Quem foi melhor? Comentarista rechaça comparação entre Gabigol e Romário no Flamengo

FOTO: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

O Resenha ao vivo, o programa diário do Coluna do Fla, no Youtube, às 19h30m, debateu sobre as comparações entre os atacantes Romário e Gabigol no Flamengo.


Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!


Para a comentarista Paula Mattos, a comparação nem devia ser feita. Segundo ela, Gabigol além de ter ganho uma Libertadores pelo Mais Querido, foi o autor dos gols decisivos na partida. Já Romário, conquistou somente títulos estaduais.

Não tem a menor comparação entre os dois. É até uma comparação esdruxula porque simplesmente o Gabigol nos deu uma Libertadores e o Romário só ganhou Carioca pelo Flamengo. O Gabigol em dois anos aqui, além de toda identificação com a torcida… Eu vejo o Gabigol como a representação do torcedor no gramado. Aquele cara pilhado, que entra no jogo, que xinga, que briga, que faz gol e vibra como a gente faz nas arquibancadas. Parece que o Gabigol nasceu para jogar aqui.

Veja o Resenha desta quarta (07) e deixe a sua opinião:

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Diferenças. Gabigol não é centroavante nem ponta direita, mas se movimenta e se coloca bem dentro da área para receber a bola geralmente do Arrascaeta ou Bruno Henrique na medida para empurrar a bola para o gol. Romário fazia gols difíceis, cavava o gol. se tivesse um defensor em sua frente ele driblava e fazia o gol. A maioria dos seus gols eram de bolas colocadas. Romário, Pedro e Muniz têm as qualidades que um centroavante precisa: saber jogar de frente e de costa para o gol, bater bem com as duas pernas, cabecear bem e ter domínio de bola dentro da área. São qualidades que Gabigol não têm. Enquanto a maioria dos jogadores do Flamengo faz gol e vai abraçar os companheiros, Gabigol, até gol de pênalti corre para as câmaras de TV, faz o gesto que o caracteriza, escancara a boca. para valorizar o gol, A garotada gosta disso. Isto é um marketing forte.
    .

  • Raciocínio medíocre achar que quem faz mais gols é o melhor jogador do time..
    No Flamengo com times inferiores ao atual teve centroavantes meio perna de pau que fizeram muitos gols e foram artilheiros. Não se pode comparar os jogadores do time de 2019 e atual com os jogadores dos times anteriores. Não há parâmetros para comparação.
    Os dois gols feitos por Gabigol no final da partida contra o River Plate aumentou sua fama, mas é preciso dar o mérito do primeiro gol ao Arrascaeta que deu a bola para Gabigol, dentro da pequena área empurrar a bola para o gol. Até então Gabigol estava apagado, era o pior jogador em campo. No 2º gol mérito do Gabigol, que malandramente meteu a mão na barriga do defensor, discretamente deslocando-o, que acabou cabeceando para a perna esquerda do Gabigol. Quem tiver dúvida verifique o lance em câmara lenta