Na raça! Flamengo vence o Defensa y Justicia fora de casa e abre vantagem nas oitavas da Libertadores

FOTO: DIVULGAÇÃO/CONMEBOL

Por: Paula Mattos

Flamengo e Defensa y Justicia entraram em campo na noite desta quarta-feira (14), às 21h30 (horário de Brasília), na Argentina, em jogo válido pela ida das oitavas de final da Copa Libertadores. Para a partida, o Rubro-Negro marcou a estreia de seu novo treinador, Renato Gaúcho, que iniciou com o pé direito e venceu fora de casa, por 1 a 0, garantindo vantagem para a partida de volta.

Sem quatro titulares, o Flamengo entrou em campo com: Diego Alves, Isla, Gustavo Henrique, Léo Pereira e Filipe Luís; João Gomes, Thiago Maia, Arrascaeta e Everton Ribeiro; Michael e Gabigol.

O JOGO:

O Flamengo iniciou o jogo bem perdido, e encontrava muitas dificuldades com a saída de bola. O Defensa, mais organizado, dominava as ações do confronto, e o Mengo não conseguia sair da intermediária. Diego Alves cometeu muitos erros na saída de bola, Thiago Maia e João Gomes não se entenderam no meio e erraram tudo o que tentaram. Arrascaeta, jogando centralizado, estava bem tímido, e Gabigol, isolado na frente, quase não viu a cor da bola.

Após ver o Defensa comandar os primeiros 15 minutos e cometer muitos erros, o Flamengo, apesar das dificuldades para se manter com a bola e criar jogadas, encontrou um gol aos 20 minutos. Michael fez jogada individual e, de fora da área, chutou rumo à meta adversária. A bola desviou e entrou. GOLAÇO na Argentina. Mengo 1 x 0 Defensa.

Apesar do resultado positivo, o Flamengo apresentou uma questionável atuação na primeira etapa. A qualidade individual dos jogadores não sobressaiu, e o coletivo mal funcionou. Com muitos erros na etapa inicial, o Rubro-Negro precisava ajustar alguns detalhes para o segundo tempo, principalmente no meio campo, que não teve fluidez com Thiago Maia e João Gomes.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


O Flamengo voltou sem alterações para o segundo tempo, e com os mesmos problemas da etapa inicial. Desorganizado e perdido, o Mais Querido via o Defensa crescer no jogo, ditar as ações e buscar o empate, que quase veio aos 15 minutos. Rotondi fez jogada individual e saiu na cara do gol, mas chutou pra fora.

Pouco depois, aos 22, excelente defesa de Diego Alves, que salvou o Flamengo do empate. No contra-ataque, quase o segundo gol do Mengo. Arrascaeta deu um lindo passe para Gabi, que bateu cruzado, mas parou na defesa do goleiro Unsaín.

Depois de um primeiro tempo questionável e com péssimas saídas de bola, Diego Alves cresceu na segunda etapa e, aos 31, fez mais uma defesa incrível. Com a ponta dos dedos, o camisa 1 foi buscar a bola no cantinho e impediu o empate do Defensa. Na sequência, a primeira alteração de Renato na partida, que tirou Michael para a entrada de Vitinho.

O Defensa y Justicia mandou no jogo e o Flamengo só se defendia. Aos 39, Renato Gaúcho fez uma alteração tripla e fechou a casinha. Tirou Arrascaeta para a entrada de Bruno Viana, ficando com três zagueiros em campo. Saíram também Everton Ribeiro e Isla para as entradas de Matheuzinho e Pedro.

Aos 44, DIEGO ALVES DE NOVO! Se com os pés ele deixou a desejar, com as mãos ele voltou a fazer milagre nos minutos finais, evitando o empate na reta final. Logo após o lance, Renato mexeu de novo, e tirou Thiago Maia para a entrada de Piris da Motta, que no primeiro lance tomou cartão amarelo.

Sufoco nos minutos finais… Aos 48 o Defensa levou perigo novamente, com cobrança de falta direto pro gol. A bola desviou na zaga e quase entrou. No lance seguinte, após cobrança de escanteio, mais perrengue… Apesar dos sustos, o Flamengo superou as adversidades e saiu com a vitória, garantindo vantagem no placar. Fim de papo na Argentina. Mengo 1 x 0.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Não foi na raça, foi na sorte.
    O time Argentino mostrou muito mais futebol, time bem postado, com muitas variações técnicas.
    Flamengo mostrando que não tem banco.
    A zaga muitas vezes dando susto, cruzando bolas na defesa.
    A minha opinião hj, é que o Flamengo precisa de umas 5 peças classe A ( defesa, meias de ligação, atacantes pelos lados).
    De positivo ontem, só vi a superação do Michael. Ainda não está jogando o futebol que fez o Flamengo contrata-lo, mas tá se esforçando bastante.

  • Técnico burro, retranqueiro, o Fla não pode retroagir dessa maneira. Porra, time n jogou nada, vitória enganadora

  • Fora RENATO, RETRANQUEIRO de um figa

  • Parabéns Diretoria, acabaram com o time, Técnico BURRO, só serve p o Grêmio, fora URGENTE, nunca vi o MENGAO jogar tão ruim, meu Deus

  • Pior jogo do Flamengo em 2021. Show de horrores.