Regra da Copa do Brasil proíbe Flamengo decidir quartas de final no Maracanã; entenda

Regulamento veta dois times realizarem partidas no mesmo dia e local


Na tarde desta terça-feira (19), a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) sorteou os confrontos das quartas de final da Copa do Brasil. O evento definiu que o Flamengo vai enfrentar o Athletico-PR na próxima fase do torneio. No entanto, uma regra da competição impediu o time carioca de decidir a disputa da vaga no Maracanã.

A decisão do mata-mata nacional será fora de casa para o Flamengo por conta de um regulamento da Copa do Brasil que não permite times do mesmo estado disputarem partidas no mesmo dia e local. Como o Fluminense teve seu embate contra o Fortaleza confirmado primeiro, o Rubro-Negro teve que inverter o mando de campo com o Athletico-PR, com a finalidade de respeitar a norma da competição. 

Sem a chance de decidir em casa, o Flamengo recebe o Athletico-PR, no Maracanã, no dia 27 ou 28 de julho. Cerca de duas semanas depois, o Mais Querido viaja até Curitiba para o segundo jogo, na Arena da Baixada, também sem data definida, mas entre os dias 17 e 18 de agosto.


Quer comprar produtos do Flamengo pela internet? Conheça a loja mais rápida e segura!



Sobre a inversão do mando de campo na partida decisiva da Copa do Brasil, durante o embarque com a delegação rumo a Brasília, o presidente Rodolfo Landim comentou que não tinha “absolutamente nada a dizer” sobre o tema. O dirigente passou rapidamente pelos torcedores e jornalistas, dessa forma, não respondeu mais perguntas. 

Os clubes que passarem das quartas de final e conquistarem a vaga nas semifinais da competição receberão R$ 8 milhões como premiação. O Flamengo já lucrou R$ 3,9 milhões por chegar até as quartas de final e mais R$ 3 milhões nas oitavas. Como entrou na terceira fase do torneio, ao todo, o Mais Querido já faturou R$ 8,8 milhões até o momento. 

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Diretoria deu mole, se era este o problema não tinha ninguém na diretoria para transferir o jogo para antes ou depois do confronto do fluminense.????