Flamengo busca patrocínio para ‘barra traseira’ da camisa

A Total, ex-parceira do clube, não renovou o contrato, que chegou ao fim no dia 31 de dezembro de 2021

A traumática temporada de 2021 ficou para trás e, com isso, a Total, ex-patrocinadora do Flamengo, deixou o clube no último dia 31 de dezembro. Não à toa, agora, o Mais Querido busca um novo parceiro para preencher o espaço deixado na ‘barra traseira’ do Manto Sagrado.

Vale lembrar que, antes da virada do ano, os Conselhos Deliberativo e Administrativo do Rubro-Negro aprovaram um pacote de R$ 70,6 milhões por três patrocinadores, sendo eles as renovações da Havan e da ABC da Construção, além da chegada da Pixbet.

As melhores ofertas para produtos do Flamengo: aproveite desconto e brindes!

Com isso, todas as propriedades do uniforme já garantem cerca de R$ 147 milhões para os cofres rubro-negros nesta temporada. No entanto, a tendência é que a conta suba um pouco mais justamente devido à busca por um novo parceiro para a barra traseira da camisa.

Além das marcas mencionadas anteriormente (Havan, ABC da Construção e Pixbet), o Flamengo ainda tem contrato assinado com Adidas (R$ 40 milhões, até abril de 2023), Banco BRB (R$ 32 milhões, até julho de 2023), Mercado Livre (R$ 18 milhões, até novembro de 2022) e com a Tim (R$ 4 milhões, até junho de 2022).

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *