Arrascaeta quebra silêncio sobre titularidade de Pedro no Flamengo

Compartilhe com os amigos

Pedro foi titular em todos os jogos de Tite no Flamengo


Desde a chegada de Tite, Pedro se tornou o centroavante principal no Flamengo, deixando Gabigol na reserva. Meia de criação, Arrascaeta quebrou o silêncio ao falar sobre a titularidade do camisa 9 nesta reta final de temporada.

“Pedro tem nos ajudado bastante fazendo o pivô, protegendo muito a bola. É importante também ter esse jogador na frente, que ajuda o time a sair em momentos mais complicados”, contou Arrascaeta, em entrevista à FlaTV nesta sexta-feira (24).

O camisa 9 do Flamengo foi titular em todos os jogos com Tite. Dessa forma, Gabigol, o número 10, amarga a reserva do Mais Querido. Enquanto isso, Pedro soma cinco gols em oito rodadas com o novo treinador. Desse modo, Arrascaeta, outro jogador decisivo, agradece à boa fase do atacante.

ARRASCAETA DECISIVO

O meia uruguaio tem sido uma das principais peças do Flamengo na reta final de temporada. Isso porque, Arrascaeta marcou gol nos últimos três jogos do Rubro-Negro: no 3 a 0 sobre o Palmeiras, no 1 a 1 com o Fluminense e no 1 a 0 diante do Bragantino.

DUPLA “ARRASCAPEDRO”?

Dos 13 gols do Flamengo de Tite, a dupla “ArrascaPedro” marcou oito: cinco na conta de Pedro e três na de Arrascaeta. Sendo assim, os dois são responsáveis por 61,5% dos tentos feitos pelo Rubro-Negro sob comando do novo treinador.

A dupla, inclusive, está à disposição de Tite para o próximo compromisso. O Flamengo encara o América-MG em Uberlândia neste domingo (26). A bola rola pela 35ª rodada do Brasileirão a partir das 18h30 (horário de Brasília), com transmissão AO VIVO do Coluna do Fla, no YouTube.

Compartilhe com os amigos

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Às vezes eu viajo escrevendo….kkkk. Quando vejo, já virou livro mesmo, Terraski….rs. Esse do Lil Gabi quis mostrar como que um ídolo recente, que não emocionava apenas a Nação mas até torcedores de outros times, acaba se perdendo após decisões erradas. Ídolo tem sempre um nome a zelar, vira exemplo pros mais novos, deve ter um comportamento compatível com o peso da responsabilidade que carrega, no caso a de representar 42 milhões de pessoas. Não é pouca coisa. Nessa situação, só os fortes sobrevivem.

    E Shaka, muito obrigado pela gentileza. Vc tb é um amigo!
    SRN a todos! ❤️🖤

  • Wallker falou tudo que eu queria dizer sobre o Gabriel. Obrigado amigo. Vc é um amigo.

  • Meu Deus Fernandel. Eu comecei a ler seu comentário, mas depois percebi que não era um comentário e sim um livro. Kkkk

  • Dorival Jr. provou que Pedro e Lil Gabi podem jogar juntos. Armou um esquema que sacrificava o Lil Gabi tirando-o da área, para beneficiar Pedro. Isso só aconteceu porque BH27 estava lesionado, abrindo vaga para Pedro, que provou ser útil. Com a volta em grande estilo de BH27, criou-se o problema: quem seria o centroavante titular?
    Vieram Vitor Pereira e Sampaoli. Nenhum dos dois conseguiu resolver isso, em parte por subserviência a dois medalhões do time, em parte por incompetência. A má fase do rapper baladeiro se acentuou, pois demonstrava claramente não querer mais nada com futebol e só com festinhas, baladas, madrugadas e comandar panelinhas dentro do vestiário, e aí facilitou muito o trabalho do Tite em definir quem seria o titular.

    Agora Lil Gabi sabe que perdeu espaço no clube. Na reserva e preocupado mais com o extra-campo do que com qualquer outra coisa, vai ter que rebolar muito pra voltar a ter chances no time. Como eu falei um dia, se Tite conseguir “encaixar” um time, muito medalhão iria ficar de fora, e já vemos três nessa situação: Lil Gabi, ER7 e BH27. De titulares absolutos, viraram “opções”. Era preciso um treinador com o mesmo peso deles pra conseguir a façanha sem que a panelinha começasse a agir pra derrubá-lo. Com Tite ali, o buraco é mais embaixo. Eis que o time vem “encaixando”, de desacreditado passou a ser candidato ao título, e colocando no seu devido lugar um jogador que não queria mais nada com nada. Das duas, uma: ou Lil Gabi volta a se preocupar somente em jogar futebol e cria um problema na cabeça do treinador, ou se acomoda com a vidinha boa e vira pra sempre um reserva de luxo, caro demais, fazendo com que propostas envolvendo ele sejam analisadas pelo clube.

    Só depende do Lil Gabi. Pedro já é o titular.

  • Agora vai, vamos ainda ɓrigar por mais um campeonato brasileiro, pois já temos 7 e vamos com certeza para tudo, pois queremos ganhar mais brasileiro, pois temos três libertadores e um mundial de clubes.

  • A melhorar do Pedro se dá ao fato de que com a bola, o Flamengo se arma em um 4-3-3 e municia os atacantes de lado, deixando Pedro mais centralizado como homem-gol. Já sem a bola, o sistema se organiza em um 4-5-1 e o Pedro fica mais solto na frente, sem tanta obrigação para ajudar na marcação e abrindo espaço para as retomadas de bola e as puxadas de contra-ataque. Com os treinadores antigos, ele era obrigado a formar uma linha de 2 atacantes (com ou sem Gabigol), o que o prejudicava na necessidade de fazer a recomposição defensiva por não ter tanta mobilidade quanto o Gabigol.

  • Certo Tobias no seu comentario,apenas acho que ele perdeu dentro da area aquela colacacao que tinha de centroavante que ele tinha.,, mss vejo que ele esta se sentindo mais confiante em campo e yem se entregado mais, que volte o Pedro que o levou pra selecao.

  • Melhor coisa que Tite fez foi colocar Pedro de titular e o LIL Gabi no banco. Pedro melhorou muito com a sequência e Gabriel não vinha entregando nada.

  • Pedro está a kilometros do seu melhor futebol, mas está a anos luz do futebol do Gabriel, o que a nação quer ver é entrega em campo, mesmo não estando bem tecnicamente e isso o queixada entrega! Quando o time estiver melhor taticamente esse cara vai ser artilheiro de tudo, já o lil Gabi, melhor nem entrar mais, nem nos acréscimos, contratar um outro atacante p fazer sombra p Pedro, tipo Marcos Leonardo e barca p cantor!