Entidade veta, e Conmebol não poderá aumentar o intervalo de finais para apresentação de show

As finais das competições da Conmebol serão somente em novembro, mas as movimentações em torno delas estão a todo vapor, gerando expectativa de torcedores e outros envolvidos. Uma das ideias da entidade era que, nos confrontos decisivos, o tempo de intervalo fosse maior, passando de 15 para 25 minutos. O objetivo era organizar shows ao estilo do Super Bowl, a final da liga profissional de futebol americano, tanto na Sul-Americana quanto na Libertadores. Porém, a ação não irá para frente.

De acordo com o portal Uol, em reportagem nesta quarta (27), a Ifab (International Board), entidade que regula o futebol, vai rejeitar o pedido da Conmebol para a expansão dos intervalos. Os membros da instituição temem que os períodos possam ser prejudiciais aos atletas, inclusive ocasionando lesões, pelo maior tempo de inatividade. A definição será comunicada à Conmebol, que deve fazer os espetáculos antes das respectivas partidas.


Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!


Vale destacar que, no início de setembro, Alejandro Dominguez, presidente da Conmebol, enviou um documento à FIFA e a IFAB, apresentando motivos para o aumento dos intervalos. Entre os benefício citados, está a “melhor recuperação” dos atletas, além de elevar a atratividade dos jogos, com shows e coisas afins.

Sem aumento nos intervalos dos jogos, Flamengo e Palmeiras se enfrentam pela decisão da Libertadores. O jogo será no dia 27 de novembro, às 17h (horário de Brasília). Já pela Sul-Americana, Bragantino e Athletico-PR ficam frente à frente, no dia 20 de novembro, também às 17h (horário de Brasília). Ambas as partidas serão no Estádio Centenário, no Uruguai.

 

 

 

 

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *