Spindel comenta sobre ‘panelas’ no elenco do Flamengo e rechaça falta de profissionalismo

Dirigente concedeu entrevista coletiva nesta sexta (08) após apresentação oficial de reforços


Após semana conturbada no Flamengo, a torcida começou a se mexer para cobrar o time e, para isso, foram até o Ninho do Urubu, que está em clima de tensão nesta sexta-feira (08). Em meio aos protestos, o diretor executivo de futebol, Bruno Spindel, comentou sobre alguns dos focos da insatisfação dos rubro-negros: as ‘panelas’ no elenco. O dirigente negou divergências entre os atletas e rechaçou a falta de profissionalismo sugerida pela torcida e pela imprensa.

As relações são muito boas entre todos. A gente vê uma narrativa sendo construída em cima de fatos que não procedem. Não tem problema, a gente fica estarrecido quando a gente vê narrativas como essa saindo na mídia. Mas se a gente ficar desmentindo tudo a gente não vai trabalhar. De forma nenhuma essas questões procedem, temos total confiança na comissão e no grupo. O trabalho precisa de tempo, a gente fez cinco contratações e discutimos com o Paulo o necessário e alguns ajustes foram feitos. É tudo muito claro e as relações são boas. Óbvio que tem jogos que vamos jogar bem, outros não, a gente se frustra por não termos ganhado a Supercopa e o Estadual, tivemos chances, mas a equipe está focada para mudar isso e com confiança total na comissão técnica — disse Spindel, antes de concluir:


As melhores ofertas para produtos do Flamengo: aproveite desconto e brindes!


Sobre as funções, há uma estrutura profissional em todas as áreas do clube. Tem uma falácia na mídia de que o clube não é profissional, queremos atingir os objetivos e metas determinados e estamos trabalhando. Temos funções muito claras e temos uma relação muito boa, claro que tem cobranças, o Marcos e o Presidente Landim me cobram muito. Abaixo de mim temos diversos departamentos, todo um corpo profissional em cada uma dessa gerência para que o clube possa atingir os objetivos. Landim, como o Marcos já cansou de falar, da excelência e tem muita clareza em suas ideias. Sendo estatutário ou não, o que eu posso garantir é que deixamos tudo que a gente tem aqui no Flamengo. Deixamos tudo, esforço, comprometimento e objetivos — declarou o dirigente.

Vale destacar que Marcos Braz, vice-presidente de futebol, também esteve presenta na coletiva e, inclusive, abriu o jogo sobre sua relação com o técnico Paulo Sousa. O dirigente reconheceu o momento instável do time, mas garantiu confiança no trabalho do português. Em meio à crise, o Flamengo continua em busca de resultados positivos e, neste sábado (09), às 19h (horário de Brasília), tenta a vitória contra o Atlético-GO, na estreia do Brasileirão.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *