Dirigentes e jogadores do Flamengo se incomodam com a coletiva de Paulo Sousa


Treinador apontou os erros individuais como principal causa da derrota para o Fortaleza


Depois da derrota de 2 a 1 para o Fortaleza, na tarde do último domingo (05), Paulo Sousa foi questionado sobre a atuação do Flamengo. Na resposta, o técnico português foi direto ao apontar erros individuais como fator fundamental para o resultado negativo. Logo após a fala repercutir, dirigentes e alguns jogadores do clube ficaram insatisfeitos, alegando que o comandante “terceirizou a culpa” aos atletas. Informação da jornalista Raisa Simplicio.


As melhores ofertas para produtos do Flamengo: aproveite desconto e brindes!


No Maracanã, o primeiro gol do Fortaleza surgiu de uma saída de bola errada protagonizada por Willian Arão. Além do equívoco que resultou no tento adversário, outras falhas também marcaram, principalmente, o primeiro tempo no duelo. Pablo e Ayrton Lucas, por exemplo, foram outros dois atletas que cederam jogadas perigosas ao time cearense. Paulo Sousa, logo, não escondeu a insatisfação com o déficit individual no Flamengo.

— O que nos aconteceu, sem dúvida, foi que todas as decisões individuais foram erradas. Coisas simples, sem pressão, precipitação, passes que deram oportunidades aos adversários na segunda parte […] O que aconteceu em termos técnicos individualmente foi algo sem precedente e que não vai acontecer. Foi muito fraco individualmente —, analisou o português, em coletiva pós-jogo.

Foi justamente esse trecho da coletiva que incomodou dirigentes e alguns jogadores, tanto que o respaldo que partia de uma ala da diretoria diminuiu após a derrota para o Fortaleza. Assim, Paulo Sousa nunca esteve tão ameaçado no cargo quanto agora. E ainda nesta segunda-feira (06), o presidente Rodolfo Landim e o Departamento de Futebol do Flamengo vão se reunir para avaliar o trabalho do português e definir se o técnico seguirá ou não no Rubro-Negro.

Pressionado e com a corda no pescoço, Paulo Sousa e elenco flamenguista se reapresentam nesta segunda (06) para o início das atividades que visam o próximo duelo. Na terça-feira (07), o grupo viaja para o interior de São Paulo, onde encara, às 20h30 da quarta-feira (08), o Red Bull Bragantino, pela décima rodada do Campeonato Brasileiro. Na 11ª posição, com 12 dos 27 pontos disputados na competição, o Flamengo está a seis atrás do líder Corinthians e precisa da vitória para colar na briga pelas primeiras colocações.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ficou claro que o problema não é o técnico, foram erros individuais conforme mencionado pelo técnico, tem que fazer um limpa, uma folha alta com jogadores improdutivos, diretória contratando muito mau(Davi Luiz, rodinei, Marinho, isla, Diego Ribas, Diego Alves, Felipe final de carreira), Bruno não tá jogando nada
    Diego Ribas e Felipe poderiam fazer parte da comissão técnica ou um sub-17

  • Parece que a verdade dói né ” seus panelas derruba Técnico’. Xô Xô fora do meu mengão e já.

  • Só falou a verdade, domenec já havia sitado isso, a diretoria vendeu muitos bons e contratou errado, agora os técnicos tem q fazer milagre com o que sobrou tipo o pereba do arao, rodinei e um monte de jogador em fim carreira.

  • Eu avisei desde o início que o PS iria ficar sozinho em caso de insucesso. É preciso ficar claro que o maior problema não é o técnico mas quem o trouxe, apesar de todas as informações que deveria avaliar. Trouxe novamente um posicional, sem conquistas expressivas e sem bagagem suficiente para comandar o maior das Américas. Taí. Essa administração só pensa em política, ninguém manja de futebol, querem o clube como plataforma para voos politicos. Daí é que se explica esses gastos milionários e resultados pífios. FORA BRAZ. FORA LANDIM.

  • Paulo Souza falou a verdade, Pablo simulou uma contusão para esconder as constantes falhas, se ele tivesse realmente contundido, não continuaria jogando, já que poderia ser substituído. A verdade é a seguinte, as viúvas de JJ querem derrubar o técnico.

  • A entrevista não teve nada demais, considerando que ele só falou a verdade. Ou coloca a culpa em quem teve, no caso os jogadores(80%), ou assume tudo para si. O que os dirigentes do Flamengo querem é um pretexto para ceder à pressão da imprensa para derrubá-lo.

  • Ele não mentiu. É claro e evidente que os jogadores estão fazendo isso para derrubá-lo. Mas parece também que ele já não está mais afim de lutar e os expõe assim para ser mandado embora.

  • Eu quero da demissao dele, mas ele nao mentiu em nada. O Arao sobrevive dos gols de cabeça q tem feito pq constantemente erra na saida de bola e pouco ajuda na marcacao, fica olhando na maior parte das vezes. Ja era pa ter saido a um tempo. O pablo ontem fez um jogo para esquecer, totalmente sem tempo de bola, pesado, muito mal mesmo. O joao gomes tb estava completamente perdido em campo ontem. Tivemos mtos jogadores mal tecnicamente mas a verdade tb é que o treinador em momento nenhum conseguiu dar liga no time. Parece estar mal fisicamente, mal tecnicamente, mal taticamente… PS conseguiu destruir a unica coisa que o Fla tinha diferencial q era a criacao de jogadas

  • Estão incomodados com o que? Ele mentiu? Jogadores ganham muito bem e em dia para mostrar esse nível de mediocridade em campo. Ganhar e perder faz parte do jogo, mas jogar como jogaram, sem tesão, não dá.