiçava muitas oportunidades de gol.

Aos 29, mais um das excelentes chances criadas pelo Flamengo. Arrascaeta cobrou falta no segundo pau, e Filipe Luís estava dentro da pequena área para finalizar, mas parou na defesa do goleiro adversário. No lance seguinte, aos 32, o Flamengo balançou as redes pela primeira vez, com Gabigol, mas o bandeirinha assinalou impedimento.

Sem tirar o pé do acelerador e partindo pra cima do adversário, depois de um caminhão de gols perdidos, o Flamengo, aos 47, conseguiu estufar as redes. Após cruzamento de Diego, Bruno Henrique subiu muuuito e, de cabeça, marcou o primeiro tento do Mais Querido. Mengo 1×0 Bangu.

Final do primeiro tempo com 71% de posse de bola do Flamengo, que deu 293 passes e 18 cruzamentos. O Rubro-Negro finalizou sete vezes, deu oito desarmes e um drible.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Para a segunda etapa, ambos os times voltaram sem alterações, e o Flamengo buscava ampliar o marcador. Assim como no primeiro tempo, o Mais Querido era totalmente superior nos minutos iniciais, e teve duas boas chances logo no recomeço do confronto, com Gabigol e Gustavo Henrique.

Aos 7 minutos, Everton Ribeiro perdeu a oportunidade de ouro de marcar o segundo gol. O camisa 7 driblou pelo meio e abriu para Arrascaeta, que tabelou com Isla. O lateral cruzou na cabeça do ‘Miteiro’, que tirou tinta da trave.

Após muito pressionar em busca do segundo gol, o Flamengo voltou a balançar as redes. Arrascaeta, o uruguaio mais amado do Brasil, driblou a marcação, deixou todo mundo na saudade e bateu rasteiro, no cantinho, sem chances para o goleiro adversário. Golaço! Mengo 2×0.

Aos 27, substituição dupla no Flamengo: saíram Diego e Gustavo Henrique para as entradas de João Gomes e Bruno Viana.

Em busca do terceiro gol, o Flamengo continuou jogando inteiramente no campo do Bangu. No entanto, sem ritmo de jogo devido à estreia, o Mais Querido começou a errar alguns passes bobos e foi diminuindo um pouco a intensidade.

Para refrescar o time e dar um descanso aos principais atletas, que voltaram aos gramados depois de um tempo de paralisação, aos 37, Rogério Ceni fez mais três substituições no Rubro-Negro. Arrascaeta, Everton Ribeiro e Bruno Henrique deixaram o campo para as entradas de Rodrigo Muniz, Vitinho e Michael.

Logo após a substituição, Vitinho, que havia acabado de entrar, comandou a jogada do terceiro gol do Flamengo. O camisa 11 tocou para Gabigol que, com categoria, balançou as redes de Paulo Henrique. Mengo 3×0.

Sem mais surpresas, o Flamengo amassou o Bangu, garantiu mais três pontos e se isolou na liderança do Cariocão. Fim de papo em Volta Redonda.

 

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *