Por unanimidade, clubes do Carioca aprovam testes para retorno do público em Fla-Flu da próxima semana

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO

Nesta sexta (05), os clubes se reuniram com a FERJ (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro), em chamada virtual para debater a realização de testes de público no Campeonato Carioca. Flamengo, Vasco, Botafogo, Fluminense e os clubes de menor investimento aprovaram a iniciativa, que tem o FlaxFlu da terceira rodada como a partida oficial para início da ideia.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


O planejamento é receber convidados de cada clube envolvido na partida com o exame IgG positivo para o coronavírus. Teoricamente são pessoas que estão “imunizadas’ contra o Covid-19. Grupos de risco para a doença estão fora. Fica a cargo das agremiações o envio da lista dos convidados por partida.

O objetivo é que quando as autoridades públicas liberarem o acesso dos torcedores aos estádios, o protocolo “Jogo Seguro”, elaborado pela Federação junto com os clubes, seja ajustado com um controle rígido dos seus procedimentos.

Na partida de estreia do Campeonato Carioca entre Flamengo e Nova Iguaçu, nesta terça (02), no Maracanã, a presença do filho de Rodrigo Dunshee, vice-presidente geral e jurídico, no gramado chamou atenção. Mesmo com o número máximo de 55 (cinquenta e cinco) pessoas, incluindo atletas, comissão técnica e todo staff envolvido, incluindo neste (1) um assessor de imprensa e (1) um fotógrafo, o Mais Querido levou vinte pessoas como convidadas com o aval da FERJ, que se pronunciou e confirmou a informação quando foi questionada.

Na reunião, ainda estavam presentes médicos das secretarias de saúde do Rio de Janeiro. Vale lembrar que a entidade máxima do futebol carioca segue as diretrizes do Governo Estadual e que qualquer medida só será feita com aval dos órgãos públicos. Até mesmo para uma eventual paralisação do torneio. Com o aumento dos números da Covid-19, três federações suspenderam seus campeonatos.

Em contato com pessoas ligadas ao Flamengo, a informação é que o clube trabalha pelo retorno do público, mas negou que tenha uma data e que se houver, somente nas finais do Carioca, previsto para acontecer ainda no primeiro semestre deste ano.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Sou contra a volta do público nesse momento, só estranho essas pessoas não terem dito nada na final da libertadores,quando os torcedores no estádio estavam todos aglomerados,na final da libertadores pode, ninguém falou nada

  • Me impressiona a quantidade
    de gente sem responsabilidade
    com a vida humana. Um
    miliciano, cuja atividade fim
    é roubar, extorquir e matar,
    não me surpreende quando
    contraria as recomendações
    da Ciência, se opondo a respeitar o isolamento social, o uso
    de máscaras, a compra de
    vacinas etc., pois milicianos são
    milicianos, e não se tornaram
    melhores do que são
    somente por que fizeram
    campanha e conseguiram
    eleger o Bolsonaro. Mas
    dirigentes esportivos deveriam
    ter muito mais compromisso
    com a vida humana do que
    com os cofres de seus clubes.
    Em nome da defesa da vida,
    até mesmo a paralisação total
    do futebol é pensável. Nenhum
    dinheiro vale mais que a vida
    de um único ser humano.
    Essa ideia deveria ser estranha
    apenas para um psicopata a
    serviço dos intersses do
    parasismo rentista como
    Bolsonaro e os milianos
    que o apoiam; não deveria ser
    objeto de discussão em uma
    federação de futebol. A curva
    da morte está indicando
    elevação de número de
    individuos contagiados,
    necessitando de cuidados
    de enfermaria e de internação
    em UTIs. Não há outra forma
    de achatar essa curva,
    impedindo o colapso do
    sistema de saúde, que não
    seja acentuando as medidas
    de isolamento social. Quem
    atua em sentido contrário,
    trabalha para matar pessoas.
    Milicianos fazem isso
    com frequência, homens
    de bem, se esforçam por
    preservar a vida.

  • Vergonha, enquanto isso as escolas continuam fechadas

  • tenho minha opinião; não é o momento de levar público aos estádios,alguns estados estão paralisando os campeonatos por causa do número alarmante de casos de covid 19/ com essa variante do vírus,
    vamos ficar em casa e ver pela tv,(por enquanto) Deus vai abençoar essa nação,basta cada um de nós procurar fazer o bem e amar o próximo

  • Excelente ideia! A condições sim de colocar público nos estádios seguindo as regras de segurança e, desde que cada torcedor tbém tenha consciência da sua responsabilidade.

  • Que loucura ?
    Ai depois vem entopir os hospitais das cidades do interior.
    VSF CAMBADA DE INCOERENTES!