Gabigol se aproxima de temporada com mais jogos na carreira

Atacante do Flamengo deve superar as 59 partidas que disputou em 2019


Com a possibilidade de ganhar dois títulos pelo Flamengo, Gabigol ainda tem outro motivo para lembrar de 2022 com carinho. Afinal, o atacante está próximo de bater a marca de 2019 e ter mais partidas em uma só temporada. Naquele ano, foram 59 jogos. São 57 embates até o momento, e o número deve aumentar nesta quarta-feira (05), quando o Fla encara o Internacional.

Como o Flamengo tem ainda mais 12 jogos até o final do ano, Gabigol tem tudo para superar a marca. Os jogos que restam são pelo Brasileirão (9), Copa do Brasil (2) e Libertadores (1). No ranking pessoal de Gabi, estão duas temporadas pelo Santos, em 2014 e 2015, cada uma com 56 partidas. O levantamento, feito pelo “O Gol”, inclui apenas jogos oficiais e por clubes.


Ganhe dinheiro com vitórias do Flamengo



Partidas de Gabigol por temporada

2013 – Santos – 13
2014 – Santos  – 56
2015 – Santos – 56
2016 – Santos – 29
2016/2017 – Inter de Milão (ITA) – 10
2017/2018 – Benfica (POR) -5
2018 – Santos – 52
2019 – Flamengo – 59
2020 – Flamengo – 43
2021 – Flamengo – 45
2022 – Flamengo – 57

Como já destacado, o Flamengo volta a campo nesta quarta-feira (05), para receber o Internacional, às 21h30 (horário de Brasília). A partida é válida pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro, competição onde o Fla encontra-se em quarto, com 48 pontos, cinco pontos atrás do próprio time gaúcho. No início da jornada, o pelotão de cima tinha ainda Palmeiras (63); Fluminense (51) e Corinthians (50).

Se a temporada assídua de Gabigol dificilmente será premiada com a conquista do Brasileirão, o artilheiro tem boas chances de levantar pelo menos um mata-mata. Isso porque, o Flamengo está nas finais da Copa do Brasil e da Libertadores. No torneio nacional, o Fla encara o Corinthians, em dois jogos, nos dias 12 e 19, com o confronto decisivo no Maracanã. Já na competição continental, o Mais Querido mede forças com o Athletico-PR, em 29 deste mês, em embate único no Equador.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *