Marcos Braz pode ser autuado por lesão corporal após briga com torcedor do Flamengo

Compartilhe com os amigos

Vice-presidente de futebol do Flamengo se envolveu em briga com torcedor no dia 19 de setembro, no Barrashopping


Os bastidores do Flamengo estão bastante movimentados nos últimos meses. No dia 19 de setembro, o vice-presidente de futebol do Rubro-Negro, Marcos Braz, se envolveu em briga com torcedor em shopping da Zona Oeste do Rio de Janeiro. Por isso, o dirigente pode ser autuado por lesão corporal.

De acordo com informações do jornal ‘O Globo’, o Ministério Público do Rio de Janeiro entrou com processo contra Marcos Braz e pede que o dirigente do Flamengo seja autuado pelo crime de lesão corporal. Além disso, André Simões da Silva, que acompanhava o vice-presidente de futebol também foi citado no pedido.

Vale lembrar que o episódio aconteceu no dia 19 de setembro, quando o dirigente caminhava pelo ‘Barrashopping’, e escutou o torcedor Leandro Gonçalves Júnior dizendo: “Marcos Braz, sai do Flamengo“. Após a fala, o vice-presidente partiu para cima do flamenguista, que sofreu agressão física, chegando a receber até uma mordida.

O Ministério Público pede ainda o arquivamento das acusações contra o torcedor e solicita a designação de audiência para a composição de danos relacionados à lesão corporal. Importante destacar que o documento enviado ao Tribunal de Justiça é apenas a fase inicial do processo.

Enquanto Marcos Braz resolve as pendências fora do futebol, o elenco rubro-negro se prepara para o próximo compromisso da temporada. Marcando a estreia de Tite, o Flamengo enfrenta o Cruzeiro, na quinta-feira (19), pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida terá início às 19h (horário de Brasília) no Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte.

Compartilhe com os amigos

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *