Anota, Freguês! Flamengo supera o Palmeiras e vence na estreia do Brasileirão

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO

Por: Paula Mattos

Flamengo e Palmeiras entraram em campo neste domingo (30), às 16h (horário de Brasília), no Maracanã, para dar início aos trabalhos pelo Campeonato Brasileiro. Atual bicampeão da competição, o Mais Querido foi em busca da primeira vitória, começando Brasileirão com o pé direito, como já era previsto pelo apostagolos.com, que indicava o Rubro-Negro como favorito. Em campo, o Fla levou a melhor pelo placar mínimo: 1 a 0, gol de Pedro.

O JOGO:

O jogo começou bem pegado e picotado, com muitas faltas marcadas pela arbitragem. Na truncada partida, o Flamengo teve a primeira boa chance aos 11 minutos. Arrascaeta deu uma bola espetacular para Pedro, que entrou para finalizar, mas parou em excelente defesa de Weverton.

O Palmeiras, que chegava bem principalmente pelo lado direito, teve uma chance fantástica aos 17. Rapahel Veiga lançou Rony, que cruzou para Luiz Adriano chutar. Diego Alves, SENSACIONAL, tirou a bola com os pés e salvou o que seria o primeiro gol do jogo.

Metade da primeira etapa foi marcada por um confronto bem amarrado, com apenas uma boa oportunidade para cada lado, mas muitas faltas assinaladas pela arbitragem.

Aos 24, o Flamengo teve uma boa jogada trabalhada. Gerson roubou a bola no meio de campo, Arrasceta lançou para Bruno Henrique, que dominou e devolveu para o uruguaio chutar, mas a bola do camisa 14 foi defendida por Weverton. No lance seguinte, o Alviverde respondeu e chegou bem ao ataque, mas parou em boa defesa de Diego Alves.

Pouco depois, aos 29, o Palmeiras conseguiu superar a defesa rubro-negra e estufou as redes do Flamengo, mas o gol foi anulado por impedimento claro. Tudo igual no marcador: 0 a 0.

Em partida muito picotada, apenas aos 36 o Alviverde voltou a chegar com perigo e, Diego Alves precisou ser SENSACIONAL. Rony disparou no ataque, ganhou de Gerson e chutou com endereço certo, mas o arqueiro rubro-negro se agigantou e salvou o tento.

Já aos 45 minutos, Pedro perdeu a grande chance de levar o Flamengo com vantagem para o intervalo. Gerson roubou a bola de Luiz Adriano e passou para Everton Ribeiro, que entregou para o camisa 21 finalizar cruzado, mas o chute foi para fora.

O primeiro tempo foi marcado por 23 faltas em 45 minutos. Praticamente não houve jogo. Um número exacerbado de marcações e uma atuação muito questionada da arbitragem.

 

Sem alterações para os segundo tempo, o Flamengo teve a primeira chance aos 27 segundos. Arrascaeta deu uma bola linda para Bruno Henrique, que finalizou por cima do gol de Weverton. Pouco depois, o camisa 27 voltou a ter grande oportunidade e mandou uma bomba rumo ao gol adversário. A bola quicou e quase complicou a vida do arqueiro, que estava atento para defender.

Os primeiros 10 minutos do Mais Querido na etapa final foram melhores do que todo o primeiro tempo. O Rubro-Negro ajustou algumas carências e aproveitou a posse de bola para encontrar espaços e criar melhores jogadas. Aos 10, Arrascaeta girou bonito e chutou para o gol, mas parou no paredão montado pelo goleiro adversário.

Na reposta, o Palmeiras chegou com muito perigo e Diego Alves foi GIGANTE. Luan lançou Rony, que chutou e parou na defesa do camisa 1 do Flamengo. No rebote, Viña tocou para o gol que estava quase vazio, mas Diego, mais uma vez, foi sensacional e se esticou todo para salvar o Rubro-Negro.

Pressionando o Alviverde, aos 18 minutos, o Flamengo teve pênalti claro em cima de Bruno Henrique, mas a arbitragem assinalou falta de Pedro. Atuação muito questionada de Daronco e Companhia.

Pouco depois do lance do pênalti, uma confusão total na área do Palmeiras e um incrível gol perdido pelo Mais Querido. Arrascaeta cobrou falta, Rodrigo Caio finalizou de cabeça e Weverton defendeu. No rebote, Arão, caído, tentou chutar, mas o arqueiro salvou. INACREDITÁVEL.

Aos 29 minutos, GOL DO FLAMENGO! Bruno Henrique ligou o turbo e comandou a jogada pela esquerda, deixando dois marcadores na saudade. Na linha de fundo, o camisa 27 cruzou para Pedro, que só precisou estufar as redes. Faz a reverência! Mengo 1 x 0.

Na sequência, a primeira alteração de Ceni, que tirou Everton Ribeiro para a entrada de Vitinho, que participou de boa oportunidade do Flamengo logo após entrar em campo. Rodrigo Caio comandou a jogada e trabalhou com Bruno Henrique. O atacante entregou para Arrascaeta, que dominou e deixou para Vitinho finalizar, mas o chute foi fraco e facilitou a vida do goleiro Alviverde.

Aos 41, substituição dupla de Rogério Ceni, que tirou Arrasceta e Diego para as entradas de Michael e Hugo Moura. Com cinco minutos de acréscimo, Ceni voltou a mexer e colocou Rodrigo Muniz no lugar de Pedro. Aos 47, Rony levou susto ao Flamengo e quase empatou, mas a partida terminou com vitória rubro-negra.

Fim de papo no Maracanã. Após ruim atuação do Flamengo no primeiro tempo, o time se reencontrou na segunda etapa e conseguiu o resultado. Mesmo com um pênalti claro não marcado, o Mais Querido bateu o Palmeiras e iniciou, com o pé direito, a trajetória rumo ao tri.

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *