Em atuação irreconhecível, Flamengo decepciona e é goleado pelo Internacional no Maracanã

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO

Por: Paula Mattos

Flamengo e Internacional entraram em campo na noite deste domingo (08), às 18h15 (horário de Brasília), no Maracanã, em jogo válido pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com apenas uma baixa no time principal, o Mengo foi com força máxima em busca de uma vitória para alcançar as primeiras posições na tabela. Em noite para esquecer, o Rubro-Negro foi dominado pelo Colorado e perdeu de 4 a 0.

O JOGO:

O Flamengo teve as primeiras boas chances do jogo, e no seu melhor estilo de administrar a posse de bola e seguir rumo ao gol adversário, tentava dominar o confronto, mas pecou pelo preciosismo no último passe e pelos erros do ataque nas tomadas de decisão. Após boa oportunidade com Arão, aos quatro minutos, a chance mais clara do Mengo foi aos nove, com Gabigol. Ele tabelou com Diego e ficou em excelente condição de finalizar, mas errou o alvo.

Pouco depois, mais uma boa chance para o Flamengo, que roubou a bola no ataque. Arrascaeta tentou trabalhar com Gabi, mas Cuesta desviou. Na sobra, o camisa 14 finalizou de fora da área e mandou por cima do gol. Minutos depois, a tentativa foi de Willian Arão, que chutou de fora da área, mas parou na defesa de Daniel, que não deu rebote.

Apesar das boas chances do Flamengo, que não aproveitou as oportunidades, quem abriu o placar foi o Internacional, aos 18. Yuri Alberto tabelou com Edenilson, saiu na cara de Diego Alves e estufou as redes. Mengo 0 a 1 Internacional. Não demorou um minuto para o Colorado quase garantir o segundo tento: Saravia deu um lindo cruzamento para Yuri Alberto, que mandou para fora.

Após sofrer o primeiro gol, o Flamengo se perdeu no jogo e não conseguia encontrar os espaços para encaixar as jogadas. Aos 37, teve grande oportunidade de empatar o jogo. Bruno Henrique arrancou em contra-ataque, mas Gabigol desperdiçou. Na resposta, gol do Inter. A zaga do Rubro-Negro falhou e Patrick encontrou Yuri Alberto, que marcou o segundo. Flamengo 0 x 2 Internacional,

Aos 44, o Flamengo desperdiçou a chance de diminuir a vantagem do Colorado. Após cruzamento na área, Bruno Henrique, na cara do gol, desviou de cabeça, mas parou na defesa de Daniel. Na sequência, Diego tentou de fora da área e mandou uma bomba rumo à meta adversária, mas o goleiro rival pegou mais uma. Fim de papo na primeira etapa: Flamengo 0 x 2 Internacional


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Sem alterações na volta do intervalo, o Flamengo precisava reverter o resultado e conseguir a virada para continuar buscando o topo da tabela e se manter vivo na briga pelo Brasileirão. Aos 9 minutos, Isla fez um ótimo cruzamento, Cuesta desviou e quase marcou contra. Na resposta, o Internacional saiu em contra-ataque e estufou as redes com Taison. Flamengo 0 x 3 Internacional.

Aos 13, primeira substituição no Flamengo: saiu Diego para a entrada de Michael. Logo na sequência, o goleiro do Internacional fez uma defesa fantástica para impedir o primeiro gol do Rubro-Negro. Após cobrança de escanteio, Léo Pereira cabeceou com destino certo, mas o arqueiro tirou em cima da linha.

Totalmente perdido em campo, o Flamengo fez a pior atuação desde que Renato Gaúcho assumiu a equipe. Com todos os jogadores abaixo, o Rubro-Negro perdeu seu camisa 9 aos 15 minutos. Gabigol, que não fazia boa partida, recebeu cartão vermelho e foi expulso de campo. Após bate-boca nos gramados, gol do Internacional. Aos 24, livre de marcação, o atacante invadiu a área e estufou as redes. Flamengo 0 x 4 Internacional.

Após o quarto gol, Renato Gaúcho fez duas substituições: tirou Arrascaeta e Everton Ribeiro para as entradas de Pedro e Thiago Maia. Noite para esquecer do Flamengo no Maracanã. O time se perdeu após sofrer o primeiro gol e foi totalmente envolvido pelo adversário, que construiu o resultado sem muitas dificuldades.

Totalmente perdido em campo, o Flamengo não esboçou nenhum poder de reação. A arbitragem, também, deu um espetáculo a parte: juiz muito aquém do nível do jogo. Nos minutos finais do duelo, o Rubro-Negro tentou chegar com Michael, que teve duas chances. A primeira, o camisa 19 desperdiçou, e na segunda, parou nas mãos do goleiro Daniel. Sem mais, fim de papo no Maracanã! Flamengo 0 x 4 Internacional.

Veja também

  • Bem feito! Time de mascarados, pensam que são os melhores do mundo e que os outros times vão ficar com medo. Levaram uma traulitada bem merecida. O Renato também incentivou esta palhacada deixando os reservas jogarem no meio da semana e dar moleza para este bando de vagabundos que ganham uma fortuna e só querem jogar alibertadores para ficarem famosoas e se valorizarem. Este é o problema de jogadores que não estão nem aí para o Flamengo. Só pensam em si mesmos. Os garotos da base, eles vendem a prêco de banana e ficam com estes mascarados. Os da base gostam do Mengão estes aí estão c a andando. Gustavo Henrique e Léo peneira, uma vegonha. Gaboiola dando chiliques e ainda querem vender o Muniz, vender não dar! E se o Renato não tomar pulso a vaca vai pro brejo logo logo. Quem não está bem tem que ser substituído! Não interessa quem é. Pelé só teve um. Esses aí acham que são intocáveis. Muita fumaca e pouco fogo!

  • Já vi esse filme antes, uma semana livre para treinar e dá nisso aí, um time com uma soberba danada.
    Futebol se ganha dentro de campo e com seriedade.

  • Pareciam 11 moleques querendo desrespeitar a história do CR Flamengo.
    O que foi isso?
    Porque Gabigol pediu para ser expulso?
    O que queria Isla, ao deixar claramente Guerrero chutar contra o gol do Mengão, no finalzinho da partida?
    Porque os jogadores não tocavam a bola ao companheiro que estava ao lado, preferindo segurá-la até perdê-la?
    O QUE FAZ GUSTAVO HENRIQUE NO FLAMENGO?
    Pedro, até quando vai jogar como craque de seleção ou peladeiro de várzea? Arão, idem!
    …e concordaram com a saída de Natan…

  • O time realmente não jogou bem, o goleiro e o atacante do Inter estavam em dia inspirado, o gramado do Maracanã realmente atrapalha demais quem gosta de tocar bem a bola e jogadores como Gabriel Barbosa e Bruno Henrique estavam irreconhecíveis mas o desequilíbrio emocional da equipe se deveu também a má atuação da arbitragem que não coibiu o antijogo do Colorado: sempre que o Flamengo tentava partir em contra-ataque, os jogadores do Internacional, sistematicamente derrubavam o Rubro-negro que tentava avançar com a bola. Não havia tentativa de acertar a bola, sempre visavam parar a jogada e em vários momentos faltou o cartão amarelo para conter essa estratégia que deve ter sido bem orientada pelo técnico Diego Aguirre aos seus jogadores.

  • Esse sacode foi bom pra baixar a bola deles. Doravante os jogadores do Flamengo irão calçar a sandália da humildade.

Comentários não são permitidos.