Organizadas do Flamengo se manifestam em defesa de torcedor agredido por Braz: “Que seja aplicado o rigor da lei”

Compartilhe com os amigos

Torcida Jovem, Nação 12 e Urubuzada se pronunciaram nesta quarta-feira (31)


Imagens divulgadas nessa terça-feira (30) mostram o vereador Marcos Braz, vice-presidente de futebol do Flamengo, partindo para cima de um torcedor com o qual tinha discutido. O caso ocorreu no dia 19 de setembro de 2023. No vídeo é possível ver o dirigente agredindo Leandro Campos, em um shopping na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Em seguida, os dois caem no chão e, depois, Marcos Braz consegue se levantar, dá chutes e um tapa no torcedor, o entregador de aplicativo Leandro Campos. Dessa forma, nesta quarta (31), a Torcida Jovem, a Nação 12 e a Urubuzada, organizadas do clube, se manifestaram por meio das redes sociais sobre o assunto.

LEIA O POSICIONAMENTE DA TORCIDA JOVEM:

“Ao entrar no Instagram oficial do Clube de Regatas do Flamengo é possível encontrar diversas fotos de festa na arquibancada, em recepção do elenco, em recepção de jogadores contratados, em idas para jogos importantes. São milhares de pessoas que se dedicam a montar mosaicos, preparar festas, organizar vaquinhas, para comprar bolas, faixas, instrumentos e bandeiras, bancando caravanas do próprio bolso. Absolutamente nado vem do Flamengo, é TUDO pelo Flamengo.

Nossa torcida se tornou referência pelas festas nas arquibancadas e conhecido pelo seu apoio incondicional. Isso não é de 2013 pra cá. É desde 1967 quando começamos um movimento pioneiro nas bancadas. “Nada do Flamengo. Tudo pelo Flamengo“. Tia Helena deixou uma lição quando disse que amava o Flamengo e não queria nada em troca. Ela disse isso justamente porque fazia questão de não receber uma camisa sequer da diretoria para ter o direito de protestar e cobrar sem medo. E assim somos até hoje.

A liberdade de expressão e o direito de vire vir esta na Constituição. Todo parlamentar que leva seu trabalho a sério, e está sempre presente em seus compromissos na Câmara deveria saber, e principalmente, lutar por isso. Quando estamos na arquibancada, vivendo de Flamengo, toda organizado é exaltada. Mas quando cobramos mudanças no clube, o torcedor organizado é tratado como um marginal. Não há crime em somente se expressar e quem está certo não precisa dar coletiva, não preciso implorar para acreditarem em sua palavra, não precisa contar mentiras.

A verdade sempre aparece! Que todo torcedor organizado e cidadão tenha sua liberdade de expressão garantida e munido de sua verdade seja tratado como merece. Aos que tentam distorcer a verdade em benefício próprio, que seja aplicado o rigor da lei”.

LEIA O POSICIONAMENTE DA URUBUZADA:

“Com muita indignação e revolta recebemos as notícias divulgando os vídeos do Vice Presidente de Futebol do Flamengo,
Marcos Braz, agredindo um torcedor num shopping.
Em um cargo de extrema importância e pressão, teria que estar acostumado com cobranças de torcedores. Atacar o maior patrimônio do clube deveria ser o fim da linha do VP no cargo.
Outro ponto extremamente revoltante foi ter usado, com aval de Landim, os meios do clube para MENTIR sobre sua versão da história. Mais covardemente ainda, colocou sua filha no meio de sua narrativa falaciosa.
Braz deveria, no mínimo, ter a hombridade de pedir para sair”.

LEIA O POSICIONAMENTE DA NAÇÃO 12:

“A NAÇÃO MERECE RESPEITO!

A recente agressão cometida por Marcos Braz, vice-presidente de futebol do Flamengo, contra um torcedor do próprio clube é um episódio repugnante e inaceitável. A atitude não apenas mancha a reputação do clube, mas também evidencia novamente a falta de respeito que a diretoria tem com o seu maior patrimônio, a Nação Rubro-Negra. Nação que lota os estádios dentro e fora do Rio de Janeiro, que compra as camisas do ano, que assina o programa de sócio-torcedor, que é parte fundamental da caminhada rubro-negra aos títulos e glórias. A que fica, enquanto dirigentes e jogadores passam!

Além da agressão física, é também alarmante o uso das dependências do Flamengo para tentar encobrir e distorcer os fatos relacionados ao incidente. O fato de terem sido utilizados recursos do clube para mentir sobre o ocorrido é um abuso de poder e uma clara tentativa de manipulação da verdade. As imagens divulgadas recentemente mostram a gravidade da situação e a inconsistência com a defesa do dirigente, que correu atrás do torcedor junto de amigos e seguranças, e chuta o torcedor no chão.

Como representante de uma instituição tão amada como o Flamengo, espera-se que seus dirigentes ajam com integridade, ética e respeito pelos valores do clube e de seus torcedores. Infelizmente, a conduta do senhor Marcos Braz demonstra exatamente o oposto.

É fundamental que o Flamengo tome medidas para investigar e punir esse comportamento inadequado e desrespeitoso. Os torcedores merecem respeito e transparência, e ações como essa não podem ser toleradas”.

AGRESSÃO DE MARCOS BRAZ

O noticiário rubro-negro nessa terça-feira (30), portanto, foi dominado pela divulgação das imagens da briga de Marcos Braz com o torcedor Leandro Campos. Dessa forma, por conta das agressões, a defesa do rapaz de 22 anos decidiu pedir danos morais, de acordo com informação obtida pelo Coluna do Fla.

Antes de mais nada, a primeira audiência no Juizado Especial Criminal estava marcada para novembro do ano passado. Porém, agora, acontecerá no dia 27 de fevereiro. A princípio, ao analisar as imagens, o Ministério Público concluiu que Marcos Braz e o amigo Carlos André cometeram o crime de lesão corporal.

Por outro lado, o advogado de Marcos Braz argumenta que o torcedor sai do campo de visão de Braz e logo na sequência acontece a chegada de Leandro. Em suma, para a defesa do dirigente, antes das agressões ao torcedor, o mesmo vinha sendo perseguido por integrantes de uma torcida organizada.

Compartilhe com os amigos

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Renan,

    Me diz uma coisa: o Braz faz parte do elenco? Ele joga? Sinceramente, não entendi.

    Quem atrapalha ou deixa de atrapalhar não é a torcida, mas essa administração patética. Torcedor pode ser chato e ter vários defeitos, mas não venha com essa. Quem está atrapalhando, e não é de hoje, são esses Dirigentes.

    E outra: quem é Braz na fila do pão? Vamos aprender a separar as coisas, não misturar o nome e a imagem do Flamengo com a desses toscos. O Flamengo não tem nada com isso. Ponto.

  • Que vergonha. Esse “CHUPA VIRILHA” ñ tem moral nem dentro do vestiário porque até jogador escroto dá esporro nele. Infelizmente o presidente vai passar pano mais uma vez.

  • Renan, não precisa atrapalhar o desempenho em campo, basta o Flamengo demitir o Marcos Braz e pronto! vida que segue!

  • Fora VIRILHA, LANDIN, TITE e LIL GABY

  • Comissão técnica que agredi, foi demitido!
    Briga entre jogadores acontece desde o tempo do meu bisavô.
    Sobre o acontecido entre o dirigente e o torcedor que a lei seja cumprida, para que o clube faça uma medida disciplinar.

    Tudo que o time não precisa e que seu próprio torcedor coloque uma crise aonde não existe.

    Que esse caso não atrapalhe o desempenho em campo.

  • Lei é para os pobres. Para esses safados não há lei.

  • Ficou feio pra vc Marcos Mordedor de Virilha Bráz! ! Não tem argumentos, as imagens não mentem , agora vc …..
    Já que esse cargo não é remunerado, pq vc não pede prá sair ? Ou vc está comendo alguns milhões por fora ?
    E vc Landim ? Vai compactuar com essa mentira?
    É comissão técnica que dá porrada em jogador , é jogador que dá soco na cara de jogador , é dirigente espancando torcedor. Que zona !

  • Que se faça a lei. Braz na rua!
    Não é possível esse indivíduo ser mais representante do Clube de Regatas do Flamengo. Esta insustentável a permanência desse ser representando o Mais Querido! Fora Braz!!!!

  • Se ás imagens mostram as cenas de descontrole não há o que contestar esse diretor do Flamengo se acha dono do Flamengo, e o Flamengo é o clube do povo, não precisamos de cacique, o flamengo não tem aldeia cor, sexo e ou distinção.