Flamengo atropela o Athletico e assume vice-liderança às vésperas de ‘decisão’ na Copa do Brasil

Mengão conta com tarde de garçom de Marinho e artilheira de Fabrício Bruno no Maracanã


Massacre! Pela 22ª rodada do Brasileirão, o Flamengo dominou o Athletico-PR do início ao fim e goleou os paranaenses por 4 a 0, no Maracanã. Fabrício Bruno (2x), Ayrton Lucas, Lázaro e Pedro assinaram no chocolate do Mengão. Agora, com 39 pontos, o Mais Querido chega à vice-liderança, nove atrás do líder Palmeiras.


As melhores ofertas para produtos do Flamengo: aproveite desconto e brindes!


PRIMEIRO TEMPO

O Flamengo começou o jogo dominando, tanto que a primeira finalização aconteceu logo no segundo minuto, com Ayrton Lucas. Na sequência do lance, o zagueiro athleticano meteu mão na bola, na meia-lua, e Marinho bateu falta forte, para nova defesa de Anderson. Tudo isso em três minutos e meio de partida. A pressão seguiu, e Everton Cebolinha cabeceou aos 13′, incomodando novamente o goleiro visitante.

De novo uniforme, o Flamengo continuou em cima dos visitantes. Aos 22′, foi a vez de Marinho finalizar mais outra vez, para outra defesa de Anderson, que encaixou. O time de Felipão não conseguia trocar passes no campo de ataque, e a equipe de Dorival Júnior pressionava.

No minuto 35, Matheuzinho arranca na direita, corta para o meio e bate rasteiro, de canhota, para defesa fácil de Anderson. Logo depois, aos 39′, Diego abriu o jogo para Lázaro, que avançou e bateu cruzado para alguém desviar. Ninguém chegou, e bola passou por todo mundo dentro da área. No instante seguinte, Victor Hugo levou uma tesoura do visitante, e o árbitro sequer deu cartão.

Aos 42 minutos, a chegada mais perigosa do primeiro tempo: Diego Ribas recebeu na direita e cruzou. Marinho se antecipa ao marcador e cabeceia. Anderson salta e resvala, de mão trocada, antes da bola explodir no travessão. No minuto seguinte, Pablo recebeu cartão amarelo por falta em Vitor Roque. Na reclamação do banco de reservas, o goleiro Hugo Souza recebeu o terceiro cartão amarelo (dois como suplente) e ficou suspenso da próxima rodada, contra o Palmeiras. Antes do primeiro tempo acabar, Lázaro ainda finalizou para fora, já nos acréscimos.

SEGUNDO TEMPO

Depois do intervalo, Fabrício Bruno errou na dividida com Rômulo e cometeu falta, a um passo da grande área. Na batida, o jogador athleticano mandou na barreira. Depois disso, o Athletico ainda chegou com perigo com Vitor Roque. No entanto, o Flamengo arrancou e abriu a porteira.

Aos dez minutos, Marinho bateu escanteio da direita, e Fabrício Bruno subiu sozinho na entrada da pequena área para marcar seu primeiro gol pelo Mengão (Flamengo 1, Athletico0). Aos 12′, Everton Cebolinha chutou colocado, e Anderson se esticou todo para fazer um milagre. No lance seguinte, o Mais Querido repetiu a jogada do primeiro gol para fazer o segundo: Marinho cobra escanteio na cabeça de Fabrício Bruno, que desvia de ombro para ampliar, aos 13′ (Flamengo 2, Athletico 0).

A blitz do Mengão seguiu, e aos 17 minutos, em contra-ataque, Matheuzinho recebeu no começo do campo de ataque, arrancou até a entrada da área, driblou o goleiro, caiu e a bola ficou limpa para Ayrton Lucas só empurrar para o fundo das redes (Flamengo 3, Athletico 0). Os visitantes tentaram responder, mas Santos defendeu um chute de longe, sem rebote. Aos 20′, Alex Santana comprou briga para cima de Marinho, após o flamenguista passar o pé por cima da bola.

Ainda com o ímpeto lá no alto, o Mengão fez o terceiro. Como? De cabeça. Marinho bateu escanteio, para sua terceira assistência, e Lázaro desviou, para fechar a conta, aos 26 minutos (Flamengo 4, Athletico 0). Depois da goleada já aplicada, o Mais Querido administrou e cozinhou o adversário em ‘banho-maria’. Mas, ainda deu tempo para mais um. Arrascaeta bateu escanteio, e Pedro cabeceou para fazer o quinto do Mengo (Flamengo 5, Athletico 0).

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *