Pedro chega a quatro gols nos últimos cinco jogos pelo Flamengo

Camisa 21 da Gávea marcou o tento da vitória rubro-negra contra o Goiás, pelo Brasileirão


Neste sábado (21), o Flamengo venceu a equipe do Goiás por 1 a 0, no Maracanã, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. Um dos destaques foi o centroavante Pedro, que marcou o único gol do triunfo rubro-negro e chegou a marca de quatro tentos nos últimos cinco jogos pelo Mais Querido.

O gol de Pedro neste sábado (21) saiu ainda no primeiro tempo, aos 17 minutos de jogo. Após bela trama entre o centroavante Gabigol e o lateral direito Matheuzinho, o camisa 21 da Gávea apenas teve o trabalho de empurrar a bola para o fundo das redes do time goiano.

Como mencionado, Pedro balançou as redes em quatro oportunidades nos últimos cinco jogos do Flamengo na temporada. O início da sequência foi diante do Altos-PI, pelo duelo de ida da Copa do Brasil. Vale destacar, inclusive, que o atacante anotou dois tentos contra a equipe piauiense, em relação as duas partidas das oitavas de final do torneio nacional.


Quer comprar produtos do Flamengo pela internet? Conheça a loja mais rápida e segura!


Logo depois, o camisa 21 marcou contra o Talleres (ARG), Universidad Católica (CHI), e, por fim, o Goiás, em jogo deste sábado (21). A partir de agora, Pedro já muda a chave e inicia a preparação para o duelo pela Libertadores, nesta terça-feira (24), diante do Sporting Cristal (PER).

A partida será realizada no Maracanã, a partir das 21h30 (horário de Brasília), em partida válida pela última rodada da fase de grupos da Libertadores. Já classificado para as oitavas de final da competição, o Mais Querido apenas cumpre tabela diante da Nação Rubro-Negra.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Pedro é um grande atacante. O único time em que não seria titular no Brasil é o Flamengo, por conta de BH e Gabigol. Mas parece que hoje Paulo Sousa conseguiu encaixar os 3, e ainda manter Everton Ribeiro e Arrascaeta. Apesar da formação super ofensiva, acho que o Fla criou menos do que nos últimos jogos, contra Botafogo e Universidad Catolica.