Flamengo tropeça na estreia do Brasileirão e não sai do empate com o Atlético-GO

Jogo deste sábado (06) marcou a estreia do Flamengo no Brasileirão

Por: Paula Mattos

O Flamengo estreou no Campeonato Brasileiro e empatou em 1 x 1 com o Atlético-GO, fora de casa. Atuando em território adversário, o Rubro-Negro teve um início de jogo atrapalhado, se organizou e chegou a dominar a partida em alguns momentos, mas não apresentou atuação ‘convincente’, tropeçando no primeiro jogo da liga nacional.

O JOGO:

Conforme citado anteriormente, o Flamengo iniciou a partida completamente atrapalhado e tomou um gol patético no primeiro minuto. David Luiz não acompanhou Jorginho, a bola sobrou na defesa e Arão tentou cortar, mas acabou dando um presente para o Atlético-GO abrir o placar. No entanto, após analise do VAR, o gol foi anulado por impedimento.

Depois de um início desorganizado, o Flamengo conseguiu colocar a bola nos pés, a cabeça no lugar e, com isso, passou a comandar as ações do confronto. Após o susto, o Mengo teve uma boa oportunidade aos 6 minutos, com Bruno Henrique, mas a finalizou foi impedida pelo goleiro Luan Polli.

A segunda melhor chance foi aos 22, também com Bruno Henrique, que mandou a bola por cima do travessão. A persistência do Fla voltou a levar perigo aos 27, com Gabi, que finalizou pela rede do lado de fora. Logo na sequência, de novo o camisa 9, após jogadinha com BH, mas a defesa do Atlético-GO mandou para escanteio.

Melhor em campo, o Mengo até chegou bastante, mas encontrava dificuldades para penetrar a linha defensiva do Atlético-GO, que era bem postada. Na reta final, aos 39, os donos da casa chegaram bem, mas Hugo fez boa defesa e manteve o placar em 0 a 0.


As melhores ofertas para produtos do Flamengo: aproveite desconto e brindes!


O Flamengo voltou do intervalo sem alterações na escalação e, também, na postura. Tentava pressionar o Atlético, mas não conseguia ser efetivo. O adversário, por outro lado, aproveitava os espaços – principalmente no lado esquerdo da defesa rubro-negra – e tentava chegar ao gol de Hugo, mas sem sucesso.

Após 20 minutos de uma ruim atuação, Paulo Sousa fez a primeira substituição: tirou Thiago Maia para a entrada de Everton Ribeiro. A alteração não mudou em praticamente nada a postura do Flamengo que, sem criatividade, viu o Atlético abrir o placar aos 29.

Aos 35, Paulo fez mais duas alterações, e saíram Matheuzinho e Andreas para as entradas de Lázaro e Pedro. E bastou o Cria do Ninho entrar em campo para o Flamengo ter uma “esperança”, quase empatando a partida aos 38 – em boa defesa de Luan Polli. Na sequência, GOL DO MENGO! Arrascaeta cobrou escanteio e Bruno Henrique foi ao segundo andar para cabecear e estufar as redes. Tudo igual no marcador: 1 x 1. Pouco depois, aos 42, Pedro mandou no travessão e, por pouco, não virou a partida – inacreditável a bola não ter entrado.

A arbitragem assinalou sete minutos de acréscimos, e Paulo Sousa fez outra substituição aos 47: tirou Arrascaeta para a entrada de Diego Ribas. A alteração, no entanto, não surtiu efeito. Aos 49, o Atlético assustou e quase garantiu a vitória – mas a bola explodiu no travessão e salvou o Flamengo, fazendo o duelo terminar empatado. Fim de papo no Antônio Accioly – Atlético-GO 1 x 1 Flamengo.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *